Casos de Sucesso

24 julho, 2019 • Casos de Sucesso

Agricultura Familiar: força do campo para todo o Brasil

Já imaginou suas refeições sem verduras nem legumes e seus dias sem deliciosas frutas? Não dá pra negar: nossa rotina alimentar é bem mais saborosa e nutritiva graças aos produtores da Agricultura Familiar, que estão em 8º lugar no ranking de produção de alimentos do mundo e são responsáveis por 70% do alimentos que vão para nossas mesas.

No Brasil, são mais de quatro milhões de estabelecimentos familiares rurais, 84% dos estabelecimentos do campo. De acordo com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a renda do setor responde por 33% do PIB Agropecuário e por 74% da mão de obra empregada no campo; ou seja, é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do país. São US$ 55,2 bilhões gerados pela agricultura familiar para a economia brasileira.

Nessa matéria, o Sebrae/MS conta a história de alguns desses profissionais que, de domingo a domingo, de sol a sol, com suor e trabalho, dedicam suas vidas a atender à principal demanda da sociedade, a alimentação, e ainda contribuem para o enfrentamento da extrema pobreza, para a proteção do meio ambiente e na luta pela Comida de Verdade no Campo e na Cidade.

Família e negócios crescendo juntos

Celmo Malaquias de Souza, 40 anos, nasceu em Sidrolândia, mas foi a quase 180 km de distância que encontrou seu pedaço de terra para ganhar a vida. Na propriedade localizada em Ribas do Rio Pardo, Celmo, a esposa e as três filhas produzem, há 13 anos, produtos como alface, couve, rúcula, almeirão, couve-flor, brócolis, cheiro verde, cenoura, batata doce, tomate, pepino, coentro, banana, melancia, além da criação de galinhas e porcos. 

São 120 canteiros – de 100 metros cada um – cultivando orgânicos. “Em 2013, procuramos o Sebrae/MS e foi o consultor que mostrou como a gente poderia virar fornecedor da Prefeitura e ter um rendimento melhor. Foi assim que conseguimos comprar carro e moto pra família, planejar a faculdade das minhas filhas, além de investir na chácara onde a gente mora e cultiva”, conta Celmo.

Hoje, além de fornecer para a merenda das escolas estaduais e da rede municipal de Ribas, Celmo abastece quatro restaurante de Campo Grande e participa de feiras de orgânicos e também vende em algumas lojas da capital; o que rende um faturamento de cerca de R$ 60 mil por ano. 

Produzir mais, vender mais, crescer mais

Desde 2010, Edson Alves de Matos e Rose de Matos produzem hortaliças orgânicas em uma propriedade na região de Ribas de Rio Pardo. Desde o começo, a maior dificuldade sempre foi a comercialização.

“Como a cidade é pequena, não tinha muito para quem vender. Às vezes, a gente até produzia menos pra não perder”, relembra Edson.

Há seis anos, com o apoio do Sebrae/MS, o casal de agricultores conheceu o projeto PAIS e, por meio de consultorias e acompanhamentos, descobriu novos canais de comercialização; o que fez aumentar as vendas e, consequentemente, a produção.

Apoiada pelo Sebrae, a Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) é um modelo de tecnologia criada em 2005 que melhora a qualidade de vida de trabalhadores rurais, pois promove inclusão social e geração de renda para comunidades do campo.

“Hoje, a cada 15 dias, tem semente e muda na terra. São cerca de 500 pés de alface por semana, meio hectare de mandioca, três caixas de tomate, é tanta coisa que a gente até perde as contas. Além do nosso filho, quando está muito corrido, tem um funcionário temporário que ajuda a gente”, conta Edson.

Além de fornecer para a merenda da rede municipal de ensino de Ribas, a produção mantém também dois restaurantes em Campo Grande, além das feiras.

Reconhecimento

Depois de tudo isso, alguma dúvida de que o crescimento do Brasil passa pela agricultura familiar?

Neste dia 25 de julho, data criada em 2014 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para celebrar o Dia Internacional da Agricultura Familiar, o Sebrae/MS parabeniza os agricultores familiares que, vocacionados ao campo, são vários profissionais em um só: plantam, colhem, administram, inovam e empreendem.

Já imaginou suas refeições sem verduras nem legumes e seus dias sem deliciosas frutas? Não dá pra negar: nossa rotina alimentar é bem mais saborosa e nutritiva graças aos produtores da Agricultura Familiar, que estão em 8º lugar no ranking de produção de alimentos do mundo e são responsáveis por 70% do alimentos que vão para nossas mesas.

No Brasil, são mais de quatro milhões de estabelecimentos familiares rurais, 84% dos estabelecimentos do campo. De acordo com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério do Desenvolvimento Agrário, a renda do setor responde por 33% do PIB Agropecuário e por 74% da mão de obra empregada no campo; ou seja, é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do país. São US$ 55,2 bilhões gerados pela agricultura familiar para a economia brasileira.

Nessa matéria, o Sebrae/MS conta a história de alguns desses profissionais que, de domingo a domingo, de sol a sol, com suor e trabalho, dedicam suas vidas a atender à principal demanda da sociedade, a alimentação, e ainda contribuem para o enfrentamento da extrema pobreza, para a proteção do meio ambiente e na luta pela Comida de Verdade no Campo e na Cidade.

Família e negócios crescendo juntos

Celmo Malaquias de Souza, 40 anos, nasceu em Sidrolândia, mas foi a quase 180 km de distância que encontrou seu pedaço de terra para ganhar a vida. Na propriedade localizada em Ribas do Rio Pardo, Celmo, a esposa e as três filhas produzem, há 13 anos, produtos como alface, couve, rúcula, almeirão, couve-flor, brócolis, cheiro verde, cenoura, batata doce, tomate, pepino, coentro, banana, melancia, além da criação de galinhas e porcos. 

São 120 canteiros – de 100 metros cada um – cultivando orgânicos. “Em 2013, procuramos o Sebrae/MS e foi o consultor que mostrou como a gente poderia virar fornecedor da Prefeitura e ter um rendimento melhor. Foi assim que conseguimos comprar carro e moto pra família, planejar a faculdade das minhas filhas, além de investir na chácara onde a gente mora e cultiva”, conta Celmo.

Hoje, além de fornecer para a merenda das escolas estaduais e da rede municipal de Ribas, Celmo abastece quatro restaurante de Campo Grande e participa de feiras de orgânicos e também vende em algumas lojas da capital; o que rende um faturamento de cerca de R$ 60 mil por ano. 

Produzir mais, vender mais, crescer mais

Desde 2010, Edson Alves de Matos e Rose de Matos produzem hortaliças orgânicas em uma propriedade na região de Ribas de Rio Pardo. Desde o começo, a maior dificuldade sempre foi a comercialização.

“Como a cidade é pequena, não tinha muito para quem vender. Às vezes, a gente até produzia menos pra não perder”, relembra Edson.

Há seis anos, com o apoio do Sebrae/MS, o casal de agricultores conheceu o projeto PAIS e, por meio de consultorias e acompanhamentos, descobriu novos canais de comercialização; o que fez aumentar as vendas e, consequentemente, a produção.

Apoiada pelo Sebrae, a Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) é um modelo de tecnologia criada em 2005 que melhora a qualidade de vida de trabalhadores rurais, pois promove inclusão social e geração de renda para comunidades do campo.

“Hoje, a cada 15 dias, tem semente e muda na terra. São cerca de 500 pés de alface por semana, meio hectare de mandioca, três caixas de tomate, é tanta coisa que a gente até perde as contas. Além do nosso filho, quando está muito corrido, tem um funcionário temporário que ajuda a gente”, conta Edson.

Além de fornecer para a merenda da rede municipal de ensino de Ribas, a produção mantém também dois restaurantes em Campo Grande, além das feiras.

Reconhecimento

Depois de tudo isso, alguma dúvida de que o crescimento do Brasil passa pela agricultura familiar?

Neste dia 25 de julho, data criada em 2014 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para celebrar o Dia Internacional da Agricultura Familiar, o Sebrae/MS parabeniza os agricultores familiares que, vocacionados ao campo, são vários profissionais em um só: plantam, colhem, administram, inovam e empreendem.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário