Casos de Sucesso

05 setembro, 2018 • Casos de Sucesso

Moda e beleza: quando o conteúdo vira negócio

Faça um teste: procure na internet pelos termos “Instagram de moda” ou “Instagram de beleza” e você vai ver que não faltam listas indicando os melhores perfis para te deixar sempre antenado. Tem “10 blogueiras de moda para seguir”, “5 perfis com dicas de maquiagem” e por aí vai.

Fato é que esses perfis têm uma influência expressiva no consumo das pessoas. No Brasil, o mercado de beleza e cosméticos é um dos que mais cresce. Segundo a Euromonitor International, líder mundial em pesquisa de estratégia para mercados consumidores, o Brasil ocupa a terceira posição no ranking mundial no consumo de cosméticos, ficando atrás apenas de Estados Unidos e Japão.

Consumidores cada vez mais exigentes e com demandas que mudam o tempo todo, principalmente por conta do que veem nas redes sociais. A internet tem um papel importante nisso, pois traz muito conteúdo para quem se interessa pelo segmento.

A maquiadora Aline Gimelli soube aproveitar bem as oportunidades que a rede proporciona. “Aprendi muito do que sei graças à internet. Assistia a tutoriais de maquiagem pelo YouTube e treinava em mim mesma ou nas amigas”, conta. Assim, nasceu a paixão de maquiar que, há 3 anos, tornou-se profissão.

Ela explica que as redes sociais são uma fonte fundamental para se inspirar e conhecer novas técnicas e produtos. Hoje, Nine Gimelli – como é conhecida – tem um dos perfis de maquiagem mais conhecidos de Campo Grande, com mais de 60 mil seguidores e vídeos que chegam a ter quase 30 mil visualizações, nos quais dá dicas de maquiagem e beleza.

Outro campeão de resultados nas redes sociais é Thallyson Perez que, com seu perfil Homens Com Estilo (@homenscomestilo) tem nada menos que 185 mil seguidores. Ele conta que começou sem maiores intenções mesmo, no formato de blog e era apenas uma maneira de compartilhar com os amigos suas pesquisas em moda masculina. “Como havia pouco conteúdo na web sobre esse assunto os acessos foram subindo. Após a cobertura de um evento de moda em Campo Grande, fui descoberto por um jornal local e fizeram uma pauta sobre mim e meu blog. Depois disso, ele deslanchou, passei a ter muitos acessos no site e fui profissionalizando com ajuda de colaboradores”, explica. 

Thallyson percebeu que o Homens Com Estilo poderia ser uma fonte de renda quando passou a receber presentes de marcas importantes e a ser convidado para eventos e viagens. “Eu era procurado para compartilhar essas novidades em meu blog. Logo as redes sociais começaram a surgir e despontar e eu passei a divulgar também por esses meios. Isso fez com que, cada vez mais marcas me procurassem e hoje tenho na bagagem mais de 400 ações com empresas que vendem para o público masculino”, pontua.

A trajetória de Thallyson com moda não se limitou às redes sociais. Em 2017, resolveu empreender também no segmento de revistas, lançando um projeto pioneiro ao lado da empresária Marcia Marinho e do produtor de moda Lucio Fonseca: a Morenah, a única revista digital de moda em Mato Grosso do Sul. “A ideia é  buscar inovação, movimentar e influenciar as pessoas a novos olhares, diferentes pontos de vista por meio de sua estética e também absorver atualidades do mercado e do contexto social e transformá-las em material. Queremos alavancar todo e qualquer cenário criativo seja ele na arte, na moda, no design, no digital, na fotografia e no audiovisual do estado, seja por meio de um conceito ou produto nosso, ou de algo já existente, mas dentro do nosso olhar”, pontua.

Moda possível

Para a consultora de estilo Wity Prado, as redes sociais são uma via de mão dupla. É nelas que ela encontra perfis inspiradores para seu trabalho em consultoria e também de onde vem uma parte expressiva de seus clientes. “Acredito que 40% das pessoas que atendo hoje sejam graças às redes sociais“, revela. 

Mostrando possibilidades de looks, Wity demonstra que é possível se vestir bem, respeitando a história e o perfil de cada um, sem mistérios. “Além disso, as redes sociais podem deixar as relações mais humanas, pois aproximam os profissionais do público. Não há mais aquela impressão de profissional distante, agora fica muito mais fácil fazer contato. Isso é importante para um trabalho como o meu que fala de autoestima, autoconfiança e cuidado com imagem”, pontua.

Um dos recursos preferidos da consultora são os vídeos, exatamente por essa questão mais intimista. “Os seguidores sentem como se aquela mensagem fosse pra ele e isso me traz muita interação e um retorno muito interessante para mim”, finaliza.

Se interessou pelo assunto? Acesse www.sebraeinspira.com.br confira a programação do Sebrae Inspira Beleza & Moda, inscreva-se e participe!

 

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário