Casos de Sucesso

10 setembro, 2018 • Casos de Sucesso

Sustentável, rentável e de muito bom gosto

Foi-se o tempo em que brechós eram sinônimo de roupas de pouca qualidade, descartadas pelo uso e peças desinteressantes. De uns tempos pra cá, o segmento de brechós vem ganhando cada vez mais destaque. Muito pela consciência dos consumidores que passam a questionar os hábitos de consumo cada vez mais voláteis, mas também, em grande parte pela economia que comprar em brechós significa. Estima-se que quem compra em brechós economiza até 80% nas compras de roupas.

A empresária Ione Rocha que o diga. Como gerente comercial, ela precisava estar sempre bem vestida e, para isso, acabava gastando muito em lojas de roupas. Além disso, ela passou a perceber que muitas peças acabavam encalhando em seu guarda-roupa, seja por terem sido compradas por impulso ou por não servirem mais. “Muitas delas estavam ainda novas. Percebi que se eu conseguisse vender essas peças que estavam em ótimo estado, poderia comprar outras, variando minhas opções e gastando muito menos”, explica.

Dessa ideia nasceu, em 2015, o Brechó de Luxo. No início, as peças eram captadas do próprio acervo da empresária e também de sua mãe, filha e amigas. Hoje, ela tem parcerias com diversas boutiques que antes ficavam com peças paradas mas que hoje conseguem girar muito mais seus estoques sem ter prejuízo, graças ao trabalho de Ione.

O Brechó de Luxo atende a diversas numerações e também estilos, além de trabalhar com marcas consagradas com Spezzato, Animale, Bo.Bô e Gloria Coelho, apenas para citar algumas. “Queremos atender desde a mulher mais despojada que estuda e viaja, até a que precisa estar sempre elegante devido ao seu trabalho como advogada, bancária, executiva, professora, etc.”, pontua.

Para chegar até essas clientes, Ione usa e abusa das redes sociais, com destaque para o Instagram e o WhatsApp, ferramentas também para que as clientes entrem em contato, agendando um horário para visitar a loja. “Hoje a maior parte de nossas vendas são online. O marketing digital é fundamental para o sucesso da minha empresa”, afirma a empresária, que vende para todo o Brasil.

Formato variado

Foi graças à Internet também que a empresária Bruna Fernandes entrou no mundo dos brechós. Em 2011, a jovem recém saída de um emprego resolveu vender algumas peças da família para descolar um dinheiro. Na época, acabou precisando elaborar para um trabalho do curso de Design Gráfico toda a identidade visual de uma empresa, surgindo assim, o Brecharia. Com essa marca em mãos, Bruna colocou as peças reunidas à venda no Facebook, e o sucesso deu um gás para a jovem decidir embarcar de vez no segmento. 

No começo, seu negócio assumia diversos formatos. Bruna participava de alguns eventos, vendia em casa, pelas redes sociais, levava as peças para as pessoas escolherem e, seguiu assim; até que, em 2013, o Brecharia ganhou um ponto fixo. Desde então, o brechó com peças captadas em casa e com amigas ganhou um formato profissional. “Hoje tenho fornecedoras fixas e uma curadoria bastante cuidadosa das peças. Trabalho com diversos estilos, mas sempre com itens que estejam em ótimas condições. Avalio uma por uma”, explica.

No Brecharia, as peças custam de 50 a 80% menos que o preço original. Uma calça jeans de marca que custa R$ 490 nova é vendida por Bruna, em média, por R$ 90. “Algumas pessoas consideram um preço caro uma peça de R$ 90 reais de um brechó, mas precisam entender essa relação com o preço original e todo o cuidado que temos com as peças. Isso nos trouxe um público próprio, que leva isso em consideração”, afirma.

A apresentação de suas peças nas redes sociais também é fator determinante para sua venda, sempre mostrando a diversidade de estilos que a loja oferece. “Atendemos a todos os gostos e bolsos e tento mostrar isso em nossa rede. Todo dia posto stories com propostas diferentes de looks, por exemplo. Dá muito resultado”, revela. Bruna também conta que ter uma estratégia de marketing digital ajuda muito, bem como o uso do WhatsApp como canal de venda e relacionamento com o cliente.

Mais que um brechó, o Brecharia tornou-se um ponto de encontro. Nas noites de quinta-feira, o espaço amplo da loja  possibilita eventos como o Quintal Colaborativo, que reúne o trabalho de parceiros da empresa e ainda apresentação de músicos e bandas. “Isso também agregou bastante à marca e atraiu um público que agora consegue entender melhor a proposta da minha loja”, conta.

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário