Casos de Sucesso

25 fevereiro, 2013 • Casos de Sucesso

Empresas apostam na inovação e criatividade como diferencial nos produtos da Páscoa

dolcemundoConfira casos de sucesso de empresas que apostam na inovação e criatividade como diferencial nos produtos e que fazem da Páscoa uma ótima oportunidade de lucrar.

Depois de ter se decepcionado com um bombom caseiro em dezembro do ano passado, Vanessa Dias, jornalista de 27 anos, resolveu fazer a própria versão em casa. A família aprovou e começou a apoiar a produção. Os amigos também compraram a ideia. “Aí fui oferecer em alguns estabelecimentos para revenda e deu certo!”, comemora.

Foi assim que nasceu a Dolce Vitta, negócio informal de bombons de Vanessa Dias. Mas se a Páscoa é o melhor período de venda para o ramo dos chocolates, os tradicionais ovos de chocolate ficaram de fora da cartela de produtos oferecidas pela marca. A ideia é apresentar aos clientes opções criativas com bombons. “Descobri que tem muita gente que não gosta de ovo de páscoa”, afirma. A própria Vanessa é uma delas.

Uma das soluções encontrada pela jovem empresária, que pretende se formalizar em breve, foi criar uma página no Facebook para pedidos e divulgação. “Acredito que as pessoas estão corridas demais e a página pode facilitar a comunicação”, explica.

Já na Dolce Mondo Chocolateria, veterana no ramo de chocolates artesanais, a estimativa é superar as vendas ano passado. A empresa, que surgiu em 1991, possui uma fábrica em Campo Grande, dois quiosques nos principais shoppings da cidade e vários parceiros na região e fora do estado.

Segundo a proprietária Debora Possi, apesar do grande número de opções disponíveis no mercado, a estimativa é superar as metas do ano passado. “As expectativas são as melhores possíveis, considerando o crescimento da classe C”.

Os preparativos da empresa se iniciam com o planejamento do que vai ser produzido, além da contratação de mais colaboradores, definição de embalagens, tamanhos e tipos de ovos que começaram a ser fabricados na semana no Carnaval.

O foco da marca não são apenas os ovos de chocolate. No mercado cada vez mais competitivo, a marca aposta nas opções gourmet, como a meia casca recheadas com trufas, e nas embalagens atrativas.

Para a empresária, as pessoas procuram na linha artesanal o prazer de saborear. “O consumidor acredita que  o ovo artesanal é produzido com ingredientes frescos, sem conservantes, recordando o tempo de criança”, pontua.

Dicas
Você também vende chocolate e produtos para a Páscoa e quer aumentar o faturamento? Confira dicas de consultor do Sebrae/MS  publicado aqui no blog “Oito dicas de como ganhar dinheiro na Páscoa”

Fabiane Neiva
Foto: Dolce Mundo Chocolateria

dolcemundoConfira casos de sucesso de empresas que apostam na inovação e criatividade como diferencial nos produtos e que fazem da Páscoa uma ótima oportunidade de lucrar.

Depois de ter se decepcionado com um bombom caseiro em dezembro do ano passado, Vanessa Dias, jornalista de 27 anos, resolveu fazer a própria versão em casa. A família aprovou e começou a apoiar a produção. Os amigos também compraram a ideia. “Aí fui oferecer em alguns estabelecimentos para revenda e deu certo!”, comemora.

Foi assim que nasceu a Dolce Vitta, negócio informal de bombons de Vanessa Dias. Mas se a Páscoa é o melhor período de venda para o ramo dos chocolates, os tradicionais ovos de chocolate ficaram de fora da cartela de produtos oferecidas pela marca. A ideia é apresentar aos clientes opções criativas com bombons. “Descobri que tem muita gente que não gosta de ovo de páscoa”, afirma. A própria Vanessa é uma delas.

Uma das soluções encontrada pela jovem empresária, que pretende se formalizar em breve, foi criar uma página no Facebook para pedidos e divulgação. “Acredito que as pessoas estão corridas demais e a página pode facilitar a comunicação”, explica.

Já na Dolce Mondo Chocolateria, veterana no ramo de chocolates artesanais, a estimativa é superar as vendas ano passado. A empresa, que surgiu em 1991, possui uma fábrica em Campo Grande, dois quiosques nos principais shoppings da cidade e vários parceiros na região e fora do estado.

Segundo a proprietária Debora Possi, apesar do grande número de opções disponíveis no mercado, a estimativa é superar as metas do ano passado. “As expectativas são as melhores possíveis, considerando o crescimento da classe C”.

Os preparativos da empresa se iniciam com o planejamento do que vai ser produzido, além da contratação de mais colaboradores, definição de embalagens, tamanhos e tipos de ovos que começaram a ser fabricados na semana no Carnaval.

O foco da marca não são apenas os ovos de chocolate. No mercado cada vez mais competitivo, a marca aposta nas opções gourmet, como a meia casca recheadas com trufas, e nas embalagens atrativas.

Para a empresária, as pessoas procuram na linha artesanal o prazer de saborear. “O consumidor acredita que  o ovo artesanal é produzido com ingredientes frescos, sem conservantes, recordando o tempo de criança”, pontua.

Dicas
Você também vende chocolate e produtos para a Páscoa e quer aumentar o faturamento? Confira dicas de consultor do Sebrae/MS  publicado aqui no blog “Oito dicas de como ganhar dinheiro na Páscoa”

Fabiane Neiva
Foto: Dolce Mundo Chocolateria


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário