Casos de Sucesso

27 setembro, 2019 • Casos de Sucesso

Completando apenas 16 anos, Figueirão já é terra de histórias inspiradoras de empreendedorismo

Já dizia o ditado popular que tamanho não é documento. Moreira da Silva cantou que idade também não. Com população estimada em pouco mais de quatro mil habitantes e completando apenas 16 anos de emancipação no próximo dia 29 de setembro, o município de Figueirão tem se destacado em Mato Grosso do Sul pelo seu potencial empreendedor.

Logo que a microrregião do Alto Taquari foi desmembrada do município de Camapuã, em setembro de 2003, as principais fontes de renda eram, basicamente, a pecuária de corte e o gado leiteiro, vocação que segue até hoje.

No entanto, muitas pessoas que viviam nas fazendas das redondeza foram para a cidade em busca de trabalho e melhoria de vida, o que demandou novos serviços e uma revolução na economia da cidade.

Uma das primeiras empreendedoras da cidade

Moradora da região há 40 anos, Luzia de Oliveira foi uma das responsáveis pelo progresso da cidade. O que a levou se mudar para Figueirão foi a necessidade de colocar os quatro filhos na escola, para terem ensino de qualidade e garantirem um futuro melhor.

Para sustentar a família, Luzia trabalhava como lavadeira e costureira. Foi quando percebeu que a procura por roupas era grande e a dificuldade de encontrá-las também. Então começou a comprar tecidos fora para confeccionar peças e vender. A visão empreendedora já dava sinais.

Cinco anos depois, dona Luzia abriu a Destak Confecções, que desde que nasceu tem tido ajuda constante do Sebrae. “No começo era bem difícil, até para comprar mercadoria, pegar carona e tudo mais. Mas já melhorou muito desde a época que comecei e a tendência é melhorar cada vez mais. Espero que Figueirão vá para frente com a criação da estrada para Costa Rica e estimule o comércio por aqui”, comenta Luzia.

À frente dos negócios

A empresária Eliane Alves é proprietária da loja de utilidades “Trecos & Tarecos” desde 2011. Na época, ela residia em Campo Grande, e apenas em 2014 se mudou para Figueirão para tomar conta do empreendimento.

E por acreditar no potencial da cidade de Figueirão, Eliane está à frente da Associação Comercial do município e conta com orgulho sobre as novas oportunidades estão surgindo.

“As portas estão se abrindo e até os fazendeiros estão investindo novamente por aqui. Antes do projeto Cidade Empreendedora, o mercado estava em baixa. Mas agora está mais intenso, principalmente por terem aberto uma central de atendimento do Sebrae aqui no ano passado”, explica Eliane. O Sebrae atua na cidade em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Sala do Empreendedor; e as ações do Cidade Empreendedora, com treinamentos ao empreendedor e consultorias focadas na agricultura familiar, ajudam a potencializar o cenário.

Por já estar atuando no mercado, Eliane viu um eixo que precisava ser suprido e inaugurou o restaurante Divino Paladar, em agosto de 2019. “Eu acredito muito em Figueirão e como o Sebrae é fonte de desenvolvimento, eu posso acreditar ainda mais que minha cidade tem potencial para crescer”, declara a empreendedora.

Novos empreendimentos

Rayane Barbosa Nogueira da Silva foi criada em Figueirão, mas deixou a cidade para fazer faculdade em Campo Grande. Após 10 anos e com a ideia de começar a empreender, Rayane retornou ao município, onde abriu a Espaço Rural.

Criado em 2018 por Rayane, que é engenheira sanitarista e ambiental, e seu marido, que é médico veterinário, o primeiro empreendimento do casal é especializado em vendas de medicamentos, ferramentas, nutrição animal, roupas e acessórios country.

“Quando decidimos montar nosso próprio negócio, optamos pela loja de produtos agropecuários para obter uma renda. Claro que no início tivemos receio, mas graças aos amigos e clientes, estamos satisfeitos com o desenvolvimento da nossa empresa. Acreditamos no potencial do ramo agropecuário da cidade, tanto que já estamos com planos futuros de agregarmos prestação de serviços e assessoria veterinária e ambiental ”, conta Rayane.

Já dizia o ditado popular que tamanho não é documento. Moreira da Silva cantou que idade também não. Com população estimada em pouco mais de quatro mil habitantes e completando apenas 16 anos de emancipação no próximo dia 29 de setembro, o município de Figueirão tem se destacado em Mato Grosso do Sul pelo seu potencial empreendedor.

Logo que a microrregião do Alto Taquari foi desmembrada do município de Camapuã, em setembro de 2003, as principais fontes de renda eram, basicamente, a pecuária de corte e o gado leiteiro, vocação que segue até hoje.

No entanto, muitas pessoas que viviam nas fazendas das redondeza foram para a cidade em busca de trabalho e melhoria de vida, o que demandou novos serviços e uma revolução na economia da cidade.

Uma das primeiras empreendedoras da cidade

Moradora da região há 40 anos, Luzia de Oliveira foi uma das responsáveis pelo progresso da cidade. O que a levou se mudar para Figueirão foi a necessidade de colocar os quatro filhos na escola, para terem ensino de qualidade e garantirem um futuro melhor.

Para sustentar a família, Luzia trabalhava como lavadeira e costureira. Foi quando percebeu que a procura por roupas era grande e a dificuldade de encontrá-las também. Então começou a comprar tecidos fora para confeccionar peças e vender. A visão empreendedora já dava sinais.

Cinco anos depois, dona Luzia abriu a Destak Confecções, que desde que nasceu tem tido ajuda constante do Sebrae. “No começo era bem difícil, até para comprar mercadoria, pegar carona e tudo mais. Mas já melhorou muito desde a época que comecei e a tendência é melhorar cada vez mais. Espero que Figueirão vá para frente com a criação da estrada para Costa Rica e estimule o comércio por aqui”, comenta Luzia.

À frente dos negócios

A empresária Eliane Alves é proprietária da loja de utilidades “Trecos & Tarecos” desde 2011. Na época, ela residia em Campo Grande, e apenas em 2014 se mudou para Figueirão para tomar conta do empreendimento.

E por acreditar no potencial da cidade de Figueirão, Eliane está à frente da Associação Comercial do município e conta com orgulho sobre as novas oportunidades estão surgindo.

“As portas estão se abrindo e até os fazendeiros estão investindo novamente por aqui. Antes do projeto Cidade Empreendedora, o mercado estava em baixa. Mas agora está mais intenso, principalmente por terem aberto uma central de atendimento do Sebrae aqui no ano passado”, explica Eliane. O Sebrae atua na cidade em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Sala do Empreendedor; e as ações do Cidade Empreendedora, com treinamentos ao empreendedor e consultorias focadas na agricultura familiar, ajudam a potencializar o cenário.

Por já estar atuando no mercado, Eliane viu um eixo que precisava ser suprido e inaugurou o restaurante Divino Paladar, em agosto de 2019. “Eu acredito muito em Figueirão e como o Sebrae é fonte de desenvolvimento, eu posso acreditar ainda mais que minha cidade tem potencial para crescer”, declara a empreendedora.

Novos empreendimentos

Rayane Barbosa Nogueira da Silva foi criada em Figueirão, mas deixou a cidade para fazer faculdade em Campo Grande. Após 10 anos e com a ideia de começar a empreender, Rayane retornou ao município, onde abriu a Espaço Rural.

Criado em 2018 por Rayane, que é engenheira sanitarista e ambiental, e seu marido, que é médico veterinário, o primeiro empreendimento do casal é especializado em vendas de medicamentos, ferramentas, nutrição animal, roupas e acessórios country.

“Quando decidimos montar nosso próprio negócio, optamos pela loja de produtos agropecuários para obter uma renda. Claro que no início tivemos receio, mas graças aos amigos e clientes, estamos satisfeitos com o desenvolvimento da nossa empresa. Acreditamos no potencial do ramo agropecuário da cidade, tanto que já estamos com planos futuros de agregarmos prestação de serviços e assessoria veterinária e ambiental ”, conta Rayane.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário