Casos de Sucesso

Restaurante economiza 15% com inovação

Texto enviado por Viviane Bastos (Sebrae/MS)

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=mMaCsHVVMpo]

Faça Diferente – Programa 17
Da Agência Sebrae de Notícias

Em Campo Grande (MS), parceria entre universidade e pequena empresa resultou na criação de um sistema de aquecimento de água com o calor gerado por equipamentos elétricos. O Múltiplos Restaurante teve redução de 15% no gasto com energia depois que adotou a tecnologia. Economia significativa em tempos de aquecimento global e racionalização do uso da energia.

O restaurante é de Paulo Roberto Hans, que tem o negócio há vinte anos e emprega 28 funcionários. O Hans serve comida por quilo variada. Todos os dias são servidas 200 refeições só no Múltiplos e fora dali, em empresas e canteiros de obras, mais 600. Isso significa equipamentos trabalhando o tempo todo, consumindo energia.

Foi observando este consumo de energia que um professor universitário sugeriu ao Paulo Roberto que utilizasse o calor gerado pelo motor da câmara fria para aquecer a água do restaurante. A ideia foi aceita imediatamente, principalmente porque a água quente é muito usada no estabelecimento para lavar pratos e fazer as refeições.

Para concretizar a sugestão foi preciso desenvolver o sistema capaz de transferir o calor do motor para a tubulação de aquecimento de água. “Procuramos uma universidade pra que tornássemos a ideia realidade. Fizemos um convênio com os professores. Foi uma difícil caminhada, levou dois anos para atingir a uma temperatura ideal no aquecimento da água, em torno de 60 graus”, explica Hans.

Ouça a trajetória desse restaurante no programa acima.

 

Texto enviado por Viviane Bastos (Sebrae/MS)

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=mMaCsHVVMpo]

Faça Diferente – Programa 17
Da Agência Sebrae de Notícias

Em Campo Grande (MS), parceria entre universidade e pequena empresa resultou na criação de um sistema de aquecimento de água com o calor gerado por equipamentos elétricos. O Múltiplos Restaurante teve redução de 15% no gasto com energia depois que adotou a tecnologia. Economia significativa em tempos de aquecimento global e racionalização do uso da energia.

O restaurante é de Paulo Roberto Hans, que tem o negócio há vinte anos e emprega 28 funcionários. O Hans serve comida por quilo variada. Todos os dias são servidas 200 refeições só no Múltiplos e fora dali, em empresas e canteiros de obras, mais 600. Isso significa equipamentos trabalhando o tempo todo, consumindo energia.

Foi observando este consumo de energia que um professor universitário sugeriu ao Paulo Roberto que utilizasse o calor gerado pelo motor da câmara fria para aquecer a água do restaurante. A ideia foi aceita imediatamente, principalmente porque a água quente é muito usada no estabelecimento para lavar pratos e fazer as refeições.

Para concretizar a sugestão foi preciso desenvolver o sistema capaz de transferir o calor do motor para a tubulação de aquecimento de água. “Procuramos uma universidade pra que tornássemos a ideia realidade. Fizemos um convênio com os professores. Foi uma difícil caminhada, levou dois anos para atingir a uma temperatura ideal no aquecimento da água, em torno de 60 graus”, explica Hans.

Ouça a trajetória desse restaurante no programa acima.

 


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário