Casos de Sucesso

13 maio, 2018 • Casos de Sucesso, Destaque

Mães empreendedoras: como conciliar os filhos e o próprio negócio

dia das mães

As mulheres têm conquistado cada vez mais seu espaço no mundo dos negócios. De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2016, realizada pelo Sebrae em parceria com Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), elas já representam mais da metade (51,5%) dos empresários iniciais – aqueles que possuem um negócio com até três anos e meio.

À frente de micros e pequenas empresas, mulheres empreendedoras encaram o desafio de adotar atividades inovadoras, suprir as necessidades dos clientes, melhorar a competitividade da empresa e, ainda, ter tempo e disposição para cuidar da família e dos filhos.

Débora Müller, de 38 anos, é sócia-proprietária da unidade Amor aos Pedaços no Shopping Campo Grande. Ela afirma que construir um negócio ao ser mãe não é simples e exige uma rotina estruturada para dividir o tempo com filhos, casa e cuidados pessoais.

mães empreendedoras

“Eu vivo essa experiência e acredito que mesmo sendo a realização de um sonho, a jornada é bastante desgastante, pois tanto o filho quanto a empresa estão sempre em pleno desenvolvimento e exigem total atenção. É necessário estar muito decidida sobre seus projetos”, comenta Débora.

Para as mães que desejam embarcar nessa empreitada, a empresária aconselha começar depois que os filhos completarem um ano. “Não há um momento ideal, mas o primeiro ano da criança é sempre muito intenso. Também é importante identificar pessoas que possam oferecer suporte ao longo da jornada. Mesmo que a sociedade nos induza a assumir todos os compromissos, nós também precisamos de ajuda”, declara.

Com 36 anos e mãe de duas meninas, uma de cinco e outra de dois anos, Camila Zanetti é proprietária do e-commerce Zanzando Joias de Afeto e uma das fundadoras do grupo Aldeia.

Segundo ela, empreender durante a maternidade é uma saída para a necessidade de trabalhar e criar propósitos após este marco tão importante na vida. “Precisa ter planejamento, principalmente de tempo, entender que ter o próprio negócio não significa trabalhar menos, e sim ter flexibilidade de horário, o que é essencial quando se tem filho pequeno”, explica.

Camila afirma que o empreender materno não é a solução para todos os problemas. “Ser dona do próprio negócio é tão difícil quanto qualquer outro trabalho. É importante decidir com o coração, mas também levar em conta o racional”.

Para começar

Neste momento empresarial é muito importante que a empreendedora invista tempo para que a coisa dê certo, estudando o mercado a ser explorado e, principalmente, desenvolvendo habilidades específicas.

A principal dica é entender o perfil do futuro cliente – saber os pontos fracos é fundamental para identificar qual problema a empresa ou serviço resolverá. “Em muitos atendimentos que realizamos no Sebrae, a empreendedora pensa em vários detalhes importantes, mas na maioria das vezes esquece da principal pergunta: quem é o meu cliente? Tem que saber tudo sobre ele – hábitos, necessidades e expectativas – e como vou atraí-lo para a minha empresa”, explica Lucielle Lima, técnica do Sebrae.

Ser a dona do próprio negócio permite total autonomia para fazer a marca e dar personalidade ao produto ou serviço. Lucielle destaca que se preparar para a jornada empreendedora e alinhar seu propósito de vida torna tudo mais atrativo e recompensador.

Além disso, analisar financeiramente o negócio é fundamental. “Muitas empreendedoras acabam não calculando o capital que esperam ter ou o prazo de retorno do investimento e acabam se frustrando. Para que isso não aconteça, calcule tudo e qual o tempo terá que aguardar para retirar o lucro. E lembre-se: tenha uma reserva financeira”, pontua Lucielle.

O Sebrae oferece palestras e capacitações para orientar as mães e outros potenciais empreendedores que querem dar os primeiros passos em direção ao próprio negócio. Acesse a Loja Virtual e saiba mais.

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário