Casos de Sucesso

Inovação com foco no consumidor

goiabaA proposta de ser uma loja, com o mix de móveis e produtos de Minas Gerais, conquistou tanto os campo-grandenses que Karina Beltrão não teve outra opção: reformar a loja para atender um número maior de clientes que buscavam os quitutes fresquinhos e o café coado na hora, e na mesa. Ela conta que iniciou com quatro mesinhas e sentiu a necessidade de colocar mais. “Passei para 13 mesas, diminuí a exposição de móveis para venda e mantive a proposta de ser uma casa de produtos tradicionais mineiros”.

Com dois anos e meio, a Casa Beltrão conquistou o paladar com novidades gastronômicas que chegaram aos poucos ao cardápio. “Fui introduzindo novos produtos que são bastante conhecidos em Minas, mas pouco aqui, como o pão-de-queijo com diversos tipos de recheio, de goiabada com queijo à carne-seca”. Karina acrescenta que esta adequação no cardápio é feita de seis em seis meses, sempre trazendo novidades aos clientes.

Este foco no cliente, entender o que ele quer e saber como oferecê-lo produtos e serviços específicos, é uma das estratégias previstas no plano de negócios, explica o consultor do Sebrae-MS, Jorge Nagy. “Primeiro o empresário deve definir seu público-alvo, conhecer seu estilo de vida, quais são os desejos ele e estabelecer isso no seu plano de negócios”.

Orientado pelo que poderia oferecer ao cliente, Maurício Domingues, também conhecido como Goiaba, iniciou em 2014 uma reforma geral no empreendimento. Trocou a fachada, o layout e ampliou o segmento de gastronomia de seus produtos. Todo esse processo, planejado por ele, teve como principal objetivo criar um ambiente moderno e prático, aliando qualidade nos produtos, preço competitivo e atendimento. “Um ano após a reforma a minha clientela aumentou em 40% e tive um ótimo retorno dos antigos clientes que elogiaram as mudanças”.

O negócio que iniciou como sacolão, em 1991, quando as verduras e legumes possuíam um preço único por quilo, hoje se apresenta como mercado que oferece até produtos higienizados prontos para o consumo e kits de alimentação direta para o preparo. “O consumidor que não
tem tempo pode encontrar um pouco de tudo, com fácil acesso e com qualidade”.

O foodtruck chegou a Campo Grande com propostas diferentes. Além dos que percorrem a cidade e divulgam os locais nas redes sociais, há outros que se estabeleceram em um espaço fixo, como uma grande praça de alimentação a céu aberto.

No Nomâde Food Park, a empresária Ricarda Ledesma Blanco da Fonseca viu a oportunidade de ter um pequeno negócio em que pudesse oferecer um pouco da cozinha regional. O “Da Terra” traz a proposta de refeições tradicionais de Mato Grosso do Sul, como o carreteiro, e emprega novos ingredientes como a farinha de Bocaiuva que empana o Pintado Frito ao cardápio “Inicialmente trouxe panelas grandes e muitos utensílios, com o tempo vi que precisaria de materiais mais práticos que o espaço do truck pudesse comportar, adaptações feitas para atender melhor os clientes”.

Nagy esclarece que o empreendedor, ao visualizar o seu negócio no papel, fica mais fácil dele definir estratégias e até alterar suas operações. “O plano norteia as tomadas de decisões”.

Fonte: Jornal Conexão Sebrae, Edição 83.

goiabaA proposta de ser uma loja, com o mix de móveis e produtos de Minas Gerais, conquistou tanto os campo-grandenses que Karina Beltrão não teve outra opção: reformar a loja para atender um número maior de clientes que buscavam os quitutes fresquinhos e o café coado na hora, e na mesa. Ela conta que iniciou com quatro mesinhas e sentiu a necessidade de colocar mais. “Passei para 13 mesas, diminuí a exposição de móveis para venda e mantive a proposta de ser uma casa de produtos tradicionais mineiros”.

Com dois anos e meio, a Casa Beltrão conquistou o paladar com novidades gastronômicas que chegaram aos poucos ao cardápio. “Fui introduzindo novos produtos que são bastante conhecidos em Minas, mas pouco aqui, como o pão-de-queijo com diversos tipos de recheio, de goiabada com queijo à carne-seca”. Karina acrescenta que esta adequação no cardápio é feita de seis em seis meses, sempre trazendo novidades aos clientes.

Este foco no cliente, entender o que ele quer e saber como oferecê-lo produtos e serviços específicos, é uma das estratégias previstas no plano de negócios, explica o consultor do Sebrae-MS, Jorge Nagy. “Primeiro o empresário deve definir seu público-alvo, conhecer seu estilo de vida, quais são os desejos ele e estabelecer isso no seu plano de negócios”.

Orientado pelo que poderia oferecer ao cliente, Maurício Domingues, também conhecido como Goiaba, iniciou em 2014 uma reforma geral no empreendimento. Trocou a fachada, o layout e ampliou o segmento de gastronomia de seus produtos. Todo esse processo, planejado por ele, teve como principal objetivo criar um ambiente moderno e prático, aliando qualidade nos produtos, preço competitivo e atendimento. “Um ano após a reforma a minha clientela aumentou em 40% e tive um ótimo retorno dos antigos clientes que elogiaram as mudanças”.

O negócio que iniciou como sacolão, em 1991, quando as verduras e legumes possuíam um preço único por quilo, hoje se apresenta como mercado que oferece até produtos higienizados prontos para o consumo e kits de alimentação direta para o preparo. “O consumidor que não
tem tempo pode encontrar um pouco de tudo, com fácil acesso e com qualidade”.

O foodtruck chegou a Campo Grande com propostas diferentes. Além dos que percorrem a cidade e divulgam os locais nas redes sociais, há outros que se estabeleceram em um espaço fixo, como uma grande praça de alimentação a céu aberto.

No Nomâde Food Park, a empresária Ricarda Ledesma Blanco da Fonseca viu a oportunidade de ter um pequeno negócio em que pudesse oferecer um pouco da cozinha regional. O “Da Terra” traz a proposta de refeições tradicionais de Mato Grosso do Sul, como o carreteiro, e emprega novos ingredientes como a farinha de Bocaiuva que empana o Pintado Frito ao cardápio “Inicialmente trouxe panelas grandes e muitos utensílios, com o tempo vi que precisaria de materiais mais práticos que o espaço do truck pudesse comportar, adaptações feitas para atender melhor os clientes”.

Nagy esclarece que o empreendedor, ao visualizar o seu negócio no papel, fica mais fácil dele definir estratégias e até alterar suas operações. “O plano norteia as tomadas de decisões”.

Fonte: Jornal Conexão Sebrae, Edição 83.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário


ankara escort çankaya escort ankara escort çankaya escort escort ankara çankaya escort escort bayan çankaya istanbul rus escort eryaman escort escort bayan ankara ankara escort kızılay escort istanbul escort ankara escort ankara rus escort escort çankaya ankara escort bayan istanbul rus Escort atasehir Escort beylikduzu Escort Ankara Escort malatya Escort kuşadası Escort gaziantep Escort izmir Escort