Dicas de Empreendedorismo

27 julho, 2018 • Dicas de Empreendedorismo

Cidade Empreendedora: como funciona e por que devo participar

O Cidade Empreendedora é um programa desenvolvido pelo Sebrae, tem duração de 20 meses e está dividido em oito pontos chave que visam acelerar o desenvolvimento em cada município que adere à iniciativa: Mapeamento de oportunidades; Desburocratização; Sala do Empreendedor; Compras locais; Liderança; Cultura empreendedora e inovação; Plano de Desenvolvimento Econômico; e Desenvolvimento empresarial.

cidade empreendedora

A oficina do Mapa de Oportunidades é a base para viabilizar todas as demais etapas. Nela, os participantes – vale destacar, pode ser qualquer cidadão interessado em integrar essa dinâmica (ou seja, você!) – discutem os pontos fortes e fracos do município atualmente, e as oportunidades e ameaças existentes para o desenvolvimento local (tecnicamente falando, realizam a análise SWOT ou matriz FOFA).

Para facilitar o processo, alguns dias antes da realização do evento consultores do Sebrae fazem um levantamento dos dados demográficos e socioeconômicos da região; estudo coletado junto a fontes oficiais. Além disso, realizam pesquisa – por meio de formulários e entrevistas – com uma mostra da população, para saber a percepção dos habitantes sobre a realidade local e também analisar os principais hábitos de consumo.

Essas informações são compiladas e apresentadas no dia da Oficina do Mapa de Oportunidades. Após expor os resultados, o consultor responsável pela atividade estimula os participantes a construir, em conjunto, as tendências de mercado e soluções para o município. Daí sim, em seguida, as pessoas de dividem em grupos para realizar a análise SWOT, cujos apontamentos indicarão possíveis eixos de desenvolvimento – um deles, após nova dinâmica de debates, será o indicado para o foco de atuação das ações do programa.

Após essa construção, Sebrae e Prefeitura Municipal marcam uma nova data para elaborar o Plano de Desenvolvimento Econômico para o eixo priorizado, em que toda a sociedade novamente é convidada a contribuir. Neste documento constarão ações em conjunto para atender às demandas latentes, consolidar as tendências apontadas durante todo o processo e fortalecer os potenciais da região.

Este eixo prioritário – que representa a vocação do município – será uma espécie de guia que também potencializará outros eixos de desenvolvimento, estimulando os negócios e gerando benefícios para a economia local.

E eu com isso?

Mas, fica a pergunta: por que devo participar dessa construção? Se você é do setor público, isso ajudará na estratégia para atrair investimentos e aumentar a arrecadação do seu município; e, desta maneira, melhorar as condições do local e da população.

Se você é empresário, este é o momento de visualizar o ambiente que impacta no futuro de seus negócios e, assim, se preparar de forma planejada para tirar proveito das oportunidades que surgirão.

Se você é um cidadão em geral, morador, estudante ou trabalhador, é uma maneira de se envolver no processo que beneficiará seu dia a dia e deixará a cidade melhor para se viver, além de poder construir seu plano de carreira baseado nas demandas latentes apontadas.

E agora? Está esperando o que para participar das ações do programa Cidade Empreendedora e, com bastante atitude, ser um dos protagonistas do desenvolvimento do seu município? Bom trabalho e mãos à obra!

O Cidade Empreendedora é um programa desenvolvido pelo Sebrae, tem duração de 20 meses e está dividido em oito pontos chave que visam acelerar o desenvolvimento em cada município que adere à iniciativa: Mapeamento de oportunidades; Desburocratização; Sala do Empreendedor; Compras locais; Liderança; Cultura empreendedora e inovação; Plano de Desenvolvimento Econômico; e Desenvolvimento empresarial.

cidade empreendedora

A oficina do Mapa de Oportunidades é a base para viabilizar todas as demais etapas. Nela, os participantes – vale destacar, pode ser qualquer cidadão interessado em integrar essa dinâmica (ou seja, você!) – discutem os pontos fortes e fracos do município atualmente, e as oportunidades e ameaças existentes para o desenvolvimento local (tecnicamente falando, realizam a análise SWOT ou matriz FOFA).

Para facilitar o processo, alguns dias antes da realização do evento consultores do Sebrae fazem um levantamento dos dados demográficos e socioeconômicos da região; estudo coletado junto a fontes oficiais. Além disso, realizam pesquisa – por meio de formulários e entrevistas – com uma mostra da população, para saber a percepção dos habitantes sobre a realidade local e também analisar os principais hábitos de consumo.

Essas informações são compiladas e apresentadas no dia da Oficina do Mapa de Oportunidades. Após expor os resultados, o consultor responsável pela atividade estimula os participantes a construir, em conjunto, as tendências de mercado e soluções para o município. Daí sim, em seguida, as pessoas de dividem em grupos para realizar a análise SWOT, cujos apontamentos indicarão possíveis eixos de desenvolvimento – um deles, após nova dinâmica de debates, será o indicado para o foco de atuação das ações do programa.

Após essa construção, Sebrae e Prefeitura Municipal marcam uma nova data para elaborar o Plano de Desenvolvimento Econômico para o eixo priorizado, em que toda a sociedade novamente é convidada a contribuir. Neste documento constarão ações em conjunto para atender às demandas latentes, consolidar as tendências apontadas durante todo o processo e fortalecer os potenciais da região.

Este eixo prioritário – que representa a vocação do município – será uma espécie de guia que também potencializará outros eixos de desenvolvimento, estimulando os negócios e gerando benefícios para a economia local.

E eu com isso?

Mas, fica a pergunta: por que devo participar dessa construção? Se você é do setor público, isso ajudará na estratégia para atrair investimentos e aumentar a arrecadação do seu município; e, desta maneira, melhorar as condições do local e da população.

Se você é empresário, este é o momento de visualizar o ambiente que impacta no futuro de seus negócios e, assim, se preparar de forma planejada para tirar proveito das oportunidades que surgirão.

Se você é um cidadão em geral, morador, estudante ou trabalhador, é uma maneira de se envolver no processo que beneficiará seu dia a dia e deixará a cidade melhor para se viver, além de poder construir seu plano de carreira baseado nas demandas latentes apontadas.

E agora? Está esperando o que para participar das ações do programa Cidade Empreendedora e, com bastante atitude, ser um dos protagonistas do desenvolvimento do seu município? Bom trabalho e mãos à obra!


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.







Comentários

  1. […] oficial em Sidrolândia e a oficina que apontou rumos para as frentes de trabalho do programa, o Cidade Empreendedora continua a promover ações que representam a base para o processo de desenvolvimento […]

  2. […] em Sidrolândia e a oficina que apontou rumos para as frentes de trabalho do programa, o Cidade Empreendedora continua a promover ações que representam a base para o processo de desenvolvimento […]

  3. […] ministrada pelo especialista em varejo e consumo Fred Rocha. O evento faz parte do programa Cidade Empreendedora e acontece das 19h às 21h, no Conviver (Centro de Convivência da Melhor Idade – Av. Goiás […]

  4. […] palestra integra o Cidade Empreendedora, programa desenvolvido pelo Sebrae com o objetivo de promover o desenvolvimento local por meio de […]

  5. […] foi escolhida como eixo prioritário pela população de Ribas do Rio Pardo para o programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae/MS e pela Prefeitura Municipal, e que contará com o envolvimento de todo […]

  6. […] Econômico da Agricultura Familiar do município. O evento faz parte das ações do programa Cidade Empreendedora e contou com a colaboração de 60 pessoas, entre empresários, líderes de entidades locais, […]

  7. […] evento integra o Cidade Empreendedora, programa desenvolvido pelo Sebrae com o objetivo de promover o desenvolvimento local por meio de […]

  8. […] às 19 horas, na Câmara Municipal (Rua Marciana Costa Lemos, 64, Vila Santos Dumond), o programa Cidade Empreendedora, que tem como objetivo promover o desenvolvimento local por meio de um trabalho conjunto que […]

  9. […] 25 de outubro, o curso “Gestão de Marketing Intermediário”. O evento faz parte do programa Cidade Empreendedora e acontece das 19 às 23 horas, na Prefeitura Municipal (R. Appa, Vila do Prata, Nº 120, […]

  10. […] trabalhado em Bodoquena na última sexta-feira (21), durante a oficina do Mapa de Oportunidades do Cidade Empreendedora, programa elaborado pelo Sebrae/MS e Prefeitura Municipal para estimular a economia local. A ação […]

  11. […] oficialmente à população na noite desta quinta-feira (20), em evento na Câmara Municipal, o Cidade Empreendedora, elaborado pela instituição de apoio aos pequenos negócios, e realizado em conjunto com a […]

  12. […] prioritário a ser trabalhado até o final de 2019 no município de Jardim por meio de ações do Cidade Empreendedora. A dinâmica contou com a presença de representantes das secretarias municipais, instituições […]

  13. […] terça-feira (18), em evento realizado no Centro de Convenções Oswaldo Fernandes Monteiro, o Cidade Empreendedora, programa elaborado pela instituição de apoio aos pequenos negócios, e realizado em conjunto com […]

  14. […] a ser trabalhado até o fim do próximo ano no município de Maracaju por meio de ações do Cidade Empreendedora, programa elaborado pelo Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura para estimular o desenvolvimento […]

  15. […] desta terça-feira (11), em evento aberto à população na Câmara Municipal de Vereadores, o Cidade Empreendedora, programa elaborado pela instituição de apoio aos pequenos negócios com foco em melhorar eixos […]

  16. […] nos dias 18 e 20 de setembro, respectivamente, às 19 horas, para toda a população, o programa Cidade Empreendedora, que tem como objetivo promover o desenvolvimento local, por meio de um trabalho conjunto para […]

  17. […] dos setores de Comércio e Serviços do município. O evento faz parte das ações do programa Cidade Empreendedora, e contou com a colaboração de representantes do Executivo Municipal, Legislativo Municipal, […]

  18. […] iniciativa faz parte das ações do Cidade Empreendedora, programa desenvolvido pelo Sebrae para atuar junto a prefeituras municipais em oito pontos-chave […]

  19. […] do setor de licitações e contratos administrativos de sete municípios que aderiram ao programa Cidade Empreendedora (Bataguassu, Bodoquena, Chapadão do Sul, Figueirão, Maracaju, Ribas e Sidrolândia) participam a […]

  20. […] oficial em Sidrolândia e a oficina que apontou rumos para as frentes de trabalho do programa, o Cidade Empreendedora continua a promover ações que representam a base para o processo de desenvolvimento […]

  21. […] lançam no dia 11 de setembro, terça-feira, às 19 horas, para toda a população, o programa Cidade Empreendedora. O evento será realizado na Câmara Municipal de Vereadores (Rua Francisco Marcondes, […]

  22. […] para o setor de Comércio e Serviços do município. O evento faz parte das ações do programa Cidade Empreendedora e acontece a partir das 18h30, no Centro de Convivência da Melhor Idade (Av. Goiás, 200), com a […]




Deixe seu Comentário