Empreendedorismo

27 fevereiro, 2012 • Empreendedorismo, Liderança e Pessoas

Como dar feedback corretamente aos seus funcionários

Ao contrário do que muitos pensam, dar feedback não é criticar, vai muito além disso. No caso das empresas, é o ato de dar um retorno ao seu funcionário sobre alguma atitude ou situação específica ou do trabalho em geral, com a intenção de ajudá-lo a melhorar seu desempenho.

Segundo gerente de uma grande rede de lojas de departamento, Valdeir Andrade, ambos ganham com o feedback: “O funcionário é beneficiado já que tem a oportunidade de melhorar suas deficiências e a empresa ganha um funcionário muito mais alinhado com o perfil e objetivos dela.”

Mas para que o feedback seja realmente eficaz e ajude seu funcionário a alcançar os objetivos é necessário saber fazê-lo corretamente. Siga estas dicas e use mais esta ferramenta em prol do desenvolvimento da sua empresa:

1 – Para começar, você deve estar realmente ciente de que as conclusões que tirou condizem com a verdade. Basear o feedback em exemplos e dados estatísticos ajudam seu funcionário a absorver melhor as informações.

2 – É preciso também que seu funcionário esteja aberto a receber o feedback. Uma forma interessante de conseguir esta abertura é explicar para toda a equipe o que é, para que serve e como funciona.

3 – Você deve estar aberto a receber feedbacks dos seus funcionários. Sua reação ao receber o retorno de seus funcionários irá espelhar a reação que eles terão.

4 – Cuidado com as palavras. Se o feedback for para corrigir ou alinhar alguma atitude, evite julgar o funcionário ou suas atitudes, rótulos então nem pensar. Faça apenas a descrição do que aconteceu e identifique o comportamento a ser melhorado.

5 – Seja breve, objetivo e claro. Rodeios sobre o assunto podem deixar o funcionário tenso e atrapalhar o andamento da conversa.

6 – Ao final certifique-se que o receptor entendeu sua mensagem.  E não se esqueça de abrir espaço para que o funcionário também fale e exponha suas opiniões.

7 – Lembre-se também do feedback positivo. É através dele que as atitudes, escolhas e resultados positivos do funcionário deve ser ressaltado para que ele saiba o que está dando certo e por qual caminho seguir.

8 – Se o feedback for bem dado, seus funcionários vão perceber sua importância e passar a pedir para seus superiores com frequência. Esteja sempre pronto para fornecer estas repostas quando for solicitado.

9 – Dê feedbacks regularmente. Se você demorar muito, o acúmulo de coisas pode prejudicar sua eficiência.

Estação Sebrae On-line
Bárbara Vitoriano

Ao contrário do que muitos pensam, dar feedback não é criticar, vai muito além disso. No caso das empresas, é o ato de dar um retorno ao seu funcionário sobre alguma atitude ou situação específica ou do trabalho em geral, com a intenção de ajudá-lo a melhorar seu desempenho.

Segundo gerente de uma grande rede de lojas de departamento, Valdeir Andrade, ambos ganham com o feedback: “O funcionário é beneficiado já que tem a oportunidade de melhorar suas deficiências e a empresa ganha um funcionário muito mais alinhado com o perfil e objetivos dela.”

Mas para que o feedback seja realmente eficaz e ajude seu funcionário a alcançar os objetivos é necessário saber fazê-lo corretamente. Siga estas dicas e use mais esta ferramenta em prol do desenvolvimento da sua empresa:

1 – Para começar, você deve estar realmente ciente de que as conclusões que tirou condizem com a verdade. Basear o feedback em exemplos e dados estatísticos ajudam seu funcionário a absorver melhor as informações.

2 – É preciso também que seu funcionário esteja aberto a receber o feedback. Uma forma interessante de conseguir esta abertura é explicar para toda a equipe o que é, para que serve e como funciona.

3 – Você deve estar aberto a receber feedbacks dos seus funcionários. Sua reação ao receber o retorno de seus funcionários irá espelhar a reação que eles terão.

4 – Cuidado com as palavras. Se o feedback for para corrigir ou alinhar alguma atitude, evite julgar o funcionário ou suas atitudes, rótulos então nem pensar. Faça apenas a descrição do que aconteceu e identifique o comportamento a ser melhorado.

5 – Seja breve, objetivo e claro. Rodeios sobre o assunto podem deixar o funcionário tenso e atrapalhar o andamento da conversa.

6 – Ao final certifique-se que o receptor entendeu sua mensagem.  E não se esqueça de abrir espaço para que o funcionário também fale e exponha suas opiniões.

7 – Lembre-se também do feedback positivo. É através dele que as atitudes, escolhas e resultados positivos do funcionário deve ser ressaltado para que ele saiba o que está dando certo e por qual caminho seguir.

8 – Se o feedback for bem dado, seus funcionários vão perceber sua importância e passar a pedir para seus superiores com frequência. Esteja sempre pronto para fornecer estas repostas quando for solicitado.

9 – Dê feedbacks regularmente. Se você demorar muito, o acúmulo de coisas pode prejudicar sua eficiência.

Estação Sebrae On-line
Bárbara Vitoriano


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário