Empreendedorismo

04 janeiro, 2021 • Empreendedorismo

Jogar para empreender: conheça 4 jogos que desenvolvem habilidades empreendedoras

Que atire o primeiro dado ou carta de baralho quem nunca ouviu (ou falou) a expressão “sorte no amor, azar no jogo”. A ideia central é a de que tudo é questão de azar ou sorte para vencer, mas a verdade é que muitos jogos dependem também de estratégia, gestão, agilidade de raciocínio e criatividade.

Se você é empreendedor, essas quatro últimas palavras já te são familiares, certo? E é isso mesmo: jogar e empreender têm muitas coisas em comum. Inclusive, é possível aprender a ser um empreendedor melhor exercitando habilidades durante algumas partidas.

Selecionamos 4 jogos que, além de divertir, ajudam a trabalhar competências e colaboram com o seu crescimento como empreendedor. Confira!

Monopoly – Banco Imobiliário

Antes de explicar o funcionamento do jogo propriamente dito, precisamos esclarecer que o jogo foi lançado com o nome “Monopoly” na época da Grande Depressão dos EUA, inclusive foi criado por Charles Darrow, que perdeu o emprego por causa da crise, com a ideia de fazer com que as pessoas vissem o que havia de errado com o sistema econômico, como uma forma de crítica ao capitalismo mesmo.

No Brasil, o jogo foi lançado com o nome Banco Imobiliário, em uma parceria da Hasbro, dona do jogo, com a empresa de brinquedos Estrela. Essa parceria já não existe mais, então é possível encontrar nas lojas tanto o jogo Banco Imobiliário quanto o Monopoly.

Esse jogo de tabuleiro deve ser jogado em pelo menos duas pessoas, que disputam o título de magnatas dos negócios imobiliários. Para conquistá-lo são necessários muita atenção, investimentos, negociações, saber lidar com situações imprevisíveis e raciocínio rápido para a tomada de decisões estratégicas.

É possível encontrar a versão Original (que traz as ruas de São Paulo e do Rio de Janeiro, assim como as companhias de aviação, navegação e outras), o Banco Imobiliário Brasil (que traz diversos pontos turísticos brasileiros, como o Pelourinho, o Cristo Redentor e o Palácio do Planalto, por exemplo), o Banco Imobiliário Retrô (edição comemorativa dos 80 anos do jogo) e o Banco imobiliário Junior (versão voltada para crianças).

SimCity e Township

Lançado em 1989, SimCity é uma série de jogos de computador de simulação cujo intuito é fazer você criar, organizar, controlar e gerenciar uma cidade do zero. Você é o prefeito da cidade e deve inserir zonas de indústrias, comércio e residências, criar impostos, decidir até sobre o plantio de árvores. A ideia é fazer a gestão da sua cidade para que ela não vá a falência ou que um desastre natural a destrua.

O modelo e a metodologia do jogo ajudam a desenvolver seu lado analítico, pesquisar e pensar em que e onde investir, o que fará mais sentido para melhorar a qualidade de vida da população, e entender a importância de um bom planejamento.

Também foram criados os jogos SimEarth, onde é possível controlar um planeta; SimFarm, no qual se controla uma fazenda; e SimAnt, cuja função é controlar um formigueiro. Esse último chegou a ser considerado “o melhor programa de simulação” em 1992.

Já Township é um aplicativo e, apesar de muito parecido com o SimCity no ponto de vista de objetivo, que é fazer você criar, comandar e gerenciar uma cidade, aqui existe também uma fazenda, além de ser graficamente diferente e sua jogabilidade ser mais simples e fácil.

Cashflow

Cashflow é um jogo criado por Robert Kiyosaki, escritor do famoso livro ‘Pai Rico Pai Pobre’ e autor de outros mais de 20 livros. Tanto no livro como no jogo, Robert traz uma crítica em relação ao modo como as pessoas trabalham.

O jogo também é conhecido como Corrida de Ratos, um termo utilizado para descrever aqueles que trabalham muito e nunca chegam a lugar algum. E isso pode ser por vários motivos, seja porque não está focado, ou porque buscam uma recompensa que não existe.

O tabuleiro do jogo possui um caminho normal por onde você deve passar, mas também tem uma roda, a da corrida dos ratos. E é ela que você deve evitar a todo custo. Você começa tendo um emprego, como todo mundo, mas à medida que o jogo vai avançando, surgem oportunidades para fazer investimentos e adquirir patrimônios e bens. Cada uma dessas oportunidades traz riscos, mas você deverá decidir se quer correr eles ou não.

Uma das grandes lições do jogo é que ele ensina a importância de procurar alternativas, assim você não optar pelo mais fácil e sim pelo que vai trazer mais e maiores benefícios.

Que atire o primeiro dado ou carta de baralho quem nunca ouviu (ou falou) a expressão “sorte no amor, azar no jogo”. A ideia central é a de que tudo é questão de azar ou sorte para vencer, mas a verdade é que muitos jogos dependem também de estratégia, gestão, agilidade de raciocínio e criatividade.

Se você é empreendedor, essas quatro últimas palavras já te são familiares, certo? E é isso mesmo: jogar e empreender têm muitas coisas em comum. Inclusive, é possível aprender a ser um empreendedor melhor exercitando habilidades durante algumas partidas.

Selecionamos 4 jogos que, além de divertir, ajudam a trabalhar competências e colaboram com o seu crescimento como empreendedor. Confira!

Monopoly – Banco Imobiliário

Antes de explicar o funcionamento do jogo propriamente dito, precisamos esclarecer que o jogo foi lançado com o nome “Monopoly” na época da Grande Depressão dos EUA, inclusive foi criado por Charles Darrow, que perdeu o emprego por causa da crise, com a ideia de fazer com que as pessoas vissem o que havia de errado com o sistema econômico, como uma forma de crítica ao capitalismo mesmo.

No Brasil, o jogo foi lançado com o nome Banco Imobiliário, em uma parceria da Hasbro, dona do jogo, com a empresa de brinquedos Estrela. Essa parceria já não existe mais, então é possível encontrar nas lojas tanto o jogo Banco Imobiliário quanto o Monopoly.

Esse jogo de tabuleiro deve ser jogado em pelo menos duas pessoas, que disputam o título de magnatas dos negócios imobiliários. Para conquistá-lo são necessários muita atenção, investimentos, negociações, saber lidar com situações imprevisíveis e raciocínio rápido para a tomada de decisões estratégicas.

É possível encontrar a versão Original (que traz as ruas de São Paulo e do Rio de Janeiro, assim como as companhias de aviação, navegação e outras), o Banco Imobiliário Brasil (que traz diversos pontos turísticos brasileiros, como o Pelourinho, o Cristo Redentor e o Palácio do Planalto, por exemplo), o Banco Imobiliário Retrô (edição comemorativa dos 80 anos do jogo) e o Banco imobiliário Junior (versão voltada para crianças).

SimCity e Township

Lançado em 1989, SimCity é uma série de jogos de computador de simulação cujo intuito é fazer você criar, organizar, controlar e gerenciar uma cidade do zero. Você é o prefeito da cidade e deve inserir zonas de indústrias, comércio e residências, criar impostos, decidir até sobre o plantio de árvores. A ideia é fazer a gestão da sua cidade para que ela não vá a falência ou que um desastre natural a destrua.

O modelo e a metodologia do jogo ajudam a desenvolver seu lado analítico, pesquisar e pensar em que e onde investir, o que fará mais sentido para melhorar a qualidade de vida da população, e entender a importância de um bom planejamento.

Também foram criados os jogos SimEarth, onde é possível controlar um planeta; SimFarm, no qual se controla uma fazenda; e SimAnt, cuja função é controlar um formigueiro. Esse último chegou a ser considerado “o melhor programa de simulação” em 1992.

Já Township é um aplicativo e, apesar de muito parecido com o SimCity no ponto de vista de objetivo, que é fazer você criar, comandar e gerenciar uma cidade, aqui existe também uma fazenda, além de ser graficamente diferente e sua jogabilidade ser mais simples e fácil.

Cashflow

Cashflow é um jogo criado por Robert Kiyosaki, escritor do famoso livro ‘Pai Rico Pai Pobre’ e autor de outros mais de 20 livros. Tanto no livro como no jogo, Robert traz uma crítica em relação ao modo como as pessoas trabalham.

O jogo também é conhecido como Corrida de Ratos, um termo utilizado para descrever aqueles que trabalham muito e nunca chegam a lugar algum. E isso pode ser por vários motivos, seja porque não está focado, ou porque buscam uma recompensa que não existe.

O tabuleiro do jogo possui um caminho normal por onde você deve passar, mas também tem uma roda, a da corrida dos ratos. E é ela que você deve evitar a todo custo. Você começa tendo um emprego, como todo mundo, mas à medida que o jogo vai avançando, surgem oportunidades para fazer investimentos e adquirir patrimônios e bens. Cada uma dessas oportunidades traz riscos, mas você deverá decidir se quer correr eles ou não.

Uma das grandes lições do jogo é que ele ensina a importância de procurar alternativas, assim você não optar pelo mais fácil e sim pelo que vai trazer mais e maiores benefícios.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário