Dicas de Empreendedorismo

Mitos e crenças sobre formação de preço

saleQuantas vezes você já deixou de fechar um negócio por causa do preço? Mas não é o preço em si que impede que uma venda seja feita. Quando o negócio deixa de acontecer por causa do preço, é porque o cliente acha que o valor atribuído ao produto ou serviço não vale o benefício que espera dela.

Um exemplo claro disso é o preço de uma latinha de refrigerante, que pode custar de um real, num supermercado, até três e cinquenta, em um restaurante de luxo. O que faz a diferença entre esses dois preços? É que, no restaurante, o ambiente e os serviços agregados aumentam o seu valor a ponto de que o cliente acha normal pagar o preço cobrado. É o que chamamos de valor agregado.

Como os varejistas são também prestadores de serviços, a qualidade e a forma como desempenham essa atividade faz toda a diferença na hora de definir o preço de seus produtos e serviços.

Confira alguns mitos e crenças sobre a formação de preços:

1. Os preços são os que motivam a compra
Nem sempre! Preço é importante, mas não é o único fator que o cliente leva em conta na hora de comprar. Elementos como marca, atendimento, garantias, embalagem, tempo de entrega, etc., também são levados em conta.

2. Praticar o preço mais baixo é melhor para o meu negócio.
Mito! Nem todo o cliente está atrás do preço. Qualidade do produto, do atendimento e outros fatores podem também definir uma venda. Se este for o caso de seus clientes, suba um pouco o preço de suas mercadorias. Mesmo se as vendas caírem um pouco, podem ser compensadas por uma margem de lucro maior.

3. O lucro está no preço
Em parte. O lucro pode estar no equilíbrio entre o preço e o volume de vendas feitas. Um preço menor pode gerar maior volume de vendas e acabar dando mais lucro do que um produto que tem preço mais alto, mas que, em compensação, vende menos.

Treinamento

Quer saber mais? Participe da orientação do Sebrae/MS “Meu preço está certo? Estou tendo lucro?” e aprenda a calcular o preço de venda de seu serviço ou produto.

Conteúdo:

– O que é um bom preço de venda?
– Você sabia que toda empresa tem dois preços?
– Dicas de como fazer um gerenciamento constante.
– Como calcular o preço? Onde está a dificuldade?
– O que é necessário para gerar lucro?
– Na prática: calculando o preço de venda.

Confira a agenda no site do Sebrae e faça sua inscrição. É gratuito!

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.







Um Comentário

  1. […] precisam de alternativas para se manter na ativa. Iniciativas que promovem conforto e otimização de custos na cadeia produtiva são alguns pontos a serem considerados, mas listamos outros exemplos de empresas e práticas que […]




Deixe seu Comentário