Dicas de Empreendedorismo

Qual é a cor certa para a sua empresa?

A imagem visual de uma empresa e de uma marca é tão importante quanto o desenvolvimento do negócio. É preciso entender muito bem o espírito do negócio e do público-alvo para traduzí-lo em imagens que irão representar a empresa. “É a identidade visual que irá ajudar a fixar a marca na memória das pessoas”, explica o consultor Luiz Lopes, da agência de comunicação empresarial Vision Online. Parceira do projeto Extreme Makeover, a Vision está cuidando da reformulação do site e do logotipo da agência de ecoturismo DNAventura, uma das participantes do projeto.
O logotipo é apenas a parte mais evidente deste trabalho, mas a identidade completa é construída por elementos que vão desde as cores, a tipologia e os tipos de linhas até texturas, sons e cheiros que seu produto ou loja possam ter.

E tão importante quanto ter uma identidade visual coerente e bem definida é padronizá-la – a identidade deve ser a mesma desde a fachada da sede até a ilustração dos cartões de visita, passando pelo layout do site, pela customização dos perfis das redes sociais e por anúncios, panfletos informativos e todo tipo de material promocional, seja ele um banner de rua ou uma caneta.

Para começar qualquer tentativa, Lopes destaca a importância de escolher a cor certa: é ela que está na base de tudo. “Cada marca deve ter um motivo para escolher a sua cor”, diz ele, ressaltando diversos estudos que definem a sensação que cada cor provoca nas pessoas.

No Brasil, o assunto foi aprofundado pelo pesquisador Modesto Farina, autor do livro “A Psicodinâmica das Cores em Comunicação”. Veja as principais palavras associadas a cada cor:

Azul – É a cor dita como preferida pela maioria das pessoas no mundo. Sua ligação natural a elementos como céu e mar conferem a ela serenidade e universalidade. Está ligada a temas como confiança, responsabilidade e segurança, além de tranqüilidade.

Vermelho – Força, sensualidade, paixão, perigo, agressividade: sempre temas fortes. Estudos indicam, inclusive, que a visão da cor estimula reações cerebrais e corporais, como a aceleração dos batimentos cardíacos e da respiração.

Verde Saúde, natureza e riqueza são temas frequentemente relacionados ao verde.

Amarelo O amarelo é universalmente associado a um elemento forte: o sol. Por isso é vinculado a sensações como calor, alegria, otimismo e claridade.

Laranja – Uma cor bastante viva e em certo aspecto até infantil – é a preferida de muitas crianças. Remete a exuberância, diversão e vitalidade.

Roxo – Dosa a força e a paixão do vermelho com a tranqüilidade do azul. Vincula-se a temas como sofisticação, espiritualidade, dignidade e mistério.

Rosa – Sim, o rosa é naturalmente feminino. Mas seu impacto varia bastante conforme a tonalidade: tons mais fortes de rosa evocam diversão, juventude e energia. Já os mais claros têm um ar romântico e suave.

Marrom Pode ser ligado a simplicidade, durabilidade e estabilidade, mas só se for muito bem usado. Seu uso é pouco recomendado na publicidade, já que é muito associado à sujeira e negatividade.

Preto – Ao mesmo tempo em que é uma cor extremamente negativa, vinculada a temas como a morte, é também clássica e forte. Bem usada, carrega seriedade, poder, sofisticação, elegância e sedução.

Branco – Uma cor clean e básica. Remete à simplicidade, clareza e pureza.

Na dúvida, vale sempre ver e se espelhar no que as grandes empresas estão fazendo – a conclusão pode ser surpreendente. A comunidade virtual COLOURlovers fez isso, literalmente: reuniu os logotipos das 100 maiores empresas da internet e os separou por grupos de cor. E a liderança ficou com o azul, seguido do vermelho. Veja como ficou o trabalho deles:

Fonte: Blog Extreme Make Over.

A imagem visual de uma empresa e de uma marca é tão importante quanto o desenvolvimento do negócio. É preciso entender muito bem o espírito do negócio e do público-alvo para traduzí-lo em imagens que irão representar a empresa. “É a identidade visual que irá ajudar a fixar a marca na memória das pessoas”, explica o consultor Luiz Lopes, da agência de comunicação empresarial Vision Online. Parceira do projeto Extreme Makeover, a Vision está cuidando da reformulação do site e do logotipo da agência de ecoturismo DNAventura, uma das participantes do projeto.
O logotipo é apenas a parte mais evidente deste trabalho, mas a identidade completa é construída por elementos que vão desde as cores, a tipologia e os tipos de linhas até texturas, sons e cheiros que seu produto ou loja possam ter.

E tão importante quanto ter uma identidade visual coerente e bem definida é padronizá-la – a identidade deve ser a mesma desde a fachada da sede até a ilustração dos cartões de visita, passando pelo layout do site, pela customização dos perfis das redes sociais e por anúncios, panfletos informativos e todo tipo de material promocional, seja ele um banner de rua ou uma caneta.

Para começar qualquer tentativa, Lopes destaca a importância de escolher a cor certa: é ela que está na base de tudo. “Cada marca deve ter um motivo para escolher a sua cor”, diz ele, ressaltando diversos estudos que definem a sensação que cada cor provoca nas pessoas.

No Brasil, o assunto foi aprofundado pelo pesquisador Modesto Farina, autor do livro “A Psicodinâmica das Cores em Comunicação”. Veja as principais palavras associadas a cada cor:

Azul – É a cor dita como preferida pela maioria das pessoas no mundo. Sua ligação natural a elementos como céu e mar conferem a ela serenidade e universalidade. Está ligada a temas como confiança, responsabilidade e segurança, além de tranqüilidade.

Vermelho – Força, sensualidade, paixão, perigo, agressividade: sempre temas fortes. Estudos indicam, inclusive, que a visão da cor estimula reações cerebrais e corporais, como a aceleração dos batimentos cardíacos e da respiração.

Verde Saúde, natureza e riqueza são temas frequentemente relacionados ao verde.

Amarelo O amarelo é universalmente associado a um elemento forte: o sol. Por isso é vinculado a sensações como calor, alegria, otimismo e claridade.

Laranja – Uma cor bastante viva e em certo aspecto até infantil – é a preferida de muitas crianças. Remete a exuberância, diversão e vitalidade.

Roxo – Dosa a força e a paixão do vermelho com a tranqüilidade do azul. Vincula-se a temas como sofisticação, espiritualidade, dignidade e mistério.

Rosa – Sim, o rosa é naturalmente feminino. Mas seu impacto varia bastante conforme a tonalidade: tons mais fortes de rosa evocam diversão, juventude e energia. Já os mais claros têm um ar romântico e suave.

Marrom Pode ser ligado a simplicidade, durabilidade e estabilidade, mas só se for muito bem usado. Seu uso é pouco recomendado na publicidade, já que é muito associado à sujeira e negatividade.

Preto – Ao mesmo tempo em que é uma cor extremamente negativa, vinculada a temas como a morte, é também clássica e forte. Bem usada, carrega seriedade, poder, sofisticação, elegância e sedução.

Branco – Uma cor clean e básica. Remete à simplicidade, clareza e pureza.

Na dúvida, vale sempre ver e se espelhar no que as grandes empresas estão fazendo – a conclusão pode ser surpreendente. A comunidade virtual COLOURlovers fez isso, literalmente: reuniu os logotipos das 100 maiores empresas da internet e os separou por grupos de cor. E a liderança ficou com o azul, seguido do vermelho. Veja como ficou o trabalho deles:

Fonte: Blog Extreme Make Over.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário