Dicas de Empreendedorismo

23 janeiro, 2018 • Dicas de Empreendedorismo

15 termos em inglês que todo mundo fala e você (ainda) não sabe o que significam


Que cada profissão e ramo de atividade tem sua linguagem própria, não é novidade. Quem já não ficou confuso com os termos super técnicos do médico durante uma consulta; ou não ficou perdido numa conversa com advogados falando o famoso juridiquês?

Fato é que o mundo dos negócios e do empreendedorismo também tem seus termos e expressões que só entende quem é da área. E, como entender alguns “business jargon” (ou jargões empresariais) são fundamentais para uma comunicação eficiente no dia a dia e em reuniões estratégicas de negócio, separamos as expressões mais comuns, traduzindo-as e explicando seu significado. Confira:

  1. ROI (Return on Investiment): a sigla significa “retorno sobre investimento” e trata-se de um indicador que mostra quanto dinheiro a empresa está ganhando (ou perdendo) com cada investimento realizado.

 

  1. Budget: o termo da língua inglesa significa “orçamento”. No “budget” de uma empresa são inseridas variáveis de custos, receitas e despesas, definindo um plano de contas.

 

  1. Market trends: a expressão se refere às tendências de mercado que a empresa deve estudar e avaliar para definir seu plano de negócios e estratégias.

 

  1. Stakeholder: a tradução livre das duas palavras que formam essa expressão significa “parte interessada”. Diz respeito às pessoas impactadas por um negócio: sócios, clientes, acionistas, funcionários, entre outros.

 

  1. Spin-off: é o termo utilizado para designar aquilo que foi derivado de algo já desenvolvido ou pesquisado anteriormente. É um negócio que surge de um outro já existente.

 

  1. Deadline: é a expressão em inglês para dizer o prazo final ou máximo para a entrega de determinada atividade ou trabalho.

 

  1. Forecast: a tradução da palavra é “previsão”, e pode representar a previsão da empresa para gastos, vendas, contratações, lucro, entre outros.

 

  1. Briefing: sem uma tradução literal para a palavra, significa o conjunto de dados e informações que vão dar suporte e para a criação e desenvolvimento de determinado trabalho ou atividade.

 

  1. Brainstorm: expressão inglesa formada pela junção das palavras “brain”, que significa cérebro, intelecto, e “storm”, que significa tempestade. A “tempestade de ideias” é uma metodologia que reúne várias pessoas para lançar ideias aleatórias sobre determinado assunto, a fim de encontrar uma ideia ou uma solução válida para um problema ou situação.

 

  1. Pitch: sem levar em consideração sua tradução literal, é um discurso breve e objetivo sobre a natureza de um produto ou serviço feito pelo empreendedor, geralmente para convencer investidores sobre o potencial do seu negócio.

 

  1. Feedback: quando se fala em dar um retorno para alguém sobre algum trabalho realizado, fala-se em dar “feedback”. O feedback do gestor para o funcionário – avaliando suas ações positivas e propondo melhorias – é uma maneira de manter colaboradores engajados e produtivos.

 

  1. Turnover: a melhor tradução para a expressão é “rotatividade de pessoal”. No contexto de Gestão de Pessoas, está relacionada com a saída e contratação de funcionários.

 

  1. Benchmarking: Método de comparação de serviços, produtos e práticas que buscam superar a concorrência e aprimorar as funções e processos de uma empresa.

 

  1. CRM (Customer Relationship Management): traduzindo para o português, é a Gestão de Relacionamento com o Cliente, um conjunto de ferramentas que visam criar e manter um bom relacionamento com o consumidor.

 

  1. Know-how: a tradução livre das duas palavras é “saber como” e diz-se da expertise de alguém sobre como fazer alguma coisa. Ou seja, conhecimento adquirido com vivências e experiência em determinada área.

 

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário