Mercado e Vendas

21 dezembro, 2015 • Mercado e Vendas

Como evitar o desperdício de energia

SustentabilidadeO desperdício de energia elétrica é a relação entre o que a empresa consome para realizar suas operações e o quanto deste consumo não gera produto ou serviço para a empresa. Esta diferença exerce um impacto negativo para os negócios e para o meio ambiente.

Uma das maneiras de reduzir este o impacto é evitar a perda de energia. O mapeamento da empresa é o primeiro passo para propor soluções que reduzam o desperdício. O consultor do Sebrae-MS, engenheiro eletricista Izrail Alves, explica que primeiro se identifica a situação da empresa, em que são analisados o tipo de instalação elétrica, a manutenção e o estado dos equipamentos. “Após esta análise, se estabelece um plano de ação e as prioridades para a empresa naquele momento. Importante destacar que o diagnóstico depende da atividade da empresa e se indústria ou de serviço”.

A demanda de empresas interessadas em buscar soluções contra o desperdício aumentou muito neste ano, informa o analista técnico do Sebrae-MS, Vitor Faria. “Por meio da clínica de eficiência energética, disponibilizamos uma consultoria na área em que são fornecidos conceitos básicos sobre eficiência energética e orientação dos tipos de equipamentos que o empresário pode utilizar.”

Em alguns casos, a redução chega a 60% do consumo de energia elétrica. “Esta análise de eficiência energética é necessária para que o empresário constate que ao fazer a troca de equipamentos, por mais que tenha um custo inicial, o impacto reflete diretamente na economia dos gastos diários”, detalha Izrail.

 Produção de energia- Após a realização do mapeamento de eficiência energética, a empresa ainda pode buscar produzir parte ou totalmente sua energia por meio da instalação de um sistema conectado à rede com placas fotovoltaicas.

A sul-mato-grossense Nexsolar fornece e instala os equipamentos para produção de energia fotovoltaica, uma das primeiras no país a trabalhar com kits individuais. “Cada kit produz 80 Kw e é composto por duas placas fotovoltaicas e um micro inversor, o que permite iniciar a produção gradativa de energia”, explica Felipe de Oliveira, sócio da Nexsolar.

O kit custa em média R$ 6.680,00 sendo o tempo de retorno deste tipo de investimento de 5 a 7 anos. Felipe explica que o equipamento tem garantia de 15 anos e vida útil de produção de energia entre 25 e 30 anos. “O sistema é conectado à rede e permite a geração de créditos de energia, isto é, durante o dia ocorre a produção e o excedente é disponibilizado para a rede local”.

A Cartilha de Gestão Sustentável nas Empresas da série Sustentabilidade nos Pequenos Negócios está disponível no Portal Sustentabilidade do Sebrae.

Fonte: Jornal Conexão Sebrae Ed. 85

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.







Comentários

  1. Na atual situação, é essencial preservar energia




Deixe seu Comentário