Marketing e Vendas

22 maio, 2020 • Marketing e Vendas

Conheça o potencial do mercado da terceira idade

Envelhecer é um fato. Apesar de surgirem a todo momento métodos para atrasar esse processo natural, a idade chegará para todos nós. E dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que em 2025 o Brasil terá cerca de 32 milhões de idosos, representando 30% da população. Reforçando a ideia de que a evolução constante da medicina – permitindo o aumento a expectativa de vida – e o desenvolvimento de novas tecnologias oferecem alternativas de ocupação no mercado de trabalho e colocam a terceira idade como forte público consumidor.

tercer

Outra projeção interessante é do estudo da PwC Brasil, que demonstra que o processo de envelhecimento da população está acelerando. Em 11 anos, a população idosa brasileira será maior do que de crianças com menos de 10 anos. E o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) aponta que, em 2060, um cada três brasileiros será idoso.

Pensando em todos esses números, surge o questionamento: o mercado atual encara os idosos como um potencial público consumidor? Neste post vamos juntos entender um pouco mais sobre o universo de consumo da terceira idade.

Trabalho na terceira idade

Antes de aprofundarmos na temática do mercado consumidor, é importante lembrar que os idosos também são uma crescente força de trabalho. Já que o Ipea aponta que até 2040 metade da força de trabalho no Brasil terá mais de 50 anos.

E o estudo Towards a Longevity Dividend afirma que existe uma relação direta entre longevidade e produtividade no trabalho nos idosos. A conclusão é que pessoas que já passaram por várias fases da vida e não gastam tempo criando filhos ou buscando formação acabam sendo mais comprometidas com o trabalho, além de mais rápidas e seguras para tomar decisões.

Porém sem encontrar espaço no mercado de trabalho, o empreendedorismo acaba sendo uma opção. A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor realizada no Brasil pelo Sebrae mostra que a proporção de donos de negócio com 65 anos ou mais é 7% do total no Brasil. Apesar de ser um número tímido, há muito espaço para que ele aumente com o passar dos anos.

Comportamento de consumo na terceira idade

O relatório Consumer Generations, da Tetra Pak, mostra que o poder de compra das pessoas acima de 60 anos deve superar os 30 trilhões de reais em todo mundo este ano. E se engana quem pensa que este público está fora da internet. Nos últimos 4 anos, aumentaram as pesquisas nas buscas do Google relacionadas ao envelhecimento, demonstrando um aumento de 13% ao ano.

Esta faixa etária da população tende a estar mais conectada à internet e redes sociais, consumindo mais informações, serviços e produtos. O que exige das empresas e marcas uma atenção especial para atender, também, a terceira idade.

Interesse em moda, perfumaria e cosméticos

Agora falando sobre o comportamento de consumo da terceira idade, a pesquisa Mercado Consumidor 50+ mostra que 45% dos idosos se identifica com o segmento de medicamentos, mas há 5% que sentem identificação com o setor de moda e vestuário. Demonstrando uma lacuna nesse mercado, que tem como principal foco o público mais jovem.

Sessenta por cento das mulheres idosas se mostram insatisfeitas por não serem representadas no mercado de beleza e sentem dificuldade em encontrar produtos elaborados especialmente para elas. É o que aponta a pesquisa  Beleza na Terceira Idade, conduzida pelo Mundo do Marketing, em parceria com a Reds e eCGlobal.

Cases de empresas com foco no público idoso

Eu Vô

É um tipo de Uber para atender o público idoso e pessoas com mobilidade reduzida criado em São Carlos (SP), os motoristas recebem treinamento gerontológico e em primeiros socorros. O objetivo da empresa é dar autonomia e qualidade de vida para estas pessoas, para que elas não se isolem.

Internacional School of Game (ISGame)

Criou o Serious Game, um programa para estimular a atividade cognitiva das pessoas na terceira idade por meio de cursos para que possam desenvolver games para celular. Os participantes também têm a possibilidade de se tornarem professores dentro do projeto, conseguindo uma renda extra.

B-Active

Franquia de academias voltadas para o público da terceira idade. Além de oferecer os  serviços de academia em si, a B-Active também disponibiliza ginástica funcional em conjunto com o tratamento fisioterapêutico.

Envelhecer é um fato. Apesar de surgirem a todo momento métodos para atrasar esse processo natural, a idade chegará para todos nós. E dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que em 2025 o Brasil terá cerca de 32 milhões de idosos, representando 30% da população. Reforçando a ideia de que a evolução constante da medicina – permitindo o aumento a expectativa de vida – e o desenvolvimento de novas tecnologias oferecem alternativas de ocupação no mercado de trabalho e colocam a terceira idade como forte público consumidor.

tercer

Outra projeção interessante é do estudo da PwC Brasil, que demonstra que o processo de envelhecimento da população está acelerando. Em 11 anos, a população idosa brasileira será maior do que de crianças com menos de 10 anos. E o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) aponta que, em 2060, um cada três brasileiros será idoso.

Pensando em todos esses números, surge o questionamento: o mercado atual encara os idosos como um potencial público consumidor? Neste post vamos juntos entender um pouco mais sobre o universo de consumo da terceira idade.

Trabalho na terceira idade

Antes de aprofundarmos na temática do mercado consumidor, é importante lembrar que os idosos também são uma crescente força de trabalho. Já que o Ipea aponta que até 2040 metade da força de trabalho no Brasil terá mais de 50 anos.

E o estudo Towards a Longevity Dividend afirma que existe uma relação direta entre longevidade e produtividade no trabalho nos idosos. A conclusão é que pessoas que já passaram por várias fases da vida e não gastam tempo criando filhos ou buscando formação acabam sendo mais comprometidas com o trabalho, além de mais rápidas e seguras para tomar decisões.

Porém sem encontrar espaço no mercado de trabalho, o empreendedorismo acaba sendo uma opção. A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor realizada no Brasil pelo Sebrae mostra que a proporção de donos de negócio com 65 anos ou mais é 7% do total no Brasil. Apesar de ser um número tímido, há muito espaço para que ele aumente com o passar dos anos.

Comportamento de consumo na terceira idade

O relatório Consumer Generations, da Tetra Pak, mostra que o poder de compra das pessoas acima de 60 anos deve superar os 30 trilhões de reais em todo mundo este ano. E se engana quem pensa que este público está fora da internet. Nos últimos 4 anos, aumentaram as pesquisas nas buscas do Google relacionadas ao envelhecimento, demonstrando um aumento de 13% ao ano.

Esta faixa etária da população tende a estar mais conectada à internet e redes sociais, consumindo mais informações, serviços e produtos. O que exige das empresas e marcas uma atenção especial para atender, também, a terceira idade.

Interesse em moda, perfumaria e cosméticos

Agora falando sobre o comportamento de consumo da terceira idade, a pesquisa Mercado Consumidor 50+ mostra que 45% dos idosos se identifica com o segmento de medicamentos, mas há 5% que sentem identificação com o setor de moda e vestuário. Demonstrando uma lacuna nesse mercado, que tem como principal foco o público mais jovem.

Sessenta por cento das mulheres idosas se mostram insatisfeitas por não serem representadas no mercado de beleza e sentem dificuldade em encontrar produtos elaborados especialmente para elas. É o que aponta a pesquisa  Beleza na Terceira Idade, conduzida pelo Mundo do Marketing, em parceria com a Reds e eCGlobal.

Cases de empresas com foco no público idoso

Eu Vô

É um tipo de Uber para atender o público idoso e pessoas com mobilidade reduzida criado em São Carlos (SP), os motoristas recebem treinamento gerontológico e em primeiros socorros. O objetivo da empresa é dar autonomia e qualidade de vida para estas pessoas, para que elas não se isolem.

Internacional School of Game (ISGame)

Criou o Serious Game, um programa para estimular a atividade cognitiva das pessoas na terceira idade por meio de cursos para que possam desenvolver games para celular. Os participantes também têm a possibilidade de se tornarem professores dentro do projeto, conseguindo uma renda extra.

B-Active

Franquia de academias voltadas para o público da terceira idade. Além de oferecer os  serviços de academia em si, a B-Active também disponibiliza ginástica funcional em conjunto com o tratamento fisioterapêutico.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário