Planejamento Estratégico

12 abril, 2021 • Planejamento Estratégico

Como fazer uma análise de riscos do negócio antes de investir?

Independente da área de atuação da sua empresa, é fundamental fazer uma análise de riscos antes de iniciar os seus investimentos. Isso vai assegurar que tudo saia como planejado e com baixo risco de haver algum problema. Esse processo faz parte de um bom planejamento estratégico, essencial para iniciar seu negócio.

Os riscos existem em qualquer projeto, e é por isso que uma boa gestão precisa estar ciente e atenta aos cuidados a serem tomados. Crise econômica, inovações tecnológicas, aumento de concorrência, estagnação ou retração no setor e até mesmo a atual crise que vivenciamos por conta da pandemia mundial: todos esses são fatores que podem representar riscos à empresa. Uma análise focada na prevenção é a melhor escolha para evitar situações inesperadas e crises internas.

Análise de documentos com dados e informações para prever riscos no negócio.

Como identificar problemas e gerir os riscos da empresa?

Antes de tudo, é preciso identificar quais são os riscos a que seu negócio está sujeito. Quando você analisa todas as possibilidades, podem surgir diversos desafios a serem enfrentados e, com precaução, se torna muito mais fácil entendê-los e superá-los. Existem ferramentas estratégicas que te ajudam a identificar estes riscos:

1- Análise SWOT: essa ferramenta analisa forças, oportunidades, fraquezas e ameaças de sua empresa. É uma ótima forma de entender todo o funcionamento do seu plano de negócio e explorar os riscos e possibilidades de melhoria.

2- Diagrama de causa e efeito: é um gráfico que ajuda a identificar a raiz dos problemas da sua empresa. Auxilia a organizar o raciocínio a respeito dos problemas e riscos do negócio.

3 – Matriz Gut: ajuda a priorizar tarefas, organizar o fluxo de trabalho e avaliar a urgência dentro dos seus processos. É uma ferramenta bastante visual e analisa os desafios conforme: Gravidade, Urgência e Tendência.

4 – Planejamento: além das ferramentas citadas, é preciso ter um bom planejamento estratégico, no qual sejam analisados todos os problemas e riscos, todas as possibilidades e as principais previsões para o negócio. Isso ajuda a ter uma gestão sem crises.

5 – Use uma boa ferramenta de gestão: existem diversos softwares que podem ajudar na análise de riscos do seu negócio com precisão, já que sempre existe a possibilidade de falha humana. Busque saber e conhecer quais são as melhores opções para você.

Depois de identificar o problema, é importante se planejar para seguir em constante análise, monitorando os seus resultados. Avalie os efeitos positivos e negativos, quais problemas surgiram no caminho e entenda por que eles aconteceram. Dessa forma, você tem total controle da situação da sua empresa!

5 estratégias para lidar com os riscos do seu negócio

Após a identificação, existem cinco tipos de estratégias para lidar com os riscos: aceitar, evitar, transferir, mitigar e explorar. Conheça cada uma delas:

Aceitar riscos

Quando você aceita os riscos, entende que apenas trabalhará neles depois que já tiverem acontecido. Normalmente, usa-se essa estratégia para os riscos de menor grau, já que não causam um impacto tão significativo no fim das contas.

Evitar riscos

Ao contrário da aceitação, essa estratégia visa evitar que os riscos se concretizem quando eles se mostram iminentes. Quando os riscos são detectados, é preciso mudar o planejamento para se adequar à situação e não deixar que eles aconteçam.

Transferir riscos

Diversas empresas utilizam essa estratégia, que consiste em transferir os riscos do negócio para terceiros. Isso pode ocorrer quando se trabalha em um projeto que envolve diferentes partes. Como resultado, a outra parte se responsabiliza por erros, atrasos, falhas e acidentes.

Mitigar riscos

Aqui são aplicados esforços para se reduzir o grau de risco. Nem sempre será possível identificar o problema e evitar completamente os riscos, mas com essa estratégia pode-se minimizar seus efeitos. É uma boa alternativa quando não se pode alterar completamente os riscos do seu negócio.

Explorar riscos

É utilizada quando existe possibilidade de um impacto positivo proveniente dos riscos analisados. Neste caso, são feitos esforços para que este risco se concretize para que a empresa possa aproveitar ao máximo as oportunidades que ele oferece.

Agora que você já sabe da importância de se fazer uma análise de riscos do seu negócio, aproveite para estudar mais sobre empreendedorismo com o Sebrae. Acesse nosso material exclusivo:

Como validar minha ideia e construir um Modelo de Negócio? (Videoaula + Template de Canvas)

Independente da área de atuação da sua empresa, é fundamental fazer uma análise de riscos antes de iniciar os seus investimentos. Isso vai assegurar que tudo saia como planejado e com baixo risco de haver algum problema. Esse processo faz parte de um bom planejamento estratégico, essencial para iniciar seu negócio.

Os riscos existem em qualquer projeto, e é por isso que uma boa gestão precisa estar ciente e atenta aos cuidados a serem tomados. Crise econômica, inovações tecnológicas, aumento de concorrência, estagnação ou retração no setor e até mesmo a atual crise que vivenciamos por conta da pandemia mundial: todos esses são fatores que podem representar riscos à empresa. Uma análise focada na prevenção é a melhor escolha para evitar situações inesperadas e crises internas.

Análise de documentos com dados e informações para prever riscos no negócio.

Como identificar problemas e gerir os riscos da empresa?

Antes de tudo, é preciso identificar quais são os riscos a que seu negócio está sujeito. Quando você analisa todas as possibilidades, podem surgir diversos desafios a serem enfrentados e, com precaução, se torna muito mais fácil entendê-los e superá-los. Existem ferramentas estratégicas que te ajudam a identificar estes riscos:

1- Análise SWOT: essa ferramenta analisa forças, oportunidades, fraquezas e ameaças de sua empresa. É uma ótima forma de entender todo o funcionamento do seu plano de negócio e explorar os riscos e possibilidades de melhoria.

2- Diagrama de causa e efeito: é um gráfico que ajuda a identificar a raiz dos problemas da sua empresa. Auxilia a organizar o raciocínio a respeito dos problemas e riscos do negócio.

3 – Matriz Gut: ajuda a priorizar tarefas, organizar o fluxo de trabalho e avaliar a urgência dentro dos seus processos. É uma ferramenta bastante visual e analisa os desafios conforme: Gravidade, Urgência e Tendência.

4 – Planejamento: além das ferramentas citadas, é preciso ter um bom planejamento estratégico, no qual sejam analisados todos os problemas e riscos, todas as possibilidades e as principais previsões para o negócio. Isso ajuda a ter uma gestão sem crises.

5 – Use uma boa ferramenta de gestão: existem diversos softwares que podem ajudar na análise de riscos do seu negócio com precisão, já que sempre existe a possibilidade de falha humana. Busque saber e conhecer quais são as melhores opções para você.

Depois de identificar o problema, é importante se planejar para seguir em constante análise, monitorando os seus resultados. Avalie os efeitos positivos e negativos, quais problemas surgiram no caminho e entenda por que eles aconteceram. Dessa forma, você tem total controle da situação da sua empresa!

5 estratégias para lidar com os riscos do seu negócio

Após a identificação, existem cinco tipos de estratégias para lidar com os riscos: aceitar, evitar, transferir, mitigar e explorar. Conheça cada uma delas:

Aceitar riscos

Quando você aceita os riscos, entende que apenas trabalhará neles depois que já tiverem acontecido. Normalmente, usa-se essa estratégia para os riscos de menor grau, já que não causam um impacto tão significativo no fim das contas.

Evitar riscos

Ao contrário da aceitação, essa estratégia visa evitar que os riscos se concretizem quando eles se mostram iminentes. Quando os riscos são detectados, é preciso mudar o planejamento para se adequar à situação e não deixar que eles aconteçam.

Transferir riscos

Diversas empresas utilizam essa estratégia, que consiste em transferir os riscos do negócio para terceiros. Isso pode ocorrer quando se trabalha em um projeto que envolve diferentes partes. Como resultado, a outra parte se responsabiliza por erros, atrasos, falhas e acidentes.

Mitigar riscos

Aqui são aplicados esforços para se reduzir o grau de risco. Nem sempre será possível identificar o problema e evitar completamente os riscos, mas com essa estratégia pode-se minimizar seus efeitos. É uma boa alternativa quando não se pode alterar completamente os riscos do seu negócio.

Explorar riscos

É utilizada quando existe possibilidade de um impacto positivo proveniente dos riscos analisados. Neste caso, são feitos esforços para que este risco se concretize para que a empresa possa aproveitar ao máximo as oportunidades que ele oferece.

Agora que você já sabe da importância de se fazer uma análise de riscos do seu negócio, aproveite para estudar mais sobre empreendedorismo com o Sebrae. Acesse nosso material exclusivo:

Como validar minha ideia e construir um Modelo de Negócio? (Videoaula + Template de Canvas)


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário