Destaque

O seu negócio está pronto para o delivery?

Você que tem um negócio na área de alimentação ou de serviços, já pensou em oferecer o serviço delivery? As empresárias Simony Zárate e Silvia Bochnia, do foodtruck No Francês decidiram investir no mercado de delivery.

O motivo? Facilitar a vida do cliente.

O seu negócio está pronto para o _delivery_?

“Além de oferecer comodidade aos cliente, a ideia era aumentar as vendas em dias de chuva”, explica Silvia, que já identificava no comportamento dos clientes uma brecha para implementar o serviço delivery. “Nosso cliente já fazia o “drive thru”, passava para pegar o lanche e levar para casa”, comenta.

Ainda novo no delivery, o foodtruck que vende sanduíches elaborados em pão francês iniciou suas entregas no início de fevereiro de 2017: “Estamos iniciando na proposta, mas já percebemos uma melhora sensível em dias de chuva”.

Em que devo pensar antes de decidir fazer entregas?

Quando questionada sobre um ponto negativo sobre o delivery, Silvia comenta que todo cuidado é pouco na hora de manter a qualidade do produto. “Por se tratar de pão de massa fresca e sequinha, o lanche acaba chegando um pouco mais úmido”. É importante pensar em como o produto se comporta com o tempo de viagem, pois realmente alguns alimentos perdem a qualidade consideravelmente quando entregues por delivery. No entanto, esses problemas podem ser resolvidos ou minimizados com pequenos ajustes na embalagem ou até no armazenamento durante a entrega. Por isso, conhecer o seu produto é fundamental.

É claro que, antes de entrar de cabeça no mercado de entregas, é preciso avaliar se a ideia é viável para o seu negócio. No início, é interessante restringir o raio de entregas para não correr o risco de assumir mais pedidos do que se pode dar conta. Com entregas reduzidas, o custo de investimento inicial é baixo e é uma oportunidade para testar se vale a pena aumentar o raio de entregas em um futuro próximo. O planejamento, nesse momento, é crucial!

O delivery deu certo!

O delivery, por enquanto, não exigiu uma grande mudança de gestão ou um grande investimento para as donas do No Francês: “de início não houve muita diferença em gestão, até porque os volumes são tímidos ainda. Investimento apenas nas mochilas de moto entrega, ou seja, bem baixo”. E o saldo final é positivo: “os clientes, antigos e novos, se sentem privilegiados”, comenta Silvia.

Apesar de pensarmos apenas em alimentos quando falamos em delivery, serviços de pequenos reparos ou serviços estéticos também podem ser oferecidos nesta modalidade. Fornecer opção para que os clientes possam ser atendidos de maneira mais cômoda pode ser um grande passo a favor do aumento dos seus lucros!

“Além de oferecer comodidade aos cliente, a ideia era aumentar as vendas em dias de chuva”

Se você pensa em investir nesse mercado, mas quer a ajuda de um especialista, saiba que os consultores do Sebrae estão à disposição para te ajudar no seu negócio.

 


Que bom tê-lo como leitor do blog do Sebrae MS!
Tem interesse em saber mais sobre as nossas consultorias?

Clique aqui!







Deixe seu Comentário