Dicas de Empreendedorismo

Matemarketing: acompanhando os números da sua empresa de perto

Você também pode ouvir este conteúdo clicando aqui!

 

Investir em marketing é fundamental para um negócio ter visibilidade e começar a dar frutos. Mas ninguém quer investir dinheiro em um plano de marketing que não gera os resultados esperados, não é mesmo?. Pensando nisso, foi desenvolvido o matemarketing, uma modalidade na qual a agência de marketing estará tão empenhada quanto você para trazer resultados ao seu negócio. Álvaro Vasques da OPT3 e Kenneth Corrêa do Grupo WTW se juntaram para falar um pouco sobre o assunto e explicar como essa modalidade de marketing pode ajudar a colocar o seu negócio no topo.

O que é o matemarketing?

Álvaro explica que o matemarketing está relacionado com o mapeamento de dados para a formação de indicadores de performance.

“São métricas que, quando combinadas, ficam auto-interpretadas, ou seja, se auto explicam e geram insights valiosíssimos para os negócios”, explica.

O termo matemarketing foi amplamente divulgado na área de educação, mas Kenneth conta que ele não se restringe à apenas essa área.

“Trabalhamos com mais intensidade na área de educação porque é uma área na qual temos longa experiência e também porque é um setor que possui baixa maturidade nos processos de gestão de marketing. Porém, o marketing orientado a resultados pode ser aplicado a qualquer segmento que possua um mercado: produtos, fornecedores e clientes”, esclarece.

Como o matemarketing é aplicado?

Para o matemarketing funcionar, é preciso que algumas métricas sejam estipuladas para que existam dados a serem monitorados. Álvaro determina que, antes de qualquer coisa, é preciso saber quais são os objetivos do negócio.

“Costumo fazer uma analogia usando a figura de uma caravela ou barco à vela, onde o dono do negócio é o comandante e diz onde quer chegar, nós só posicionamos as velas para o melhor vento, possibilitando assim, atingir o objetivo em menor tempo”, compara.

No cenário ideal, a agência e o cliente trabalham em conjunto para construir as métricas a serem utilizadas.

“Quando o cliente tem seus objetivos de negócio e, mais especificamente, os objetivos de marketing definidos, nós vamos usar nossa experiência para identificar os melhores indicadores para medir todos estes objetivos. Então, vamos procurar quais as fontes de informação, ou seja, se temos planilhas, sistemas ou ferramentas que estejam medindo estes números com confiabilidade e baixa margem de erro”, esclarece Kenneth.

Em média, são escolhidos de um a três indicadores para serem acompanhados mais de perto, que são os chamados Key Performance Indicators (KPIs). Tendo esses indicadores definidos, a agência organiza os dados, faz um compilado com as informações e elabora planilhas e painéis de resultado, enquanto o cliente consegue ter acesso a esses dados para acompanhar o desempenho de sua empresa em tempo real.

Como definir a meta da minha empresa?

E quando uma empresa ainda não tem um objetivo de negócio ou de marketing definido? O primeiro passo é pensar na meta como empresa e, quais indicadores pode utilizar para medir o quão longe ou perto está desta meta.

“A meta é um número que você quer atingir. Sempre um número, medido com base em um indicador. O indicador é a forma objetiva de medirmos algo, ou seja, puxar os objetivos e projetos estratégicos da empresa e tentar procurar um indicador que nos ajude a medir se aquele objetivo está sendo atingido ou se aquele projeto vai ser concluído. Portanto, qualquer projeto ou objetivo de uma empresa pode ser transformado em um número”, defende Kenneth.

Case de sucesso

Álvaro conta um exemplo bem-sucedido de aplicação do matemarketing e como a visibilidade de dados pode influenciar e melhorar o seu negócio: “um case interessante foi de uma empresa de educação a distância, onde se acreditava que 30% das vendas tinha influência direta ou indireta do callcenter. As ações do callcenter foram mapeadas, coletamos dados por um mês e identificamos que ele participava, na realidade, de 80% das vendas, de forma direta e indireta. Com essa informação e a oportunidade clara de aumento de receita, o callcenter triplicou de tamanho e consequentemente a receita aumentou”.

Sua empresa está tendo visibilidade suficiente de dados importantes para que seu objetivo seja alcançado? Se a resposta para essa pergunta for diferente de um “com certeza”, talvez esteja na hora de investir no matemarketing! E saiba que, para o que for preciso, os consultores do Sebrae estão à disposição para ajudar o seu empreendimento.


Que bom tê-lo como leitor do blog do Sebrae MS!
Tem interesse em saber mais sobre as nossas consultorias?

Clique aqui!







Deixe seu Comentário