Casos de Sucesso

01 dezembro, 2021 • Casos de Sucesso

Parceria com órgãos públicos: saiba como a Fast Compras aproveitou esta oportunidade.

O espírito empreendedor sempre esteve presente na vida de Juliano Vezentin. Ele, que hoje está à frente da Fast Compras, de Chapadão do Sul (MS), começou cedo no empreendedorismo. Ele iniciou sua carreira trabalhando no negócio da família – ficou responsável pelo supermercado do pai até os 18 anos de idade:

“Trabalhei como funcionário no supermercado, onde ouvi uma frase que mudou minha vida: ‘Nunca trabalhe para ninguém e tente sempre ser seu patrão’. Dos 18 aos 19 trabalhei muito para o escritório de uma fazenda que ficava a 120 km da minha cidade. Dava meu melhor sempre, até o dia que o proprietário da fazenda me humilhou, e fui dispensado da empresa. Neste momento coloquei na cabeça que não poderia ir contra a mensagem de meu pai. E resolvi virar meu chefe”.

A partir daí, Juliano resolveu seguir sua vocação e empreender. Com esta motivação, ele abriu o negócio no qual trabalha até hoje: a Fast Compras, empresa especializada em produtos e serviços de informática.

“Meu primeiro investimento foi uma locadora de videogame, que meu tio me ajudou a comprar, negociando o parcelamento dos produtos iniciais. Passados alguns anos, em 2007, abri minha empresa de venda de computadores. Sentia que na cidade havia muita dificuldade de comprar computadores. Minha ideia inicial era negociar porta a porta. Após 1 ano negociando e enchendo meu quarto de mercadorias, resolvi abrir uma loja física. Meu primeiro grande investimento. Uma loja linda e muito bem iluminada. Cheia de produtos e prestamos assistência técnica em computadores. Um sucesso total a inauguração. Em menos de 1 ano saímos de loja nova e sem prestígio para vir a ser a melhor loja de informática da cidade”.

Juliano continua contando: “Os anos se passaram e sempre procurando trocar os móveis por melhores, atualizando sempre nossas linhas de produtos. Mudando de endereço 3 vezes na cidade, sempre buscando locais melhores, maiores e mais bem localizados. Hoje temos 14 anos de empresa, dos quais 13 conquistando prêmios locais de melhor loja de informática”.

Expansão: ampliando o seu mercado

A empresa começou a atender a prefeitura como forma de expandir os seus negócios na região. Juliano conta que, no início, acreditava que atuar junto a órgãos públicos seria complicado. Mas, com o passar do tempo e ganhando experiência no assunto, ele entendeu que era um processo muito mais simples do que imaginava:

“Em 2015, nossa loja já atendia praticamente toda a cidade, sempre focando em empresas, atuando com 80% dos clientes sendo pessoas jurídicas, sem nunca deixar de atender o saldo de pessoas físicas. Dentro da cidade estava difícil receber novos clientes, por isso começamos a buscar um novo público em cidade vizinhas. O e-commerce não era tão forte, da forma como vemos hoje”, conta.

“Como oferecemos assistência técnica e tivemos funcionários provenientes de órgãos do governo, surgiu a possibilidade de procurar atender a prefeitura da cidade. Vender para prefeitura era considerado algo complicadíssimo, poucas empresas conseguem se adaptar para atendê-las. Com muito estudo e sempre procurando saber como esse trabalho realmente funcionava, percebi que não era um bicho de 7 cabeças. Para quem tem uma empresa em dia com suas obrigações, é possível. Começamos prestando serviços de recarga de toner e cartucho de tinta na prefeitura local. Hoje atendemos muitas cidades e fazemos questão de atuar em nosso município”.

Após anos trabalhando com licitações, o empreendedor ganhou expertise no caso. Juliano estudou a legislação para entender e agir da melhor forma. Ele explica que, ainda assim, existem alguns desafios em atuar com órgãos públicos:

“Atuamos muitos anos em licitações presenciais, onde sempre procuramos atender da melhor forma o órgão procurado. Após a pandemia, vimos migrar muitos processos de licitação de presencial para eletrônico. Isso acaba dificultando o processo. Não temos como nos comunicar com os pregoeiros para questionar qualidade de produtos ou se o nosso produto atende todas as especificações. Além disso, existe a concorrência nacional, já que qualquer empresa no Brasil pode concorrer com nossa”, explica. “Como animal de barriga cheia não caça, começamos a procurar fornecedores novos e tentar fechar parcerias para podermos manter a saúde de nossas vendas. Vender para prefeitura é difícil, mas necessário para uma empresa que está em uma cidade de 30 mil habitantes, neste atual cenário de e-commerce”.

O trabalho junto ao Sebrae: otimização dos processos

Juliano sempre gostou de estudar sua área e o mercado de atuação do seu negócio, para otimizar sua gestão. Com este intuito, ele buscou o Sebrae para se especializar e melhorar os processos da sua empresa.

“Sempre busquei leituras e cursos. Todo empresário tem que fazer isto. Saber vender produtos é, de certa forma, fácil. Saber gerir e administrar é a cereja do bolo do negócio. Leia boas histórias reais, procure conversar com quem venceu na vida, troque experiências com outros empresários e muito importante se profissionalize. Costumo dizer que cursar faculdade de administração lhe trará linhas no curriculum. Mas o grande aprendizado que temos vem do dia a dia, da rotina na empresa e com auxílio de cursos e consultorias in loco. Sempre contei com o Sebrae para melhorar meu desempenho, aproveitando todos os cursos, palestras e material promocional que me eram oferecidos”.

Juliano complementa: “Esse apoio é muito importante. Os fatores que chamaram a minha atenção foram o baixo custo de investimento ou até nenhum investimento para angariar boas informações e dicas de qualidade. Outro ponto interessante é o treinamento da equipe. Todo empresário tem que estar atualizado e bem atento a sua empresa. Porém ninguém consegue estar ou fazer tudo ao mesmo tempo. Aí que entra a gestão da equipe. Um time bem treinado e capacitado tende a gerar bons frutos para a empresa. Neste sentido, o Sebrae oferece experiências muito frutíferas”, elogia.

Sobre o futuro, Juliano conta que tem planos de expansão e de melhorias para o seu negócio, e já pensa em botar em prática os aprendizados que teve com as consultorias do Sebrae e suas vivências: “Hoje cremos que estamos muito próximos do limite de nosso atual cenário estrutural. Já vemos necessidade de ampliar a área de atuação. Estamos procurando vários parceiros fabris ou importadores de produtos para comprar produtos em volume e tentar atender a lojistas de nosso estado. Queremos começar a distribuir produtos a vários lojistas. Acreditamos ser uma demanda necessária para a região e que, com certeza, vai ajudar muitas pessoas a começar ou melhorar seus negócios”, diz.

Expandir a área de atuação dos negócios é um movimento natural no empreendedorismo, e é muito importante para o crescimento da empresa. Para isso, é possível criar diversos tipos de estratégias, bem como se inserir no mercado internacional.

Quer saber mais sobre o tema e como pequenas empresas podem levar seus produtos e serviços para fora do Brasil? Acesse nosso conteúdo exclusivo para entender!

LEIA: COMÉRCIO EXTERIOR PARA PEQUENOS NEGÓCIOS

O espírito empreendedor sempre esteve presente na vida de Juliano Vezentin. Ele, que hoje está à frente da Fast Compras, de Chapadão do Sul (MS), começou cedo no empreendedorismo. Ele iniciou sua carreira trabalhando no negócio da família – ficou responsável pelo supermercado do pai até os 18 anos de idade:

“Trabalhei como funcionário no supermercado, onde ouvi uma frase que mudou minha vida: ‘Nunca trabalhe para ninguém e tente sempre ser seu patrão’. Dos 18 aos 19 trabalhei muito para o escritório de uma fazenda que ficava a 120 km da minha cidade. Dava meu melhor sempre, até o dia que o proprietário da fazenda me humilhou, e fui dispensado da empresa. Neste momento coloquei na cabeça que não poderia ir contra a mensagem de meu pai. E resolvi virar meu chefe”.

A partir daí, Juliano resolveu seguir sua vocação e empreender. Com esta motivação, ele abriu o negócio no qual trabalha até hoje: a Fast Compras, empresa especializada em produtos e serviços de informática.

“Meu primeiro investimento foi uma locadora de videogame, que meu tio me ajudou a comprar, negociando o parcelamento dos produtos iniciais. Passados alguns anos, em 2007, abri minha empresa de venda de computadores. Sentia que na cidade havia muita dificuldade de comprar computadores. Minha ideia inicial era negociar porta a porta. Após 1 ano negociando e enchendo meu quarto de mercadorias, resolvi abrir uma loja física. Meu primeiro grande investimento. Uma loja linda e muito bem iluminada. Cheia de produtos e prestamos assistência técnica em computadores. Um sucesso total a inauguração. Em menos de 1 ano saímos de loja nova e sem prestígio para vir a ser a melhor loja de informática da cidade”.

Juliano continua contando: “Os anos se passaram e sempre procurando trocar os móveis por melhores, atualizando sempre nossas linhas de produtos. Mudando de endereço 3 vezes na cidade, sempre buscando locais melhores, maiores e mais bem localizados. Hoje temos 14 anos de empresa, dos quais 13 conquistando prêmios locais de melhor loja de informática”.

Expansão: ampliando o seu mercado

A empresa começou a atender a prefeitura como forma de expandir os seus negócios na região. Juliano conta que, no início, acreditava que atuar junto a órgãos públicos seria complicado. Mas, com o passar do tempo e ganhando experiência no assunto, ele entendeu que era um processo muito mais simples do que imaginava:

“Em 2015, nossa loja já atendia praticamente toda a cidade, sempre focando em empresas, atuando com 80% dos clientes sendo pessoas jurídicas, sem nunca deixar de atender o saldo de pessoas físicas. Dentro da cidade estava difícil receber novos clientes, por isso começamos a buscar um novo público em cidade vizinhas. O e-commerce não era tão forte, da forma como vemos hoje”, conta.

“Como oferecemos assistência técnica e tivemos funcionários provenientes de órgãos do governo, surgiu a possibilidade de procurar atender a prefeitura da cidade. Vender para prefeitura era considerado algo complicadíssimo, poucas empresas conseguem se adaptar para atendê-las. Com muito estudo e sempre procurando saber como esse trabalho realmente funcionava, percebi que não era um bicho de 7 cabeças. Para quem tem uma empresa em dia com suas obrigações, é possível. Começamos prestando serviços de recarga de toner e cartucho de tinta na prefeitura local. Hoje atendemos muitas cidades e fazemos questão de atuar em nosso município”.

Após anos trabalhando com licitações, o empreendedor ganhou expertise no caso. Juliano estudou a legislação para entender e agir da melhor forma. Ele explica que, ainda assim, existem alguns desafios em atuar com órgãos públicos:

“Atuamos muitos anos em licitações presenciais, onde sempre procuramos atender da melhor forma o órgão procurado. Após a pandemia, vimos migrar muitos processos de licitação de presencial para eletrônico. Isso acaba dificultando o processo. Não temos como nos comunicar com os pregoeiros para questionar qualidade de produtos ou se o nosso produto atende todas as especificações. Além disso, existe a concorrência nacional, já que qualquer empresa no Brasil pode concorrer com nossa”, explica. “Como animal de barriga cheia não caça, começamos a procurar fornecedores novos e tentar fechar parcerias para podermos manter a saúde de nossas vendas. Vender para prefeitura é difícil, mas necessário para uma empresa que está em uma cidade de 30 mil habitantes, neste atual cenário de e-commerce”.

O trabalho junto ao Sebrae: otimização dos processos

Juliano sempre gostou de estudar sua área e o mercado de atuação do seu negócio, para otimizar sua gestão. Com este intuito, ele buscou o Sebrae para se especializar e melhorar os processos da sua empresa.

“Sempre busquei leituras e cursos. Todo empresário tem que fazer isto. Saber vender produtos é, de certa forma, fácil. Saber gerir e administrar é a cereja do bolo do negócio. Leia boas histórias reais, procure conversar com quem venceu na vida, troque experiências com outros empresários e muito importante se profissionalize. Costumo dizer que cursar faculdade de administração lhe trará linhas no curriculum. Mas o grande aprendizado que temos vem do dia a dia, da rotina na empresa e com auxílio de cursos e consultorias in loco. Sempre contei com o Sebrae para melhorar meu desempenho, aproveitando todos os cursos, palestras e material promocional que me eram oferecidos”.

Juliano complementa: “Esse apoio é muito importante. Os fatores que chamaram a minha atenção foram o baixo custo de investimento ou até nenhum investimento para angariar boas informações e dicas de qualidade. Outro ponto interessante é o treinamento da equipe. Todo empresário tem que estar atualizado e bem atento a sua empresa. Porém ninguém consegue estar ou fazer tudo ao mesmo tempo. Aí que entra a gestão da equipe. Um time bem treinado e capacitado tende a gerar bons frutos para a empresa. Neste sentido, o Sebrae oferece experiências muito frutíferas”, elogia.

Sobre o futuro, Juliano conta que tem planos de expansão e de melhorias para o seu negócio, e já pensa em botar em prática os aprendizados que teve com as consultorias do Sebrae e suas vivências: “Hoje cremos que estamos muito próximos do limite de nosso atual cenário estrutural. Já vemos necessidade de ampliar a área de atuação. Estamos procurando vários parceiros fabris ou importadores de produtos para comprar produtos em volume e tentar atender a lojistas de nosso estado. Queremos começar a distribuir produtos a vários lojistas. Acreditamos ser uma demanda necessária para a região e que, com certeza, vai ajudar muitas pessoas a começar ou melhorar seus negócios”, diz.

Expandir a área de atuação dos negócios é um movimento natural no empreendedorismo, e é muito importante para o crescimento da empresa. Para isso, é possível criar diversos tipos de estratégias, bem como se inserir no mercado internacional.

Quer saber mais sobre o tema e como pequenas empresas podem levar seus produtos e serviços para fora do Brasil? Acesse nosso conteúdo exclusivo para entender!

LEIA: COMÉRCIO EXTERIOR PARA PEQUENOS NEGÓCIOS


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário