Dicas de Empreendedorismo

Contratação de familiares e de amigos: o que pode influenciar na gestão de sua empresa?

Indicar colegas ou familiares para compor o quadro funcional é realidade comum entre pequenas empresas, principalmente nas que não possuem departamento de RH ou não contratam consultoria de recrutamento, na avaliação de especialistas.

Segundo a psicóloga Grazielle Mosena, Coordenadora de Recrutamento e Seleção da Tendência Informações e Sistemas, todo cuidado deve ser tomado quando o assunto é contratar, afinal, os futuros colaboradores devem ter princípios e valores próximos ao da empresa na qual trabalharão, já que influenciarão diretamente no crescimento, ou não, desta.

Grazielle explica que o fato de algumas empresas basearem parte de suas contratações em indicações, proporciona a vantagem de que os empregadores normalmente conhecem os funcionários e possuem confiança nas tarefas executadas por eles, existindo, paralelamente, um laço de afetividade. No entanto esta atitude pode também ocasionar uma contratação ruim.

“O assunto principal em torno desta atitude é que pode gerar desgaste nas interações profissionais por excesso de vínculo ou intimidade. Podendo ocorrer também, conflitos com outros colaboradores que se sintam ameaçados por essa proximidade”, destaca.

Patrão ou amigo

Esse foi o caso da empresária Renata dos Santos Araújo Carvalho, sócia proprietária da Carvalho Assessoria Condominial. De origem familiar, boa parte do processo de seleção da empresa é feito por indicação, e de início era dado preferência para contratação de familiares.

“Esta relação de contratar um parente teve um lado bom e o ruim. O bom foi que era mais fácil de se relacionar, mas a gestão começou a ficar difícil porque a intimidade passou a transcender o papel de patrão, deixando de lado o profissionalismo”, comenta Renata.

A empresária acreditava que o caso não se repetiria e contratou novamente outro parente. “Acabamos repetindo o mesmo erro, pois novamente não deu certo, hoje não tenho mais vontade para contratar parente, mas nós mesmos que ainda continuamos fazendo a seleção”, explica.

Grazielle reitera que a contratação feita de maneira criteriosa e eficaz, de familiares ou não, pode trazer benefícios, para isso, basta analisar todos os candidatos com o mesmo rigor e imparcialidade adequando-os para o melhor cargo e setor.

Fonte: Estação Sebrae Online

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário