Dicas de Empreendedorismo

Grandes idéias que aumentam as vendas

Pós-venda: um passo simples, mas de grande retorno

Darlan de Paula Profiro é gerente de vendas em uma concessionária de motos em Barra de São Francisco, ES. Ele realiza uma pós-venda constante da seguinte forma: após 15 dias da entrega da moto, o vendedor vai à casa do cliente ou liga para saber como está o grau de satisfação e se ele tem alguma indicação para dar. Depois de seis meses, é feito um novo contato para informar sobre a revisão gratuita.

Um mês antes de completar um ano da entrega, mais um contato, dessa vez, para informar sobre a segunda revisão gratuita e o término da garantia.“Além disso, todo os nossos vendedores ligam para seus clientes na data dos aniversários com o intuito de estreitar o relacionamento e fidelizá-los”, conta Darlan.
Antes de implantar esse simples sistema, Darlan era adepto da cultura de terminar a venda no momento em que recebia o pagamento. Com a pós-venda, ele conseguiu aumentar suas vendas em 30%, além de receber indicações que superaram suas expectativas.

Agregue valor ao seu produto e venda mais!
O vendedor Saulo Henrique Salto trabalha em um segmento complexo. Apesar de o seu produto estar sempre bem exposto no ponto-de-venda, ele percebeu a necessidade de tornar o Hooky – geladinho da Nestlé – ainda mais conhecido.
Para solucionar esse problema, ele criou uma ação muito divertida: um passeio de trenzinho. Durante um período estabelecido, a cada unidade adquirida, os consumidores do Hooky ganhavam um ingresso para passear de trenzinho pelas ruas da cidade de Porto Ferreira, SP.
Em virtude da expectativa do passeio, as vendas aumentaram 412%. O movimento foi intenso e muitos queriam participar. Saulo soube identificar o que realmente funcionava com seu público-alvo. “Consegui causar uma grande repercussão na pequena cidade”, conta o vendedor empolgado.

Prospecte e aumente seu faturamento!
José de Araújo Campos, de Varginha, MG, trabalha para uma empresa que procura saber o motivo de o cliente ou prospect não aceitar a visita de um vendedor, caso isso ocorra. Em determinada ocasião, José pegou um desses clientes e passou alguns dias pensando em como reverter a situação.
O tal cliente tinha uma loja de alinhamento e balanceamento de pneus. José foi até lá na condição de cliente, estacionou seu carro em um dos elevadores de veículo e falou para a recepcionista que gostaria de ser atendido pelo proprietário, que veio após alguma insistência.
Então, com muito tato, acabou descobrindo que o motivo era bem simples e resolveu prontamente as pendências antigas. Algumas semanas depois, já estavam realizando novos negócios. “Acabamos por nos tornar clientes mútuos”, conta José.

Vende…dor?
Percio de Almeida Diogo atuava como gerente de vendas e, em certa ocasião, tinha acabado de receber Carlão – um vendedor transferido de outra unidade e aparentemente fracassado. Contudo, algum tempo depois, os pedidos começaram a surgir. Para descobrir a estratégia dele, Diogo fez questão de acompanhá-lo em um de seus melhores clientes, o sr. Moreira.

Na saída, Diogo perguntou a Carlão qual era o motivo de ele ter uma relação tão próxima e afável com seu cliente. Carlão revelou que procurou saber do que o sr. Moreira gostava e acabou descobrindo que desde garoto ele ajudava o pai em sua farmácia e tinha sido estudante de medicina, mas teve de abandonar tudo. “Por isso tratei de conduzir nossas conversas para o campo das doenças. Conclusão: virei vende…dor e cliente/amigo do sr. Moreira”, revelou o persistente vendedor.

Assim como Carlão, pratique rapport, acompanhe a velocidade, movimentos, comportamento, postura e/ou forma de falar do cliente. Aja de maneira semelhante à dele e aumente suas chances de venda.

Grandes números
» 30 milhões
é o número de internautas que acessam serviços bancários, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Fonte: IDG Now
» 15 bilhões de dólares é o que a Petrobras investirá em projetos de petróleo no exterior para capturar a crescente demanda da Ásia e América do Sul.
Fonte: Gazeta Mercantil
» 40 bilhões de dólares é o que a cidade de Wuhan, capital da província de Hubei no centro do China, planeja investir para ampliar seu sistema de metrô.

Fonte: CRI Online
Por Redação VendaMais

Pós-venda: um passo simples, mas de grande retorno

Darlan de Paula Profiro é gerente de vendas em uma concessionária de motos em Barra de São Francisco, ES. Ele realiza uma pós-venda constante da seguinte forma: após 15 dias da entrega da moto, o vendedor vai à casa do cliente ou liga para saber como está o grau de satisfação e se ele tem alguma indicação para dar. Depois de seis meses, é feito um novo contato para informar sobre a revisão gratuita.

Um mês antes de completar um ano da entrega, mais um contato, dessa vez, para informar sobre a segunda revisão gratuita e o término da garantia.“Além disso, todo os nossos vendedores ligam para seus clientes na data dos aniversários com o intuito de estreitar o relacionamento e fidelizá-los”, conta Darlan.
Antes de implantar esse simples sistema, Darlan era adepto da cultura de terminar a venda no momento em que recebia o pagamento. Com a pós-venda, ele conseguiu aumentar suas vendas em 30%, além de receber indicações que superaram suas expectativas.

Agregue valor ao seu produto e venda mais!
O vendedor Saulo Henrique Salto trabalha em um segmento complexo. Apesar de o seu produto estar sempre bem exposto no ponto-de-venda, ele percebeu a necessidade de tornar o Hooky – geladinho da Nestlé – ainda mais conhecido.
Para solucionar esse problema, ele criou uma ação muito divertida: um passeio de trenzinho. Durante um período estabelecido, a cada unidade adquirida, os consumidores do Hooky ganhavam um ingresso para passear de trenzinho pelas ruas da cidade de Porto Ferreira, SP.
Em virtude da expectativa do passeio, as vendas aumentaram 412%. O movimento foi intenso e muitos queriam participar. Saulo soube identificar o que realmente funcionava com seu público-alvo. “Consegui causar uma grande repercussão na pequena cidade”, conta o vendedor empolgado.

Prospecte e aumente seu faturamento!
José de Araújo Campos, de Varginha, MG, trabalha para uma empresa que procura saber o motivo de o cliente ou prospect não aceitar a visita de um vendedor, caso isso ocorra. Em determinada ocasião, José pegou um desses clientes e passou alguns dias pensando em como reverter a situação.
O tal cliente tinha uma loja de alinhamento e balanceamento de pneus. José foi até lá na condição de cliente, estacionou seu carro em um dos elevadores de veículo e falou para a recepcionista que gostaria de ser atendido pelo proprietário, que veio após alguma insistência.
Então, com muito tato, acabou descobrindo que o motivo era bem simples e resolveu prontamente as pendências antigas. Algumas semanas depois, já estavam realizando novos negócios. “Acabamos por nos tornar clientes mútuos”, conta José.

Vende…dor?
Percio de Almeida Diogo atuava como gerente de vendas e, em certa ocasião, tinha acabado de receber Carlão – um vendedor transferido de outra unidade e aparentemente fracassado. Contudo, algum tempo depois, os pedidos começaram a surgir. Para descobrir a estratégia dele, Diogo fez questão de acompanhá-lo em um de seus melhores clientes, o sr. Moreira.

Na saída, Diogo perguntou a Carlão qual era o motivo de ele ter uma relação tão próxima e afável com seu cliente. Carlão revelou que procurou saber do que o sr. Moreira gostava e acabou descobrindo que desde garoto ele ajudava o pai em sua farmácia e tinha sido estudante de medicina, mas teve de abandonar tudo. “Por isso tratei de conduzir nossas conversas para o campo das doenças. Conclusão: virei vende…dor e cliente/amigo do sr. Moreira”, revelou o persistente vendedor.

Assim como Carlão, pratique rapport, acompanhe a velocidade, movimentos, comportamento, postura e/ou forma de falar do cliente. Aja de maneira semelhante à dele e aumente suas chances de venda.

Grandes números
» 30 milhões
é o número de internautas que acessam serviços bancários, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Fonte: IDG Now
» 15 bilhões de dólares é o que a Petrobras investirá em projetos de petróleo no exterior para capturar a crescente demanda da Ásia e América do Sul.
Fonte: Gazeta Mercantil
» 40 bilhões de dólares é o que a cidade de Wuhan, capital da província de Hubei no centro do China, planeja investir para ampliar seu sistema de metrô.

Fonte: CRI Online
Por Redação VendaMais


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário