Dicas de Empreendedorismo

Uma ideia basta para abrir uma empresa?

shutterstock_73674733Vivemos na Era da Informação, em que muitos dados e novos conhecimentos nos cercam por todos os lados. Desta forma, ter ideias é fácil, o problema acaba sendo na hora de capitalizá-la. Ou seja, mesmo tendo uma ideia ótima, são poucos os que conseguem passar para a próxima fase: implementar.

Isso porque a desaprovação é grande, e o medo de correr riscos toma conta quando o assunto é apostar em algo novo. Além disso, a sociedade cobra muito das pessoas mais ousadas. Por isso, o segredo do sucesso é saber moldar a ideia que temos a nosso favor, para assim abrir uma empresa.

O empresário deve, antes de tudo, construir seu modelo de negócio. E caso tenha dificuldades com uma visão mais aguçada para as inovações e as necessidades do mercado, o ideal é procurar uma ajudinha para enxergar os melhores caminhos. Visualizando meu Negócio no Papel é um dos cursos do Sebrae para quem tem uma boa ideia mas ainda tem o receio de colocá-la em prática.

Para o empresário, mestre em administração e consultor da empresa Galpão de Ideias, Clezio Amorim, o principal fator para um novo empreendimento é a atitude. “Vejo muitas ideias excelentes que ficaram no papel. Portanto, a atitude acaba sendo mais importante até mesmo do que o próprio conhecimento. Ou seja, conhecimento é importante, mas atitude é fundamental”, comenta Clezio.

Segundo ele, esse fator é responsável por mais de 50% do processo de transformar uma ideia criativa em uma ideia lucrativa. Mas o que temos que pensar é que uma ideia criativa é aquela que possui um olhar diferente para as coisas. Ela permite que você a transforme em inovação. Portanto, o que faz a diferença em uma ideia é a originalidade.

O consultor Clezio Amorim ainda acrescenta: “Todos nós somos criativos! Mas poucos de nós ESTAMOS criativos, porque não se permite desenvolver suas competências ou exercer o potencial inovador”.

O que se pode notar é que a maioria das ideias hoje estão vindo de Start Ups. Então aquela história de que inovação sai apenas de grandes empresas, não passa de um mito. “A pequena empresa precisa sair da zona de conforto. A minha dica é que se faça aquilo que te dá paixão. Pois, aquilo que faz teu olho brilhar, te fará pensar mais. E é isso que te leva para a criatividade: pensamento e sonhos. Se não sabe por onde começar, busque o início no impulso de um sonho”, comenta Amorim.

Inovar é algo simples e pode estar presente no dia a dia da sua empresa. Para facilitar esse processo, o Sebrae desenvolveu um programa gratuito: Agentes Locais de Inovação (ALI). Trazendo oportunidades e novas ferramentas para empresas inovarem, diferenciando-se da concorrência.

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário