Dicas de Empreendedorismo

23 janeiro, 2019 • Dicas de Empreendedorismo

Psicologia do checklist: para realizar grandes coisas, comece pelas pequenas

A lista de compras do mercado, dos itens para a mala da viagem, dos compromissos da segunda-feira corrida. Se você reparar, a gente faz checklist para muitas coisas. Geralmente, pequenos compromissos. Mas sabia que utilizando essa mesma metodologia de listar itens é possível atingir grandes metas?

De acordo com a psicóloga e consultora organizacional, Luciana Rezende, muitas pessoas têm dificuldades de atingir seus objetivos e alcançar seus sonhos porque ficam no campo da fantasia, da imaginação, acreditam que só querer é o suficiente para alcançar.

“Para realizar grandes coisas, é necessário desenvolver habilidades como organização, planejamento, foco, persistência e equilíbrio emocional. O checklist tem um mecanismo que te ajuda nesse processo”, explica.

Qual mecanismo seria esse, então?

Podemos dizer que esse mecanismo se divide em duas categorias. O primeiro é 100% biológico e tem nome: dopamina. Este é o segredo da psicologia do checklist: quando alcançamos pequenos sucessos, nosso cérebro libera dopamina, um neurotransmissor associado às sensações de prazer e motivação.

Riscar tarefas de um checklist libera pequenas quantidades de dopamina, o que nos faz permanecer motivados durante projetos e processos de longo prazo.

A segunda categoria deste mecanismo de recompensa é o que Luciana chama de “hábito de realização”. “A partir do momento que eu faço o checklist e percebo a minha capacidade de realizar aquilo que eu me propus, eu vou me sentindo mais seguro, apto e capaz de realizar cada vez mais”, defende.

Existe um jeito certo de usar o checklist?

Luciana Rezende
psicóloga e consultora organizacional

A resposta é: sim! Claro que cada um pode descobrir e desenvolver um jeito que acha melhor para trabalhar, mas, para ter resultados concretos e alcançar grandes objetivos, Luciana ensina uma metodologia e dá algumas dicas:

1º Coloque no papel seus objetivos da forma mais clara e definida possível.

2º Com a ideia geral, é hora de estabelecer tarefas pequenas e realizáveis. Essas metas devem ser “SMART”, sigla em inglês para:
Específicas
Quantificáveis
Alcançáveis
Realistas
Com Prazo Fixo

“Estabelecer algo muito grande e que não é fácil de ser alcançado é uma ótima forma de criar um plano de autofrustração, que é uma das razões de abandonarmos projetos no meio do caminho. Se eu começo fazendo o simples e realizo essa tarefa dentro de um curto prazo, vou me sentir motivado para dar o próximo passo. É importante celebrar cada pequena meta alcançada. Essa é a psicologia do checklist: acumular pequenas vitórias de curto prazo”, esclarece Luciana.

3º Faça uma análise do que foi realizado, do que não foi e quais foram as dificuldades que te impediram de cumprir tudo o que foi estabelecido. São fatores externos ou as metas estipuladas não eram possíveis?

“A gente recomenda que a lista tenha de 3 a 5 prioridades – por dia ou por semana – para que seja de fato possível realizar e seja um estímulo positivo. Não adianta fazer uma lista gigante sem um tempo hábil para cumpri-la”, afirma Luciana.

Tenho muitos sonhos, mas resistência ao checklist

Se você tem resistência ou não gosta de trabalhar com checklists, é importante entender essa aversão. Essa negativa pode ter inúmeras causas e que podem ser tratadas.

“Algumas pessoas têm dificuldade de estabelecer claramente os objetivos e trabalhar com persistência para que sejam alcançados, outras têm medo dos desafios porque não acreditam na sua capacidade de realizar. Tem também aqueles que acreditam que têm que realizar tudo que colocam no papel e, se for deixar de fazer alguma coisa, é melhor nem começar, nem tentar. Tem ainda aqueles que fazem um planejamento, mas falta intenção verdadeira, ou seja, estabelecem objetivos que são importantes para outras pessoas e não para ela”, enumera Luciana.

Como você pôde perceber, realizar tudo o que sonhamos, seja para nossa vida pessoal ou para nossa empresa, é possível e só depende de nós e da nossa equipe. Inspire-se nas dicas deste texto e, se precisar, conte com os consultores, cursos e apoio do Sebrae MS.

A lista de compras do mercado, dos itens para a mala da viagem, dos compromissos da segunda-feira corrida. Se você reparar, a gente faz checklist para muitas coisas. Geralmente, pequenos compromissos. Mas sabia que utilizando essa mesma metodologia de listar itens é possível atingir grandes metas?

De acordo com a psicóloga e consultora organizacional, Luciana Rezende, muitas pessoas têm dificuldades de atingir seus objetivos e alcançar seus sonhos porque ficam no campo da fantasia, da imaginação, acreditam que só querer é o suficiente para alcançar.

“Para realizar grandes coisas, é necessário desenvolver habilidades como organização, planejamento, foco, persistência e equilíbrio emocional. O checklist tem um mecanismo que te ajuda nesse processo”, explica.

Qual mecanismo seria esse, então?

Podemos dizer que esse mecanismo se divide em duas categorias. O primeiro é 100% biológico e tem nome: dopamina. Este é o segredo da psicologia do checklist: quando alcançamos pequenos sucessos, nosso cérebro libera dopamina, um neurotransmissor associado às sensações de prazer e motivação.

Riscar tarefas de um checklist libera pequenas quantidades de dopamina, o que nos faz permanecer motivados durante projetos e processos de longo prazo.

A segunda categoria deste mecanismo de recompensa é o que Luciana chama de “hábito de realização”. “A partir do momento que eu faço o checklist e percebo a minha capacidade de realizar aquilo que eu me propus, eu vou me sentindo mais seguro, apto e capaz de realizar cada vez mais”, defende.

Existe um jeito certo de usar o checklist?

Luciana Rezende
psicóloga e consultora organizacional

A resposta é: sim! Claro que cada um pode descobrir e desenvolver um jeito que acha melhor para trabalhar, mas, para ter resultados concretos e alcançar grandes objetivos, Luciana ensina uma metodologia e dá algumas dicas:

1º Coloque no papel seus objetivos da forma mais clara e definida possível.

2º Com a ideia geral, é hora de estabelecer tarefas pequenas e realizáveis. Essas metas devem ser “SMART”, sigla em inglês para:
Específicas
Quantificáveis
Alcançáveis
Realistas
Com Prazo Fixo

“Estabelecer algo muito grande e que não é fácil de ser alcançado é uma ótima forma de criar um plano de autofrustração, que é uma das razões de abandonarmos projetos no meio do caminho. Se eu começo fazendo o simples e realizo essa tarefa dentro de um curto prazo, vou me sentir motivado para dar o próximo passo. É importante celebrar cada pequena meta alcançada. Essa é a psicologia do checklist: acumular pequenas vitórias de curto prazo”, esclarece Luciana.

3º Faça uma análise do que foi realizado, do que não foi e quais foram as dificuldades que te impediram de cumprir tudo o que foi estabelecido. São fatores externos ou as metas estipuladas não eram possíveis?

“A gente recomenda que a lista tenha de 3 a 5 prioridades – por dia ou por semana – para que seja de fato possível realizar e seja um estímulo positivo. Não adianta fazer uma lista gigante sem um tempo hábil para cumpri-la”, afirma Luciana.

Tenho muitos sonhos, mas resistência ao checklist

Se você tem resistência ou não gosta de trabalhar com checklists, é importante entender essa aversão. Essa negativa pode ter inúmeras causas e que podem ser tratadas.

“Algumas pessoas têm dificuldade de estabelecer claramente os objetivos e trabalhar com persistência para que sejam alcançados, outras têm medo dos desafios porque não acreditam na sua capacidade de realizar. Tem também aqueles que acreditam que têm que realizar tudo que colocam no papel e, se for deixar de fazer alguma coisa, é melhor nem começar, nem tentar. Tem ainda aqueles que fazem um planejamento, mas falta intenção verdadeira, ou seja, estabelecem objetivos que são importantes para outras pessoas e não para ela”, enumera Luciana.

Como você pôde perceber, realizar tudo o que sonhamos, seja para nossa vida pessoal ou para nossa empresa, é possível e só depende de nós e da nossa equipe. Inspire-se nas dicas deste texto e, se precisar, conte com os consultores, cursos e apoio do Sebrae MS.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário