Dicas de Empreendedorismo

Seja adepto do bom humor em seu trabalho

Dar uma boa risada em seu ambiente de trabalho diminui os níveis de estresse, reduz a pressão arterial e até combate dores.

Se você é daqueles que passa grande parte dos dias trabalhando, lidando com pessoas, equipe e problemas difíceis de serem resolvidos e acha que o mundo tem conspirado a seu favor, mantenha a calma. Frequentemente somos pegos de surpresa em situações alheias às nossas expectativas e o estresse acaba falando mais alto e o mau humor é inevitável.

Para acabar com toda a irritação, impaciência e agressividade junto aos colegas, o jeito é manter o bom humor em todas as situações. Difícil conseguir essa proeza? Que nada! As energias positivas vindas do bom humor e do sorriso proporcionam a melhoria no ambiente de trabalho.

“Ter funcionários bem-humorados ajuda a empresa a funcionar melhor”. É o que dizem os americanos Adrian Gostick e Scott Christopher. A comunicação descontraída é mais fácil do que parece. Eles, que lançaram o livro “The Levity Effect” (O efeito leveza, em português) defendem a tese de que profissionais bem-humorados são mais produtivos enquanto um meio mal humorado é pessimista, menos flexível e pouco criativo, apresentando ainda grandes resistências a mudanças, e desta forma, limitando seus resultados devido à falta de motivação em buscar alternativas estimulantes para realização das atividades.

Scott ainda ressalta: “Começar o encontro ou uma reunião comentando sobre aquele vídeo engraçado que está em alta no YouTube ajuda a diminuir a tensão e a estimular as pessoas a participarem da conversa”, diz. O mais importante é que você não esqueça que está conversando com pessoas, e não com computadores.

O bom humor pode ser usado para resolver e diminuir conflitos dentro da empresa. Uma mensagem passada com humor é menos ofensiva e direta, além de tirar a atenção do conflito e tornar possível enxergá-lo de uma maneira diferente.

Scott e Christopher pontuam que é fundamental, antes daquela apresentação importantíssima, reservar alguns minutos para respirar fundo e se acalmar. “Você precisa controlar as suas emoções para mostrar o seu melhor potencial.” Na noite anterior, nada de perder o sono porque vai falar em público. “Repasse os tópicos mais importantes, ensaie na frente do espelho, prepare uma sacada bem-humorada e vá para cama cedo”, aconselham.

E se você não quer ter o rótulo da pessoa mal humorada na empresa, trate de mudar. Conseguir dar pelo menos um sorriso durante o dia e levar a vida mais leve não faz mal a ninguém. Mas lembre-se de que o humor tem que aparecer naturalmente, não pode ser forçado. Aproximar-se dos mais risonhos também pode ajudar os mais introvertidos a se soltarem, onde esses irão encontrar espaço para conversas, brincadeiras e, eventualmente, algumas piadas saudáveis.

Estação Sebrae Online
Sylvia Simocelli

Dar uma boa risada em seu ambiente de trabalho diminui os níveis de estresse, reduz a pressão arterial e até combate dores.

Se você é daqueles que passa grande parte dos dias trabalhando, lidando com pessoas, equipe e problemas difíceis de serem resolvidos e acha que o mundo tem conspirado a seu favor, mantenha a calma. Frequentemente somos pegos de surpresa em situações alheias às nossas expectativas e o estresse acaba falando mais alto e o mau humor é inevitável.

Para acabar com toda a irritação, impaciência e agressividade junto aos colegas, o jeito é manter o bom humor em todas as situações. Difícil conseguir essa proeza? Que nada! As energias positivas vindas do bom humor e do sorriso proporcionam a melhoria no ambiente de trabalho.

“Ter funcionários bem-humorados ajuda a empresa a funcionar melhor”. É o que dizem os americanos Adrian Gostick e Scott Christopher. A comunicação descontraída é mais fácil do que parece. Eles, que lançaram o livro “The Levity Effect” (O efeito leveza, em português) defendem a tese de que profissionais bem-humorados são mais produtivos enquanto um meio mal humorado é pessimista, menos flexível e pouco criativo, apresentando ainda grandes resistências a mudanças, e desta forma, limitando seus resultados devido à falta de motivação em buscar alternativas estimulantes para realização das atividades.

Scott ainda ressalta: “Começar o encontro ou uma reunião comentando sobre aquele vídeo engraçado que está em alta no YouTube ajuda a diminuir a tensão e a estimular as pessoas a participarem da conversa”, diz. O mais importante é que você não esqueça que está conversando com pessoas, e não com computadores.

O bom humor pode ser usado para resolver e diminuir conflitos dentro da empresa. Uma mensagem passada com humor é menos ofensiva e direta, além de tirar a atenção do conflito e tornar possível enxergá-lo de uma maneira diferente.

Scott e Christopher pontuam que é fundamental, antes daquela apresentação importantíssima, reservar alguns minutos para respirar fundo e se acalmar. “Você precisa controlar as suas emoções para mostrar o seu melhor potencial.” Na noite anterior, nada de perder o sono porque vai falar em público. “Repasse os tópicos mais importantes, ensaie na frente do espelho, prepare uma sacada bem-humorada e vá para cama cedo”, aconselham.

E se você não quer ter o rótulo da pessoa mal humorada na empresa, trate de mudar. Conseguir dar pelo menos um sorriso durante o dia e levar a vida mais leve não faz mal a ninguém. Mas lembre-se de que o humor tem que aparecer naturalmente, não pode ser forçado. Aproximar-se dos mais risonhos também pode ajudar os mais introvertidos a se soltarem, onde esses irão encontrar espaço para conversas, brincadeiras e, eventualmente, algumas piadas saudáveis.

Estação Sebrae Online
Sylvia Simocelli


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.







Comentários

  1. Maura GAbinio disse:

    Fico muito feliz ao ver essa respeitada Instituição disseminando a Felicidade no trabalho!! Isso sim gera produtividade e reduz o absenteísmo. Parabéns.

  2. André Coelho disse:

    Querida Maura,

    Nós é que ficamos super felizes por seu comentário e por acompanhar nosso blog!

    Sempre lembramos e destacamos a sua imensurável contribuição pelo tempo que esteve presente nesta instituição.

    Um abraço,

    Sebrae/MS
    Unidade de Marketing e Comunicação




Deixe seu Comentário