Empreendedorismo

Como usar a tecnologia para gerir e otimizar suas vendas?

O economista Sergio Torres destaca a importância das empresas se informatizarem

Marcado no dia 15 de agosto, o dia da Informática comemora o lançamento do Eniac em 1946, o primeiro equipamento eletrônico chamado de computador no mundo. Os computadores também transformaram a gestão e administração dos processos empresariais, possibilitando aos empresários um maior controle do estoque, das vendas e das notas fiscais.

Para Sergio Torres, economista e MBA em gestão empresarial na FGV, não há desenvolvimento, nem tão pouco a permanência no mercado para uma empresa que não faça o uso da tecnologia. “Se os seus concorrentes estão fazendo o uso da tecnologia, automaticamente seus clientes estão sendo atendidos por processos mais rápidos e modernos. Logo, sua falência é eminente. Por exemplo, se com um software você consegue um custo menor para o processo de venda do seu produto, você torna seu produto com um preço menor e mais acessível para o mercado”, exemplifica o economista.

Ricardo Teixeira, administrador e consultor da CIGAM, afirma que a inserção da tecnologia dentro do DNA das empresas beneficia toda a cadeia produtiva em torno dela. “As organizações conseguem maior desempenho operacional com a adoção de ferramentas tecnológicas, o nível de controle aumenta e a qualidade de vida das pessoas inseridas no processo também. As melhorias são claras, firmam a conexão entre unidades estratégicas e filiais de uma empresa, transformando-as em centros de distribuição.”

Outro ganho é em relação a nota fiscal eletrônica, “um software de gestão empresarial possui fácil conectividade com os sistemas do governo, onde a nota fiscal é enviada para a Secretaria de Fazenda a qual retorna ao software da empresa a confirmação para impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE). Alguns sistemas como o ERP CIGAM realizam automaticamente o envio por e-mail do arquivo”, sugere Ricardo.

As empresas também devem se atentar à capacitação e treinamentos de informática para seus funcionários, alerta o educador de cursos profissionalizantes e programador Peterson Santos. “Deve-se avaliar a real necessidade do curso e definir qual seu objetivo. Por exemplo, não adianta pagar apenas um curso de Excel para toda a equipe, o empresário precisa saber qual problema de sua empresa vai resolver com um curso de Excel.”

Segundo Peterson, na área de vendas a capacitação também é essencial, “o funcionário pode ser um ótimo vendedor, mas na hora de fechar a venda no computador pode perdê-la, por não saber usar o sistema ou usar o teclado e o mouse com facilidade” finaliza.

Por Daniel Belalian
Estação Sebrae Online, Ed. 67

O economista Sergio Torres destaca a importância das empresas se informatizarem

Marcado no dia 15 de agosto, o dia da Informática comemora o lançamento do Eniac em 1946, o primeiro equipamento eletrônico chamado de computador no mundo. Os computadores também transformaram a gestão e administração dos processos empresariais, possibilitando aos empresários um maior controle do estoque, das vendas e das notas fiscais.

Para Sergio Torres, economista e MBA em gestão empresarial na FGV, não há desenvolvimento, nem tão pouco a permanência no mercado para uma empresa que não faça o uso da tecnologia. “Se os seus concorrentes estão fazendo o uso da tecnologia, automaticamente seus clientes estão sendo atendidos por processos mais rápidos e modernos. Logo, sua falência é eminente. Por exemplo, se com um software você consegue um custo menor para o processo de venda do seu produto, você torna seu produto com um preço menor e mais acessível para o mercado”, exemplifica o economista.

Ricardo Teixeira, administrador e consultor da CIGAM, afirma que a inserção da tecnologia dentro do DNA das empresas beneficia toda a cadeia produtiva em torno dela. “As organizações conseguem maior desempenho operacional com a adoção de ferramentas tecnológicas, o nível de controle aumenta e a qualidade de vida das pessoas inseridas no processo também. As melhorias são claras, firmam a conexão entre unidades estratégicas e filiais de uma empresa, transformando-as em centros de distribuição.”

Outro ganho é em relação a nota fiscal eletrônica, “um software de gestão empresarial possui fácil conectividade com os sistemas do governo, onde a nota fiscal é enviada para a Secretaria de Fazenda a qual retorna ao software da empresa a confirmação para impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE). Alguns sistemas como o ERP CIGAM realizam automaticamente o envio por e-mail do arquivo”, sugere Ricardo.

As empresas também devem se atentar à capacitação e treinamentos de informática para seus funcionários, alerta o educador de cursos profissionalizantes e programador Peterson Santos. “Deve-se avaliar a real necessidade do curso e definir qual seu objetivo. Por exemplo, não adianta pagar apenas um curso de Excel para toda a equipe, o empresário precisa saber qual problema de sua empresa vai resolver com um curso de Excel.”

Segundo Peterson, na área de vendas a capacitação também é essencial, “o funcionário pode ser um ótimo vendedor, mas na hora de fechar a venda no computador pode perdê-la, por não saber usar o sistema ou usar o teclado e o mouse com facilidade” finaliza.

Por Daniel Belalian
Estação Sebrae Online, Ed. 67


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário