Empreendedorismo

29 julho, 2020 • Empreendedorismo

5 filmes que vão te inspirar a mudar o jogo contra a crise

Se tudo o que temos vivido há cerca de 5 meses com a pandemia de Covid-19 te parece um filme com um enredo duvidoso, saiba que é também dos filmes que você pode tirar lições e inspiração para dar a volta por cima das dificuldades e virar o jogo contra a crise.

Baseados em histórias reais ou não, biográficos ou com personagens fictícios, os filmes para empreendedores podem ser aquele “start” que falta para superarmos nossas barreiras, bloqueios pessoais e, principalmente, de acreditarmos nas nossas capacidades para sairmos da zona de conforto.

No post de hoje, separamos 5 filmes que certamente vão te ajudar a lidar melhor com a nova realidade que se apresenta para todos nós. Vamos lá?

1. A Inveja Mata

Uma coisa é certa: ter bom humor nos ajuda a encarar melhor tudo que vem acontecendo, então o primeiro filme da nossa lista é uma comédia com uma dupla implacável de atores: Ben Stiller e Jack Black.

Tim (Ben Stiller) e Nick (Jack Black) são vizinhos, grandes amigos e ainda por cima trabalham juntos.

Mas as coisas começam a desandar na harmoniosa relação dos dois quando Nick convida Tim para ser seu sócio em um negócio bem estranho, o “Evaporizador”, um spray que faz com que fezes de cachorro ou qualquer outra porcaria simplesmente seja evaporado no ar.

Tim nega o convite, mas depois de um tempo precisa engolir a inveja e começar a lidar com o enriquecimento e o grande sucesso que o amigo começa a fazer com o negócio inovador.

Esse filme nos diz muito sobre aproveitar as oportunidades que aparecem e incentivar os projetos dos nossos amigos, já que eles podem valer uma boa grana.

 

2. Julie & Julia

Baseado em uma história real, os nomes das personagens principais até são parecidos, mas suas histórias de vida não e se encontram de uma maneira curiosa.

Julia Child (Meryl Streep) tem cerca de 40 anos e é casada com um diplomata. Ao visitar a França, prova um prato que mudou sua vida: decide entrar para uma das maiores escolas de culinária, a Le Cordon Bleu, e escreve diversos livros de receita.

Anos mais tarde, Julie (Amy Adams), uma escritora frustrada que trabalhava numa central de apoio às vítimas do ataque de 11 de setembro, decide fazer todos os 524 pratos de um famoso livro de Julia em 365 dias e os publicar em um blog.

Apesar de nunca terem se encontrado pessoalmente, as duas começam a trocar experiências, dificuldades e uma paixão em comum: a manteiga.

Julie & Julia fala de negócios que surgem sem nenhuma pretensão. São hobbies, interesses e curiosidades que revelam grandes empreendedores. Fala também da importância de se ter objetivos na vida, de perseverar, de obstinação.

 

3. Estrelas Além do Tempo

Estrelas Além do Tempo conta uma história praticamente desconhecida e quase inacreditável, mas real.

O ano era 1961. Estados Unidos e União Soviética disputavam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lidava com uma profunda segregação racial, que também se refletia na NASA, onde um grupo de funcionárias negras era obrigada a trabalhar a parte.

Katharine Johnson (Taraji P. Henson), que fez os cálculos de reentrada da cápsula espacial levando o astronauta John Glenn, Dorothy Vaughan (Octavia Spencer), uma das únicas supervisoras negras da agência, e Mary Jackson (Janelle Monáe), a primeira engenheira negra da NASA, são grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

Baseado no livro de não-ficção de Margot Lee Shetterly, Estrelas Além do Tempo inspira a superar barreiras por meio da competência, do trabalho sério e da união.

 

4. Mestre dos Mares — O Lado Mais Distante do Mundo

Jack Aubrey (Russell Crowe) é o capitão do H.M.S. Surprise, um dos principais navios de guerra da marinha britânica. Com seu país em guerra contra a França de Napoleão Bonaparte, capitão Aubrey recebe instruções do almirantado britânico para interceptar o navio francês Acheron.

Apesar de sua larga experiência e de sua história de sucessos, Aubrey é surpreendido pela superioridade da embarcação inimiga, que possui maior velocidade e resistência, além de mais tripulantes. Derrotado no primeiro confronto, o capitão Aubrey torna-se verdadeiramente obcecado em derrotar os franceses, passando a seguir o Acheron à procura da melhor oportunidade para tomá-lo.

Adaptado por John Collee e Peter Weir a partir da série de livros publicada ao longo de 30 anos pelo escritor Patrick O’Brian, o filme mostra que situações de adversidade (muito comuns no mundos dos negócios) exigem estratégias de liderança que equilibrem firmeza e sensibilidade para superar concorrentes e egos.

 

5. Ponte dos espiões

Mais um filme que se passa durante a Guerra Fria e tem a contribuição da realidade. O advogado especializado em seguros James Donovan (Tom Hanks) aceita uma tarefa muito diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel (Mark Rylance), um espião soviético capturado pelos americanos.

Mesmo sem ter experiência específica para isso, Donovan torna-se uma peça central das negociações entre os Estados Unidos e a União Soviética ao ser enviado a Berlim para negociar a troca de Abel por um prisioneiro americano, capturado pelos inimigos. Enquanto Donovan tenta garantir que o espião tenha um julgamento justo, uma subtrama se desenrola, mostrando o outro lado: o que aconteceria se um espião americano fosse preso na União Soviética?

Com pequenos toques de humor sarcástico e direção do sempre genial Spielberg, esse filme nos mostra a importância das informações e do conhecimento para uma boa gestão, para o gerenciamento de crises e para convencer seus interlocutores e conseguir o que quer.

 

E você? Tem alguma indicação de filme para “virar o jogo”? Deixe nos comentários!

Se tudo o que temos vivido há cerca de 5 meses com a pandemia de Covid-19 te parece um filme com um enredo duvidoso, saiba que é também dos filmes que você pode tirar lições e inspiração para dar a volta por cima das dificuldades e virar o jogo contra a crise.

Baseados em histórias reais ou não, biográficos ou com personagens fictícios, os filmes para empreendedores podem ser aquele “start” que falta para superarmos nossas barreiras, bloqueios pessoais e, principalmente, de acreditarmos nas nossas capacidades para sairmos da zona de conforto.

No post de hoje, separamos 5 filmes que certamente vão te ajudar a lidar melhor com a nova realidade que se apresenta para todos nós. Vamos lá?

1. A Inveja Mata

Uma coisa é certa: ter bom humor nos ajuda a encarar melhor tudo que vem acontecendo, então o primeiro filme da nossa lista é uma comédia com uma dupla implacável de atores: Ben Stiller e Jack Black.

Tim (Ben Stiller) e Nick (Jack Black) são vizinhos, grandes amigos e ainda por cima trabalham juntos.

Mas as coisas começam a desandar na harmoniosa relação dos dois quando Nick convida Tim para ser seu sócio em um negócio bem estranho, o “Evaporizador”, um spray que faz com que fezes de cachorro ou qualquer outra porcaria simplesmente seja evaporado no ar.

Tim nega o convite, mas depois de um tempo precisa engolir a inveja e começar a lidar com o enriquecimento e o grande sucesso que o amigo começa a fazer com o negócio inovador.

Esse filme nos diz muito sobre aproveitar as oportunidades que aparecem e incentivar os projetos dos nossos amigos, já que eles podem valer uma boa grana.

 

2. Julie & Julia

Baseado em uma história real, os nomes das personagens principais até são parecidos, mas suas histórias de vida não e se encontram de uma maneira curiosa.

Julia Child (Meryl Streep) tem cerca de 40 anos e é casada com um diplomata. Ao visitar a França, prova um prato que mudou sua vida: decide entrar para uma das maiores escolas de culinária, a Le Cordon Bleu, e escreve diversos livros de receita.

Anos mais tarde, Julie (Amy Adams), uma escritora frustrada que trabalhava numa central de apoio às vítimas do ataque de 11 de setembro, decide fazer todos os 524 pratos de um famoso livro de Julia em 365 dias e os publicar em um blog.

Apesar de nunca terem se encontrado pessoalmente, as duas começam a trocar experiências, dificuldades e uma paixão em comum: a manteiga.

Julie & Julia fala de negócios que surgem sem nenhuma pretensão. São hobbies, interesses e curiosidades que revelam grandes empreendedores. Fala também da importância de se ter objetivos na vida, de perseverar, de obstinação.

 

3. Estrelas Além do Tempo

Estrelas Além do Tempo conta uma história praticamente desconhecida e quase inacreditável, mas real.

O ano era 1961. Estados Unidos e União Soviética disputavam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lidava com uma profunda segregação racial, que também se refletia na NASA, onde um grupo de funcionárias negras era obrigada a trabalhar a parte.

Katharine Johnson (Taraji P. Henson), que fez os cálculos de reentrada da cápsula espacial levando o astronauta John Glenn, Dorothy Vaughan (Octavia Spencer), uma das únicas supervisoras negras da agência, e Mary Jackson (Janelle Monáe), a primeira engenheira negra da NASA, são grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

Baseado no livro de não-ficção de Margot Lee Shetterly, Estrelas Além do Tempo inspira a superar barreiras por meio da competência, do trabalho sério e da união.

 

4. Mestre dos Mares — O Lado Mais Distante do Mundo

Jack Aubrey (Russell Crowe) é o capitão do H.M.S. Surprise, um dos principais navios de guerra da marinha britânica. Com seu país em guerra contra a França de Napoleão Bonaparte, capitão Aubrey recebe instruções do almirantado britânico para interceptar o navio francês Acheron.

Apesar de sua larga experiência e de sua história de sucessos, Aubrey é surpreendido pela superioridade da embarcação inimiga, que possui maior velocidade e resistência, além de mais tripulantes. Derrotado no primeiro confronto, o capitão Aubrey torna-se verdadeiramente obcecado em derrotar os franceses, passando a seguir o Acheron à procura da melhor oportunidade para tomá-lo.

Adaptado por John Collee e Peter Weir a partir da série de livros publicada ao longo de 30 anos pelo escritor Patrick O’Brian, o filme mostra que situações de adversidade (muito comuns no mundos dos negócios) exigem estratégias de liderança que equilibrem firmeza e sensibilidade para superar concorrentes e egos.

 

5. Ponte dos espiões

Mais um filme que se passa durante a Guerra Fria e tem a contribuição da realidade. O advogado especializado em seguros James Donovan (Tom Hanks) aceita uma tarefa muito diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel (Mark Rylance), um espião soviético capturado pelos americanos.

Mesmo sem ter experiência específica para isso, Donovan torna-se uma peça central das negociações entre os Estados Unidos e a União Soviética ao ser enviado a Berlim para negociar a troca de Abel por um prisioneiro americano, capturado pelos inimigos. Enquanto Donovan tenta garantir que o espião tenha um julgamento justo, uma subtrama se desenrola, mostrando o outro lado: o que aconteceria se um espião americano fosse preso na União Soviética?

Com pequenos toques de humor sarcástico e direção do sempre genial Spielberg, esse filme nos mostra a importância das informações e do conhecimento para uma boa gestão, para o gerenciamento de crises e para convencer seus interlocutores e conseguir o que quer.

 

E você? Tem alguma indicação de filme para “virar o jogo”? Deixe nos comentários!


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário