Empreendedorismo

Os três pilares do Design Thinking para micro e pequenas empresas

abcImagine a situação: você tem um restaurante que é vizinho de outro estabelecimento do mesmo ramo que o seu. Aparentemente, também oferece opções gastronômicas semelhantes. Então, o que fazer para atrair as pessoas ao seu negócio? Para o especialista em design de serviços da Livework, Luis Alt, olhar a empresa com a visão do cliente é o ponto de partida para se diferenciar no mercado.

“Tenho que conseguir estruturar um serviço dentro da necessidade do meu cliente”, diz Luis. E quanto menor o porte da empresa mais fácil é deixar o serviço personalizado. “Quando a empresa é pequena o dono está perto, conhece bem cada cliente e pode visualizar suas expectativas. Quando ela começa a crescer a distancia aumenta e é preciso ter maneiras estruturadas para que este cliente continue sendo colocado em primeiro lugar”, expõe.

Aí é que entra o design de serviços e o design thinking, que podem ser aplicados a micro e pequenas empresas de qualquer ramo, e, de acordo com Luis, se baseia em três pilares:
Empatia – criar vínculo com as pessoas;
Colaboração – fazê-las participar da criação de um novo padrão de atendimento e;
Experimentação – testar para angariar rapidamente feedbacks, e achar a melhor solução para o cliente o mais cedo possível.

Na prática, existem várias estratégias para tornar um serviço mais atrativo e conquistar a preferência do cliente. Nos dias 4 e 5 de novembro, Luis Alt vai abordar o assunto em palestra gratuita e workshop, promovidos pelo Sebrae, em Campo Grande. As inscrições podem ser feitas pelo site: www.ms.sebrae.com.br

Ouça em entrevista com Luis Alt, no Estação Sebrae Rádio Web e saiba mais.

Por Janaína Mansilha
Sebrae/MS

abcImagine a situação: você tem um restaurante que é vizinho de outro estabelecimento do mesmo ramo que o seu. Aparentemente, também oferece opções gastronômicas semelhantes. Então, o que fazer para atrair as pessoas ao seu negócio? Para o especialista em design de serviços da Livework, Luis Alt, olhar a empresa com a visão do cliente é o ponto de partida para se diferenciar no mercado.

“Tenho que conseguir estruturar um serviço dentro da necessidade do meu cliente”, diz Luis. E quanto menor o porte da empresa mais fácil é deixar o serviço personalizado. “Quando a empresa é pequena o dono está perto, conhece bem cada cliente e pode visualizar suas expectativas. Quando ela começa a crescer a distancia aumenta e é preciso ter maneiras estruturadas para que este cliente continue sendo colocado em primeiro lugar”, expõe.

Aí é que entra o design de serviços e o design thinking, que podem ser aplicados a micro e pequenas empresas de qualquer ramo, e, de acordo com Luis, se baseia em três pilares:
Empatia – criar vínculo com as pessoas;
Colaboração – fazê-las participar da criação de um novo padrão de atendimento e;
Experimentação – testar para angariar rapidamente feedbacks, e achar a melhor solução para o cliente o mais cedo possível.

Na prática, existem várias estratégias para tornar um serviço mais atrativo e conquistar a preferência do cliente. Nos dias 4 e 5 de novembro, Luis Alt vai abordar o assunto em palestra gratuita e workshop, promovidos pelo Sebrae, em Campo Grande. As inscrições podem ser feitas pelo site: www.ms.sebrae.com.br

Ouça em entrevista com Luis Alt, no Estação Sebrae Rádio Web e saiba mais.

Por Janaína Mansilha
Sebrae/MS


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário


ankara escort çankaya escort ankara escort çankaya escort escort ankara çankaya escort escort bayan çankaya istanbul rus escort eryaman escort escort bayan ankara ankara escort kızılay escort istanbul escort ankara escort ankara rus escort escort çankaya ankara escort bayan istanbul rus Escort atasehir Escort beylikduzu Escort Ankara Escort malatya Escort kuşadası Escort gaziantep Escort izmir Escort