Gestão de Pessoas

29 abril, 2019 • Gestão de Pessoas

Saúde e segurança do trabalho para micro e pequenas empresas

Quando se fala em Saúde e Segurança do Trabalho (SST), logo se pensa em acidente, mas esse é o último estágio de quem não inclui no planejamento métodos para que seus colaboradores consigam desempenhar suas funções e ter qualidade de vida.

O Brasil é o 4º país com o maior número de acidentes de trabalho, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT). Entre 2016 e 2019, só no estado de Mato Grosso do Sul, foram registrados 13.399 acidentes, sendo 9.474 em Campo Grande, conforme dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho.

De acordo com o gerente de SST do Sesi em MS, Michel Klaime, muito mais do que só cumprir com as normas estabelecidas pela Legislação do Trabalho, de acordo com o tamanho e o segmento da sua empresa, é preciso proporcionar saúde e segurança para o trabalhador, visando o sucesso do seu empreendimento.

Com o novo programa obrigatório do Governo Federal, o eSocial, que entrou em vigor em 2018, os empreendedores estão tomando medidas para melhorar a SST nos seus negócios.

Para facilitar o acesso das Micro e Pequenas Empresas (MPE’s) às soluções, o Sebrae/MS tem como fornecedor para consultoria nesta área, o Sesi. Vale lembrar que para realização desta consultoria, o Sebrae subsidia 70% do valor, ficando por parte do cliente o investimento de 30% da consultoria.

Quem contrata a consultoria, cria um planejamento com profissionais da área para melhorar o seu negócio, de acordo com o porte e o segmento da empresa, além de receber acompanhamento durante todo o processo de execução das etapas, preparando o seu negócio no cumprimento das obrigatoriedades da legislação e também do programa eSocial.

De acordo com a Assistente da Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae/MS, Juliana Lameo, as empresas têm buscado cada vez mais soluções preventivas na área de saúde e segurança do trabalho.

“Não é tão simples entender a importância do investimento nesta área, considerando que os resultados são a longo prazo, mas percebo que, nos últimos anos, essa realidade tem mudado, a mentalidade dos empreendedores tem evoluído, eles estão entendendo que o sucesso do seu empreendimento vai além do dinheiro no bolso, mas que está totalmente voltado à retenção de talentos, reconhecimento e cuidado com o seu colaborador”, comenta Juliana Lameo.

Normas e benefícios da SST

As normas regulamentadoras e procedimentos da Saúde e Segurança do Trabalho são estabelecidos para empresas públicas e privadas que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e têm como objetivo cuidar da saúde e minimizar as chances de acidentes ou doenças ocupacionais dos trabalhadores.

E entre as principais obrigações estão no cuidado com Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva, Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) e Programas de Prevenção e Riscos Ambientais (PPRA).

Os benefícios de implementar tais ações estão no aumento da produtividade dos seus colaboradores, além de redução de despesas, evitando processos judiciais, multas, pagamento de FGTS com o afastamento de um funcionário, entre outros fatores que podem interferir na área financeira do seu negócio.

Dicas para melhorar a qualidade de vida dos seus funcionários

Para proporcionar qualidade de vida aos funcionários, é preciso ter um ambiente saudável de trabalho e que preze pela segurança. Por isso, Juliana deu algumas dicas para você implementar algumas ações dentro da sua empresa:

Quando a questão é Saúde

Funcionários felizes produzem mais! Isso é fato. Por isso, pense em ações legais para agradar a seus funcionários.

Pode ser com propósitos temáticos, como, por exemplo. Dia da Mulher, Dia das Mães; ou até mesmo no aniversário de cada colaborador. Um simples agrado ou gesto é o suficiente para que seus funcionários se sintam bem no ambiente de trabalho.

“Se os seus colaboradores trabalham com atividades repetitivas, é legal promover ações preventivas, estimulando os colaboradores a se movimentarem, como por exemplo: ginastica laboral, competição de passos e até mesmo quick massagem, para relaxar e eliminar o estresse, proporcionando, assim, saúde e bem-estar”, diz Juliana.

Quando a questão é Segurança

Levar orientação é a peça-chave. Promova ao seus colaboradores cursos, treinamentos e palestras sobre primeiros socorros e combate a incêndiod. “Também é importante ficar atento para as coisas mais simples, como, por exemplo, mouse pad, altura do computador, atentar-se à luminância na estação de trabalho, ter corrimão na escada, antiderrapante no chão, cavalete informativo (piso molhado), entre outros”, exemplifica Juliana.

Outra estratégia para melhorar a SST é preparar uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Todas as empresas com mais de 20 funcionários são obrigadas por lei a criar a comissão, independentemente do grau de risco da empresa. E as que possuem menos de 20 colaboradores devem nomear pelo menos um responsável para criar e fiscalizar ações de segurança e saúde na sua empresa.

Gostou das dicas? Se você quiser saber mais, entre em contato para que o Sebrae/MS possa te ajudar com consultoria específica para sua empresa na área de Saúde e Segurança do Trabalho.

Quando se fala em Saúde e Segurança do Trabalho (SST), logo se pensa em acidente, mas esse é o último estágio de quem não inclui no planejamento métodos para que seus colaboradores consigam desempenhar suas funções e ter qualidade de vida.

O Brasil é o 4º país com o maior número de acidentes de trabalho, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT). Entre 2016 e 2019, só no estado de Mato Grosso do Sul, foram registrados 13.399 acidentes, sendo 9.474 em Campo Grande, conforme dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho.

De acordo com o gerente de SST do Sesi em MS, Michel Klaime, muito mais do que só cumprir com as normas estabelecidas pela Legislação do Trabalho, de acordo com o tamanho e o segmento da sua empresa, é preciso proporcionar saúde e segurança para o trabalhador, visando o sucesso do seu empreendimento.

Com o novo programa obrigatório do Governo Federal, o eSocial, que entrou em vigor em 2018, os empreendedores estão tomando medidas para melhorar a SST nos seus negócios.

Para facilitar o acesso das Micro e Pequenas Empresas (MPE’s) às soluções, o Sebrae/MS tem como fornecedor para consultoria nesta área, o Sesi. Vale lembrar que para realização desta consultoria, o Sebrae subsidia 70% do valor, ficando por parte do cliente o investimento de 30% da consultoria.

Quem contrata a consultoria, cria um planejamento com profissionais da área para melhorar o seu negócio, de acordo com o porte e o segmento da empresa, além de receber acompanhamento durante todo o processo de execução das etapas, preparando o seu negócio no cumprimento das obrigatoriedades da legislação e também do programa eSocial.

De acordo com a Assistente da Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae/MS, Juliana Lameo, as empresas têm buscado cada vez mais soluções preventivas na área de saúde e segurança do trabalho.

“Não é tão simples entender a importância do investimento nesta área, considerando que os resultados são a longo prazo, mas percebo que, nos últimos anos, essa realidade tem mudado, a mentalidade dos empreendedores tem evoluído, eles estão entendendo que o sucesso do seu empreendimento vai além do dinheiro no bolso, mas que está totalmente voltado à retenção de talentos, reconhecimento e cuidado com o seu colaborador”, comenta Juliana Lameo.

Normas e benefícios da SST

As normas regulamentadoras e procedimentos da Saúde e Segurança do Trabalho são estabelecidos para empresas públicas e privadas que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e têm como objetivo cuidar da saúde e minimizar as chances de acidentes ou doenças ocupacionais dos trabalhadores.

E entre as principais obrigações estão no cuidado com Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva, Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) e Programas de Prevenção e Riscos Ambientais (PPRA).

Os benefícios de implementar tais ações estão no aumento da produtividade dos seus colaboradores, além de redução de despesas, evitando processos judiciais, multas, pagamento de FGTS com o afastamento de um funcionário, entre outros fatores que podem interferir na área financeira do seu negócio.

Dicas para melhorar a qualidade de vida dos seus funcionários

Para proporcionar qualidade de vida aos funcionários, é preciso ter um ambiente saudável de trabalho e que preze pela segurança. Por isso, Juliana deu algumas dicas para você implementar algumas ações dentro da sua empresa:

Quando a questão é Saúde

Funcionários felizes produzem mais! Isso é fato. Por isso, pense em ações legais para agradar a seus funcionários.

Pode ser com propósitos temáticos, como, por exemplo. Dia da Mulher, Dia das Mães; ou até mesmo no aniversário de cada colaborador. Um simples agrado ou gesto é o suficiente para que seus funcionários se sintam bem no ambiente de trabalho.

“Se os seus colaboradores trabalham com atividades repetitivas, é legal promover ações preventivas, estimulando os colaboradores a se movimentarem, como por exemplo: ginastica laboral, competição de passos e até mesmo quick massagem, para relaxar e eliminar o estresse, proporcionando, assim, saúde e bem-estar”, diz Juliana.

Quando a questão é Segurança

Levar orientação é a peça-chave. Promova ao seus colaboradores cursos, treinamentos e palestras sobre primeiros socorros e combate a incêndiod. “Também é importante ficar atento para as coisas mais simples, como, por exemplo, mouse pad, altura do computador, atentar-se à luminância na estação de trabalho, ter corrimão na escada, antiderrapante no chão, cavalete informativo (piso molhado), entre outros”, exemplifica Juliana.

Outra estratégia para melhorar a SST é preparar uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Todas as empresas com mais de 20 funcionários são obrigadas por lei a criar a comissão, independentemente do grau de risco da empresa. E as que possuem menos de 20 colaboradores devem nomear pelo menos um responsável para criar e fiscalizar ações de segurança e saúde na sua empresa.

Gostou das dicas? Se você quiser saber mais, entre em contato para que o Sebrae/MS possa te ajudar com consultoria específica para sua empresa na área de Saúde e Segurança do Trabalho.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário