Finanças

16 julho, 2021 • Finanças

Como ter capital de giro e evitar que ele acabe?

Ter dinheiro em caixa é uma das alternativas positivas de uma empresa de sucesso. Ter uma sobra no financeiro do seu empreendimento significa que a gestão é eficiente e conseguiu ultrapassar algumas barreiras, se manter adimplente e com as contas em dia. Porém, o ‘x da questão’ está em como conseguir evitar que o capital de giro acabe.

O que é capital de giro?

Primeiramente, antes de sabermos o passo a passo de como manter o setor financeiro da sua empresa saudável, é necessário entender o significado de capital de giro, que basicamente é a quantidade de dinheiro que mantém a sua empresa funcionando.

A matemática funciona da seguinte forma: quantidade de dinheiro que foi aplicado (contas a receber, estoque e dinheiro vivo) somados à quantia financiada (impostos, pendências e contas a prazo). Ou seja, se não forem bem administrados, ambos tendem a se estranhar.

Esse é o que mantém o capital de giro do seu negócio. Para que isso funcione e você não precise de uma linha de crédito empresarial, por exemplo, é importante acompanhar o ciclo financeiro da empresa e como está o fluxo de entrada e saúde do caixa.

Como calcular?

Para calcular o capital de giro você deve fazer a conta:

CGL = AC – PC

  • Capital de Giro Líquido: CGL
  • Ativos Circulantes: AC (investimentos financeiros, caixa, bancos, contas a receber)
  • Passivos Circulantes: PC (empréstimos, fornecedores e contas a pagar)

Como evitar que o capital de giro acabe?

Como ter capital de giro e evitar que ele acabe?

Uma observação válida para evitar que o dinheiro da sua empresa acabe é reduzir o ciclo financeiro do empreendimento. Para isso, basta seguir as dicas abaixo:

1 – Incentivar o pagamento à vista

Para ter mais capital de giro, o gestor deve reduzir os prazos de recebimento das vendas. Isso pode ser feito através das formas de pagamento à vista, por exemplo, com seu consumidor direto. Promova ações que levem a esse resultado, invista nelas nem que seja num marketing forte para que cative o pagamento no débito. É uma prevenção que seu capital de giro estará sempre ativo e saudável.

2 – Não compre muita mercadoria

Sabemos que, às vezes, é irresistível deixar de comprar insumos que estão em conta para manter seu estoque garantido, mas é preciso avaliar o motivo real dessa abundância. Estoque desnecessário pode ser uma barreira para o dinheiro que seria investido no capital de giro. Portanto, para fazer valer o dinheiro no caixa, otimize o seu estoque.

3 – Negocie com fornecedores

Alongar prazos maiores com fornecedores pode ser uma opção que manterá seu fluxo de caixa estável e garantirá o capital da sua empresa. Porém, precisa de muita persuasão na negociação para que os fornecedores aceitem essa opção.

4 – Reduza gastos da empresa

Gerencie melhor os gastos do seu empreendimento. Para isso, avalie detalhadamente o que é possível reduzir para poder somar no capital de giro da mesma. Se sua empresa funciona o dia todo com o ar-condicionado ligado, opte pelas janelas abertas quando não está muito quente. Além de uma alternativa sustentável, a economia na conta de luz será revertida para seu caixa. Pense nisso!

Reverter um cenário negativo pode parecer uma tarefa árdua, porém faz parte do empreendimento. Siga as dicas acima e trabalhe as métricas certas para você vender e poder ver a cor do dinheiro. Se preferir, acesse o material exclusivo que preparamos para você sobre Gestão Financeira.

Ter dinheiro em caixa é uma das alternativas positivas de uma empresa de sucesso. Ter uma sobra no financeiro do seu empreendimento significa que a gestão é eficiente e conseguiu ultrapassar algumas barreiras, se manter adimplente e com as contas em dia. Porém, o ‘x da questão’ está em como conseguir evitar que o capital de giro acabe.

O que é capital de giro?

Primeiramente, antes de sabermos o passo a passo de como manter o setor financeiro da sua empresa saudável, é necessário entender o significado de capital de giro, que basicamente é a quantidade de dinheiro que mantém a sua empresa funcionando.

A matemática funciona da seguinte forma: quantidade de dinheiro que foi aplicado (contas a receber, estoque e dinheiro vivo) somados à quantia financiada (impostos, pendências e contas a prazo). Ou seja, se não forem bem administrados, ambos tendem a se estranhar.

Esse é o que mantém o capital de giro do seu negócio. Para que isso funcione e você não precise de uma linha de crédito empresarial, por exemplo, é importante acompanhar o ciclo financeiro da empresa e como está o fluxo de entrada e saúde do caixa.

Como calcular?

Para calcular o capital de giro você deve fazer a conta:

CGL = AC – PC

  • Capital de Giro Líquido: CGL
  • Ativos Circulantes: AC (investimentos financeiros, caixa, bancos, contas a receber)
  • Passivos Circulantes: PC (empréstimos, fornecedores e contas a pagar)

Como evitar que o capital de giro acabe?

Como ter capital de giro e evitar que ele acabe?

Uma observação válida para evitar que o dinheiro da sua empresa acabe é reduzir o ciclo financeiro do empreendimento. Para isso, basta seguir as dicas abaixo:

1 – Incentivar o pagamento à vista

Para ter mais capital de giro, o gestor deve reduzir os prazos de recebimento das vendas. Isso pode ser feito através das formas de pagamento à vista, por exemplo, com seu consumidor direto. Promova ações que levem a esse resultado, invista nelas nem que seja num marketing forte para que cative o pagamento no débito. É uma prevenção que seu capital de giro estará sempre ativo e saudável.

2 – Não compre muita mercadoria

Sabemos que, às vezes, é irresistível deixar de comprar insumos que estão em conta para manter seu estoque garantido, mas é preciso avaliar o motivo real dessa abundância. Estoque desnecessário pode ser uma barreira para o dinheiro que seria investido no capital de giro. Portanto, para fazer valer o dinheiro no caixa, otimize o seu estoque.

3 – Negocie com fornecedores

Alongar prazos maiores com fornecedores pode ser uma opção que manterá seu fluxo de caixa estável e garantirá o capital da sua empresa. Porém, precisa de muita persuasão na negociação para que os fornecedores aceitem essa opção.

4 – Reduza gastos da empresa

Gerencie melhor os gastos do seu empreendimento. Para isso, avalie detalhadamente o que é possível reduzir para poder somar no capital de giro da mesma. Se sua empresa funciona o dia todo com o ar-condicionado ligado, opte pelas janelas abertas quando não está muito quente. Além de uma alternativa sustentável, a economia na conta de luz será revertida para seu caixa. Pense nisso!

Reverter um cenário negativo pode parecer uma tarefa árdua, porém faz parte do empreendimento. Siga as dicas acima e trabalhe as métricas certas para você vender e poder ver a cor do dinheiro. Se preferir, acesse o material exclusivo que preparamos para você sobre Gestão Financeira.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário