Dicas de Empreendedorismo

04 outubro, 2017 • Dicas de Empreendedorismo

Vendendo – e lucrando mais – com o WhatsApp

A tecnologia transformou as relações humanas e, consequentemente, as relações de consumo. Com mais de 1,2 bilhão de usuários em 180 países – 120 milhões só no Brasil -, o WhatsApp já pode ser considerado um divisor de águas para os negócios brasileiros: mudou a maneira de divulgar, vender e se relacionar com clientes.

Em Campo Grande, uma rede de supermercados encontrou um jeito bem prático de se beneficiar do aplicativo de mensagens instantâneas, que entre muitas outras, tem a vantagem de ser gratuito. Basta estar conectado à internet.

“Existem vários grupos espalhados pela cidade, os de vizinhança, de praticantes de atividades físicas, os grupos das promoções, os de cervejeiros. É ali, na internet, no whatsapp, que nosso cliente está. Nosso marketing enxergou isso e bolou uma estratégia para se comunicar diretamente”, explica o Diretor Comercial do grupo, Edmilson Veratti.

Em novembro do ano passado, formulários foram colocados nos três pontos de vendas – da Av. Bom Pastor, da Av. Julio de Castilhos e na Unidade Chácara Cachoeira. O cliente que estivesse interessado em receber ofertas, preenchia informando seu número de celular.

De lá para cá, diferentes listas de transmissão foram criadas para divulgar as ofertas que seguem um cronograma por departamento. A escolha da lista de transmissão, em vez de grupos, é para que não se torne inconveniente.

Via de regra, as promoções são padrão para todas as lojas, mas existem algumas ofertas preparadas para uma loja específica. Depende de alguns fatores, como a demanda dos clientes e volume do produto em estoque.

Apesar de não saber precisar quanto das vendas são fruto dessa nova estratégia, Edmilson garante que a novidade dá resultado sim.

“Como nossas lojas têm perfil de loja de vizinhança, o relacionamento com o cliente é muito importante. Essa nova estratégia tem peso nisso, os clientes cobram, perguntam das ofertas do dia, já pedem para fazer reservas. O feedback vem rápido e a nossa resposta também precisa ser rápida”, conta Edmilson.

De fato, são outros tempos. Os tablóides impressos, segundo Edmilson, tendem a praticamente acabar.

“Antigamente, você pegava o carrinho no estacionamento e tinha lá um tablóide todo riscado, uma lista de compras com itens ‘ticados’. Hoje em dia não, ninguém mais abre o vidro da janela do carro para pegar o panfleto no semáforo, o cliente reclama de abrir a caixa do correio de casa e ter aquele monte de propaganda. Além de ter se tornado ineficiente, gera muito lixo”, defende.

Deu pra perceber como o WhatsApp tornou-se um dos principais canais de vendas dos tempos atuais. Separamos algumas dicas para fazer esse canal dar certo:

  1. Tenha aparelhos celulares e números exclusivos para a função. Use o logo da empresa como foto de perfil e status destacando algum diferencial de seus produtos e serviços;

  1. Mantenha sua lista de contatos atualizada: possibilite o cadastro ou a atualização cadastral por formulários impressos no PDV, telefone, e-mail e redes sociais;

  1. Tenha um cronograma de divulgação e envie as mensagens sempre no mesmo período. Evite falhar um ou mais dias no envio;

  1. Prefira listas de transmissão em vez de grupos: para ser eficaz, é necessário que os clientes estejam agrupados (segmentados) conforme seu interesse;

  1. Aposte no atendimento personalizado, ágil e objetivo. E boas vendas!

Quer conhecer outras maneiras de usar a internet para alavancar as vendas do seu pequeno negócio? Clique aqui e veja as dicas que o Sebrae separou para você!

Fonte: http://marketingdigitalavancado.com.br/22-dicas-para-vender-pelo-whatsapp-2/


Que bom tê-lo como leitor do blog do Sebrae MS!
Tem interesse em saber mais sobre as nossas consultorias?

Clique aqui!







Deixe seu Comentário