Inovação

11 março, 2019 • Inovação

As habilidades do profissional do futuro

Depois de décadas de ensino e mercado altamente especializados, a transformação digital tem gerado novas demandas de conhecimentos e habilidades para todos: alunos, instituições de ensino, empresas, gestores, profissionais e empreendedores.

Um relatório do Foro Econômico Mundial revela que quase 65% dos empregos que os alunos do Ensino Fundamental terão no futuro ainda não existem. Se o mercado evolui, os profissionais também precisam progredir.

“Teremos cada vez mais profissionais tecnicamente qualificados. A grande oferta de cursos a distância nivelará os profissionais no que tange aos aspectos técnicos. As competências emocionais é que distinguirão os profissionais, pois fatores como comprometimento, proatividade e rápida capacidade de adaptação auxiliam as empresas a se desenvolverem”, explica a consultora de Recursos Humanos do Sebrae/MS, Adriana Gregório.

As competências emocionais que Adriana cita são as chamadas soft skills, competências de relação interpessoal e frutos da personalidade, cultura e educação de cada um.

“Pessoas que possuem soft skills desenvolvidas fazem as empresas e o mundo lugares melhores para se viver. Elas auxiliam pessoas e organizações a evoluírem, ensinam e aprendem rápido, se adaptam com facilidade, apresentam flexibilidade para soluções de problemas e se moldam às novas situações que o mundo e o mercado apresentam”, exemplifica Adriana.

O assunto é tão importante e representa uma realidade tão próxima que a ONU (Organização das Nações Unidades) divulgou sua lista das 10 habilidades essenciais para o profissional do futuro.

Com a ajuda da consultora Adriana Gregório, o Sebrae MS também listou algumas. Confira:

1. Pensamento Crítico e Resolução de Problemas

Foi-se o tempo que os “chefes” tinham todas as respostas e as equipes apenas executavam. Cada vez mais, todos os profissionais da empresa precisam questionar e encontrar soluções.

2. Adaptabilidade

A tecnologia se transforma e transforma tudo à sua volta quase que diariamente. É necessário, cada vez mais, ser um profissional que sabe se adaptar, aprender algo novo, adicionar atividades novas e assumir novas responsabilidades.

3. Análise de informações

Produzimos e acessamos, diariamente, uma quantidade imensurável de dados e conteúdos e tudo precisa ser traduzido em informações úteis para estratégias de negócio. Analisar números e gráficos e ter insights sobre estes materiais será cada vez mais indispensável. Além disso, na era das “fake news”, é preciso ser capaz de avaliar informações de várias fontes diferentes e com uma lente crítica.

4. Habilidades sociais

Essas características têm a ver com a forma como se comunicam com seus colegas, a influência que possuem no ambiente de trabalho e a criatividade que aplicam nos projetos. Outros pontos como a empatia, a transparência e a integridade ganham destaque dentro dos valores das organizações.

Ainda que se fale das habilidades dos profissionais do futuro, é fato que todos deverão desenvolvê-las, independentemente do cargo, função ou posição que ocupem. Fazer isso não só transformará o mercado, mas também o mundo em que vivemos.

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário