Marketing e Vendas

28 maio, 2021 • Marketing e Vendas

Perdas e sobras da produção. O que fazer? Como evitar esses custos?

Na corrida pela produtividade empresarial, desperdiçar significa correr o risco de ficar para trás. Todo empreendimento que busca a excelência no que faz tem conhecimento sobre os prós e contras de um planejamento. Diríamos que ele deve ter as cartas certas na manga para poder usá-las em algum momento crítico, como por exemplo, quando há perdas e sobras em sua produção.

Sabemos que o objetivo deve ser sempre a perda zero, porém, para que isso ocorra, é necessário que o gestor trace algumas estratégias para ter este controle. Pensando nisso, separamos algumas ações que reduzem as perdas e sobras no processo de produção para você adaptar à realidade da sua empresa.

Como evitar custos de perdas e sobras na produção?

1 – Planejamento

Parece clichê, mas o planejamento do material ou matéria-prima do produto que sua empresa mais usa é fundamental para não haver gastos desnecessários e muito menos desperdícios. Para este controle é ideal que você tenha um bom planejamento do que conseguirá produzir.

Você deve levar em conta as seguintes dicas:

  • Saber a quantidade certa da matéria-prima ou produtos que usa ao mês/ano;
  • Organizar o tempo certo de demanda da criação de cada produto (tempo também se gasta, ou melhor, se investe);
  • Saber reaproveitar as “pequenas” sobras da sua produção (há casos em que é inevitável não haver uma sobra e por isso a reciclagem é uma estratégia de zero desperdício).

2 – Nivelamento das etapas

Para que haja mais qualidade de tempo investido na sua produção sem desperdício, recomendamos o uso de organização das etapas, ou seja, é ideal ter um alinhamento entre todos os colaboradores para obter um bom resultado.

Perdas e sobras da produção. O que fazer? Como evitar esses custos?

(Foto: Pexels)

O nivelamento das etapas do processo produtivo é uma solução de otimização para redução de perdas e sobras. No dia a dia operacional, cabe aos empreendedores usarem algumas técnicas que podem melhorar os resultados como:

  • Lead time – é o tempo que uma peça ou produto demora dentro da linha de produção até o resultado final. Aqui é levada em conta a coleta da matéria-prima a ser utilizada, a montagem, componentes extras de produção, transporte e logística. Pode ser subdividido entre lead time de estoque e lead time de fluxo.
  • Takt time – é o tempo que leva desde o ritmo de produção até o abastecimento total do mercado, ou seja, é o alinhamento do tempo de produção com a demanda existente, tudo cronometrado para não haver sobrecargas nem desperdícios. Esse desperdício impacta significativamente o lead time de produção da maioria dos produtos, assim, também apresenta grandes oportunidades de melhoria.

3- Padronização

Padronize um script para todas as operações. Conforme citamos nas etapas acima, a padronização da operação também faz parte da redução de perdas e sobras na produção da sua empresa. Caso não tenha um roteiro padronizado, a sua produção corre risco de atrasos e ações desnecessárias para obter um resultado eficiente.

Além do mais, erros na geração desse produto finalizado podem afetar toda a produção de outros empreendimentos, caso sua empresa seja fornecedora de outrem. Portanto, fique atento à padronização de todo o processo da sua produção.

4 – Cálculo de tempo

Se sua produção depende de maquinários, inclua o tempo gasto em manutenção dentro desse cálculo. Essa etapa também corresponde dentro do item de não obter perdas e sobras na produção de sua empresa. Além disso, máquinas paradas geram custo alto para a empresa e, consequentemente, oferecem uma lucratividade baixa ao seu planejamento final.

5 – Reciclagem

Como citamos acima, a reciclagem de parte da matéria-prima utilizada em sua produção também pode gerar renda. As sobras podem ser revendidas ou reaproveitadas por outras indústrias. Transformar aquilo que seria descartado faz parte da parte sustentável que você, como gestor, deve ter na ética do seu empreendimento. Ações como reciclagem despertam o interesse do seu público final e você ainda acaba apoiando o fluxo do mercado como um todo.

Gostou das dicas que reservamos para você evitar as perdas e as sobras da sua produção? Confira também o nosso e-book sobre Como estruturar as vendas da sua empresa e investir em melhorias no seu negócio.

 

Na corrida pela produtividade empresarial, desperdiçar significa correr o risco de ficar para trás. Todo empreendimento que busca a excelência no que faz tem conhecimento sobre os prós e contras de um planejamento. Diríamos que ele deve ter as cartas certas na manga para poder usá-las em algum momento crítico, como por exemplo, quando há perdas e sobras em sua produção.

Sabemos que o objetivo deve ser sempre a perda zero, porém, para que isso ocorra, é necessário que o gestor trace algumas estratégias para ter este controle. Pensando nisso, separamos algumas ações que reduzem as perdas e sobras no processo de produção para você adaptar à realidade da sua empresa.

Como evitar custos de perdas e sobras na produção?

1 – Planejamento

Parece clichê, mas o planejamento do material ou matéria-prima do produto que sua empresa mais usa é fundamental para não haver gastos desnecessários e muito menos desperdícios. Para este controle é ideal que você tenha um bom planejamento do que conseguirá produzir.

Você deve levar em conta as seguintes dicas:

  • Saber a quantidade certa da matéria-prima ou produtos que usa ao mês/ano;
  • Organizar o tempo certo de demanda da criação de cada produto (tempo também se gasta, ou melhor, se investe);
  • Saber reaproveitar as “pequenas” sobras da sua produção (há casos em que é inevitável não haver uma sobra e por isso a reciclagem é uma estratégia de zero desperdício).

2 – Nivelamento das etapas

Para que haja mais qualidade de tempo investido na sua produção sem desperdício, recomendamos o uso de organização das etapas, ou seja, é ideal ter um alinhamento entre todos os colaboradores para obter um bom resultado.

Perdas e sobras da produção. O que fazer? Como evitar esses custos?

(Foto: Pexels)

O nivelamento das etapas do processo produtivo é uma solução de otimização para redução de perdas e sobras. No dia a dia operacional, cabe aos empreendedores usarem algumas técnicas que podem melhorar os resultados como:

  • Lead time – é o tempo que uma peça ou produto demora dentro da linha de produção até o resultado final. Aqui é levada em conta a coleta da matéria-prima a ser utilizada, a montagem, componentes extras de produção, transporte e logística. Pode ser subdividido entre lead time de estoque e lead time de fluxo.
  • Takt time – é o tempo que leva desde o ritmo de produção até o abastecimento total do mercado, ou seja, é o alinhamento do tempo de produção com a demanda existente, tudo cronometrado para não haver sobrecargas nem desperdícios. Esse desperdício impacta significativamente o lead time de produção da maioria dos produtos, assim, também apresenta grandes oportunidades de melhoria.

3- Padronização

Padronize um script para todas as operações. Conforme citamos nas etapas acima, a padronização da operação também faz parte da redução de perdas e sobras na produção da sua empresa. Caso não tenha um roteiro padronizado, a sua produção corre risco de atrasos e ações desnecessárias para obter um resultado eficiente.

Além do mais, erros na geração desse produto finalizado podem afetar toda a produção de outros empreendimentos, caso sua empresa seja fornecedora de outrem. Portanto, fique atento à padronização de todo o processo da sua produção.

4 – Cálculo de tempo

Se sua produção depende de maquinários, inclua o tempo gasto em manutenção dentro desse cálculo. Essa etapa também corresponde dentro do item de não obter perdas e sobras na produção de sua empresa. Além disso, máquinas paradas geram custo alto para a empresa e, consequentemente, oferecem uma lucratividade baixa ao seu planejamento final.

5 – Reciclagem

Como citamos acima, a reciclagem de parte da matéria-prima utilizada em sua produção também pode gerar renda. As sobras podem ser revendidas ou reaproveitadas por outras indústrias. Transformar aquilo que seria descartado faz parte da parte sustentável que você, como gestor, deve ter na ética do seu empreendimento. Ações como reciclagem despertam o interesse do seu público final e você ainda acaba apoiando o fluxo do mercado como um todo.

Gostou das dicas que reservamos para você evitar as perdas e as sobras da sua produção? Confira também o nosso e-book sobre Como estruturar as vendas da sua empresa e investir em melhorias no seu negócio.

 


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário