Planejamento Estratégico

05 março, 2021 • Planejamento Estratégico

Posso tocar um negócio em paralelo ao meu trabalho?

Muitas pessoas se encontram estáveis em seus trabalhos e, mesmo assim, possuem o desejo de ter o próprio negócio. Outras, por outro lado, planejam um novo negócio por insatisfação profissional ou para poder entrar em uma nova área de atuação. São muitos os motivos! Mas esse processo também apresenta algumas dificuldades a serem enfrentadas, sobretudo nos primeiros meses. Questões como o retorno financeiro e a gestão de tempo são alguns dos desafios mais recorrentes. Quando se inicia uma empresa, os lucros não surgem de imediato e é por isso que muitos empresários tocam seus negócios de forma paralela a outros trabalhos.

É fato que as micro e pequenas empresas no país enfrentam, em seu início, muita dificuldade para se estabelecer no mercado. Segundo estudo da Small Business Facts, 80 a 90% das pequenas empresas nunca ultrapassam o seu segundo ano no negócio. Este é um fator preocupante e que faz com que muitos empreendedores mantenham seus empregos formais durante este período, como forma de se manterem estáveis até seu negócio deslanchar. Mas é possível ter um negócio paralelo? Como conciliar dois trabalhos para que ambos tenham bons resultados? E mais: quando é hora de deixar o seu emprego formal para dedicar-se em tempo integral ao negócio próprio? O Sebrae te ajuda com estas questões!

gerenciamento de tempo

Deixar meu emprego ou tocar um negócio paralelo?

Se você está pensando em ter um negócio próprio, é preciso pensar em cada detalhe da sua decisão. Crie um planejamento no qual você possa visualizar como dará início ao empreendimento, quanto precisará investir, quais serão os principais desafios, quanto tempo você precisará dedicar a ele, e por aí vai. Isso é importante, pois dessa forma você consegue enxergar com clareza seu plano de negócio e prever qualquer adversidade no caminho.

Tendo isso em vista, você dará conta de trabalhar em seu negócio e no seu trabalho atual? Isso tomará quanto do seu tempo? Você está disposto a este desafio? Coloque na balança todas as possibilidades e entenda se é isso que você quer. A parte financeira é uma das mais importantes nesta etapa de tomada de decisão. É preciso entender a rentabilidade do seu novo negócio e o tempo necessário para você obter lucro com ele. Depois de calcular estes fatores, você entenderá se precisa manter seu emprego atual, e até mesmo por quanto tempo, até poder se dedicar 100% ao seu empreendimento.

É preciso, também, pensar sobre sua satisfação. Seu emprego te deixa totalmente realizado? Você sente falta de alguma atividade ligada a uma ou mais áreas específicas ou hobbies que você considera importantes? A grande maioria das pessoas busca um novo negócio para se sentir realizado profissionalmente, e isso é muito importante. Se você tem essa necessidade, talvez seja hora de tocar um negócio paralelo, sim! A grande questão é: se você não deseja levar este novo projeto como sua principal fonte de renda, mas sim apenas uma forma de adquirir um lucro extra, é possível conciliar ambos?

Entenda como fazer uma boa gestão do seu tempo para cuidar dos seus negócios com eficácia

Quando é hora de se dedicar full-time ao seu negócio?

É possível que chegue o momento em que você precise deixar o seu emprego atual para se dedicar única e exclusivamente ao seu negócio próprio. Para que você entenda se este é o momento adequado para isso, é preciso ficar atento a alguns sinais, por exemplo:

  • Você não se sente mais feliz realizando o seu trabalho formal;
  • Você gostaria de fazer coisas que seu trabalho formal não te proporciona;
  • Seu negócio paralelo exige cada vez mais tempo e dedicação;
  • Você sente que já sabe empreender e entende o funcionamento da empresa;
  • Você se sente esgotado após realizar todas as suas tarefas;
  • Sua empresa se mostra estabilizada e rentável;
  • Você tem uma reserva de emergência pessoal para se manter por 6 meses ou mais.

Se você se identifica com estas características, é possível que o trabalho formal já não seja o suficiente para você. Você é empreendedor e já se estabilizou em diversos aspectos com sua empresa. Sendo assim, colocar seu negócio em primeiro plano pode ser o melhor passo a ser dado. Pense, planeje e se organize!

Gostou do nosso conteúdo? Que tal se aprofundar ainda mais no mundo dos negócios e começar a colocar em prática seus conhecimentos? Acesse agora nosso Guia de Abertura de Empresa e empreenda já!

BAIXAR GUIA DE ABERTURA DE EMPRESA

Muitas pessoas se encontram estáveis em seus trabalhos e, mesmo assim, possuem o desejo de ter o próprio negócio. Outras, por outro lado, planejam um novo negócio por insatisfação profissional ou para poder entrar em uma nova área de atuação. São muitos os motivos! Mas esse processo também apresenta algumas dificuldades a serem enfrentadas, sobretudo nos primeiros meses. Questões como o retorno financeiro e a gestão de tempo são alguns dos desafios mais recorrentes. Quando se inicia uma empresa, os lucros não surgem de imediato e é por isso que muitos empresários tocam seus negócios de forma paralela a outros trabalhos.

É fato que as micro e pequenas empresas no país enfrentam, em seu início, muita dificuldade para se estabelecer no mercado. Segundo estudo da Small Business Facts, 80 a 90% das pequenas empresas nunca ultrapassam o seu segundo ano no negócio. Este é um fator preocupante e que faz com que muitos empreendedores mantenham seus empregos formais durante este período, como forma de se manterem estáveis até seu negócio deslanchar. Mas é possível ter um negócio paralelo? Como conciliar dois trabalhos para que ambos tenham bons resultados? E mais: quando é hora de deixar o seu emprego formal para dedicar-se em tempo integral ao negócio próprio? O Sebrae te ajuda com estas questões!

gerenciamento de tempo

Deixar meu emprego ou tocar um negócio paralelo?

Se você está pensando em ter um negócio próprio, é preciso pensar em cada detalhe da sua decisão. Crie um planejamento no qual você possa visualizar como dará início ao empreendimento, quanto precisará investir, quais serão os principais desafios, quanto tempo você precisará dedicar a ele, e por aí vai. Isso é importante, pois dessa forma você consegue enxergar com clareza seu plano de negócio e prever qualquer adversidade no caminho.

Tendo isso em vista, você dará conta de trabalhar em seu negócio e no seu trabalho atual? Isso tomará quanto do seu tempo? Você está disposto a este desafio? Coloque na balança todas as possibilidades e entenda se é isso que você quer. A parte financeira é uma das mais importantes nesta etapa de tomada de decisão. É preciso entender a rentabilidade do seu novo negócio e o tempo necessário para você obter lucro com ele. Depois de calcular estes fatores, você entenderá se precisa manter seu emprego atual, e até mesmo por quanto tempo, até poder se dedicar 100% ao seu empreendimento.

É preciso, também, pensar sobre sua satisfação. Seu emprego te deixa totalmente realizado? Você sente falta de alguma atividade ligada a uma ou mais áreas específicas ou hobbies que você considera importantes? A grande maioria das pessoas busca um novo negócio para se sentir realizado profissionalmente, e isso é muito importante. Se você tem essa necessidade, talvez seja hora de tocar um negócio paralelo, sim! A grande questão é: se você não deseja levar este novo projeto como sua principal fonte de renda, mas sim apenas uma forma de adquirir um lucro extra, é possível conciliar ambos?

Entenda como fazer uma boa gestão do seu tempo para cuidar dos seus negócios com eficácia

Quando é hora de se dedicar full-time ao seu negócio?

É possível que chegue o momento em que você precise deixar o seu emprego atual para se dedicar única e exclusivamente ao seu negócio próprio. Para que você entenda se este é o momento adequado para isso, é preciso ficar atento a alguns sinais, por exemplo:

  • Você não se sente mais feliz realizando o seu trabalho formal;
  • Você gostaria de fazer coisas que seu trabalho formal não te proporciona;
  • Seu negócio paralelo exige cada vez mais tempo e dedicação;
  • Você sente que já sabe empreender e entende o funcionamento da empresa;
  • Você se sente esgotado após realizar todas as suas tarefas;
  • Sua empresa se mostra estabilizada e rentável;
  • Você tem uma reserva de emergência pessoal para se manter por 6 meses ou mais.

Se você se identifica com estas características, é possível que o trabalho formal já não seja o suficiente para você. Você é empreendedor e já se estabilizou em diversos aspectos com sua empresa. Sendo assim, colocar seu negócio em primeiro plano pode ser o melhor passo a ser dado. Pense, planeje e se organize!

Gostou do nosso conteúdo? Que tal se aprofundar ainda mais no mundo dos negócios e começar a colocar em prática seus conhecimentos? Acesse agora nosso Guia de Abertura de Empresa e empreenda já!

BAIXAR GUIA DE ABERTURA DE EMPRESA


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário