Planejamento Estratégico

22 fevereiro, 2019 • Planejamento Estratégico

Turismo inteligente, turismo que dá certo

turismo de aventura

Mato Grosso do Sul é reconhecido pelos turistas internacionais como o estado mais hospitaleiro do Brasil. Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo mostra que, entre os 19 itens pesquisados e avaliados que influenciam a percepção do turista (como alojamentos, gastronomia, restaurantes e aeroportos), a hospitalidade do sul-mato-grossense chama a atenção dos estrangeiros, deixando para trás grandes destinos turísticos, como Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco.

Mesmo com esse reconhecimento, temos que admitir que ainda há muito potencial e muito espaço para o setor crescer e se desenvolver em nosso estado. O que falta então?

Luiz Barretto Filho é sociólogo, administrador, foi diretor de comunicação e marketing e presidente do Sebrae Nacional, esteve à frente do Ministério do Turismo por quatro anos e, hoje, atua como consultor. Em entrevista à equipe do blog do Sebrae, Luiz detalhou as forças e as oportunidades do setor em nosso estado.

Luiz Barretto

O primeiro ponto que merece atenção, segundo Barretto, é o Observatório de Turismo, implementado em Mato Grosso do Sul em 2017.

“Como qualquer outro campo de atividade, para fazer turismo é preciso ter informação, ter dados, e aplicar uma inteligência em cima dessas informações. É preciso conhecer esse turista, entender sua jornada: de onde ele vem? Do que gosta? O que ele faz? O observatório ajuda o empresário acessar esse tipo de informação e isso é uma vantagem competitiva para aumentar o fluxo e atrair novos turistas para os nossos destinos”, defende.

Outro ponto observado por Barretto é que Mato Grosso do Sul já possui algumas forças consolidadas, como a questão do ecoturismo e turismo de aventura. Por outro lado, o estado tem atraído congressos e eventos corporativos; muitas vezes atrelados à cadeia do agronegócio e do polo educacional que tem se formado.

Negócios já são o segundo principal motivo de viagens para Campo Grande, ficando atrás somente do lazer. O Centro-Oeste realiza 9% dos eventos do País e tem 6% do faturamento nacional. “Quase 80% das empresas que organizam esses eventos são de pequeno porte. O grande desafio é criar uma rede de serviços que possa dar conta da realização de mais eventos e, por outro lado, ter uma política agressiva de comercialização”, explica.

Turismo em 4 pilares

Em pleno ano de 2019, é impossível falar de turismo inteligente sem falar de tecnologia. É preciso, sim, investir em tecnologia de ponta para garantir conectividade, interação e agilidade. Mas Barretto fala também de outros três pilares que devem ser explorados nessa nova era do turismo: Governança, Experiências e Sustentabilidade.

“No turismo, pessoas vão ser sempre mais importantes que qualquer tecnologia. Nada substitui gente. Por isso, é fundamental investir na capacitação das pessoas que atuam no turismo para que possam oferecer um atendimento mais personalizado, que possam oferecer experiências inesquecíveis, para aumentar a qualidade do serviço, para desenvolverem ações sustentáveis, enfim, para dar conta desse turista que é cada vez mais experiente, conectado e exigente. A economia da recomendação já é uma realidade. A opinião de amigos e até mesmo de desconhecidos conta mais que a publicidade que você paga”, finaliza.

Plano Nacional de Turismo

O PNT 2018-2022 foi elaborado de forma coletiva e espelha os anseios do setor e do cidadão que consome turismo. O conjunto de medidas contribui para consolidar o turismo como um eixo estratégico efetivo de desenvolvimento econômico do país e tem como meta:

– Aumentar a entrada anual de turistas estrangeiros de 6,5 milhões para 12 milhões.

– Aumentar a receita gerada pelos visitantes internacionais de US$ 6,5 bi para US$ 19 bilhões.

– Ampliar de 60 milhões para 100 milhões o número de brasileiros viajando pelo País.

– Ampliar de 6,5 milhões para 9 milhões o número de empregos no turismo.

Para saber mais, acesse aqui.  

turismo de aventura

Mato Grosso do Sul é reconhecido pelos turistas internacionais como o estado mais hospitaleiro do Brasil. Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo mostra que, entre os 19 itens pesquisados e avaliados que influenciam a percepção do turista (como alojamentos, gastronomia, restaurantes e aeroportos), a hospitalidade do sul-mato-grossense chama a atenção dos estrangeiros, deixando para trás grandes destinos turísticos, como Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco.

Mesmo com esse reconhecimento, temos que admitir que ainda há muito potencial e muito espaço para o setor crescer e se desenvolver em nosso estado. O que falta então?

Luiz Barretto Filho é sociólogo, administrador, foi diretor de comunicação e marketing e presidente do Sebrae Nacional, esteve à frente do Ministério do Turismo por quatro anos e, hoje, atua como consultor. Em entrevista à equipe do blog do Sebrae, Luiz detalhou as forças e as oportunidades do setor em nosso estado.

Luiz Barretto

O primeiro ponto que merece atenção, segundo Barretto, é o Observatório de Turismo, implementado em Mato Grosso do Sul em 2017.

“Como qualquer outro campo de atividade, para fazer turismo é preciso ter informação, ter dados, e aplicar uma inteligência em cima dessas informações. É preciso conhecer esse turista, entender sua jornada: de onde ele vem? Do que gosta? O que ele faz? O observatório ajuda o empresário acessar esse tipo de informação e isso é uma vantagem competitiva para aumentar o fluxo e atrair novos turistas para os nossos destinos”, defende.

Outro ponto observado por Barretto é que Mato Grosso do Sul já possui algumas forças consolidadas, como a questão do ecoturismo e turismo de aventura. Por outro lado, o estado tem atraído congressos e eventos corporativos; muitas vezes atrelados à cadeia do agronegócio e do polo educacional que tem se formado.

Negócios já são o segundo principal motivo de viagens para Campo Grande, ficando atrás somente do lazer. O Centro-Oeste realiza 9% dos eventos do País e tem 6% do faturamento nacional. “Quase 80% das empresas que organizam esses eventos são de pequeno porte. O grande desafio é criar uma rede de serviços que possa dar conta da realização de mais eventos e, por outro lado, ter uma política agressiva de comercialização”, explica.

Turismo em 4 pilares

Em pleno ano de 2019, é impossível falar de turismo inteligente sem falar de tecnologia. É preciso, sim, investir em tecnologia de ponta para garantir conectividade, interação e agilidade. Mas Barretto fala também de outros três pilares que devem ser explorados nessa nova era do turismo: Governança, Experiências e Sustentabilidade.

“No turismo, pessoas vão ser sempre mais importantes que qualquer tecnologia. Nada substitui gente. Por isso, é fundamental investir na capacitação das pessoas que atuam no turismo para que possam oferecer um atendimento mais personalizado, que possam oferecer experiências inesquecíveis, para aumentar a qualidade do serviço, para desenvolverem ações sustentáveis, enfim, para dar conta desse turista que é cada vez mais experiente, conectado e exigente. A economia da recomendação já é uma realidade. A opinião de amigos e até mesmo de desconhecidos conta mais que a publicidade que você paga”, finaliza.

Plano Nacional de Turismo

O PNT 2018-2022 foi elaborado de forma coletiva e espelha os anseios do setor e do cidadão que consome turismo. O conjunto de medidas contribui para consolidar o turismo como um eixo estratégico efetivo de desenvolvimento econômico do país e tem como meta:

– Aumentar a entrada anual de turistas estrangeiros de 6,5 milhões para 12 milhões.

– Aumentar a receita gerada pelos visitantes internacionais de US$ 6,5 bi para US$ 19 bilhões.

– Ampliar de 60 milhões para 100 milhões o número de brasileiros viajando pelo País.

– Ampliar de 6,5 milhões para 9 milhões o número de empregos no turismo.

Para saber mais, acesse aqui.  


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário


ankara escort çankaya escort ankara escort çankaya escort escort ankara çankaya escort escort bayan çankaya istanbul rus escort eryaman escort escort bayan ankara ankara escort kızılay escort istanbul escort ankara escort ankara rus escort escort çankaya ankara escort bayan istanbul rus Escort atasehir Escort beylikduzu Escort Ankara Escort malatya Escort kuşadası Escort gaziantep Escort izmir Escort