Destaque

17 novembro, 2017 • Destaque, Dicas de Empreendedorismo

Diversão para os pequenos, diferencial para todos

Outubro foi o mês delas, mas não é só nesse período que as crianças querem – e devem – se divertir. A falta de espaços adequados aos pequenos, muitas vezes, trava até mesmo a diversão dos pais que, sem ter uma opção atrativa para toda a família, acabam desistindo do passeio.

Aos poucos, esse cenário vem mudando em Campo Grande. Diversos estabelecimentos perceberam que dar uma atenção especial aos filhos era uma maneira de atrair a atenção – e a preferência – dos pais.

Tradicional pizzaria de Campo Grande, a Dom Pauligi foi a primeira a trazer o sistema de rodízios para a capital. Há 33 anos o empresário Paulo De Costa comanda o negócio e há cerca de 10 anos percebeu a mudança no perfil do público e se antecipou: reformou o estabelecimento, inaugurando um dos primeiros espaços kids da cidade.

A filha de Paulo, Bruna, assumiu o negócio junto com o pai e afirma que o espaço kids é sim um diferencial para o negócio.

“Nosso público sempre foi mais família, mas o perfil dessas famílias foi mudando. Então a gente sabe que se eles não gostassem da pizza e do nosso atendimento, nem viriam, mas o espaço dedicado às crianças com a segurança de uma monitora sempre por perto ajuda na hora de decidir onde ir”, esclarece Bruna.

Mas, Bruna sabe que só ter o espaço kids não é suficiente, é preciso mantê-lo atrativo para os pequenos.

“Estamos sempre fazendo a manutenção dos brinquedos, vendo se algo quebrou, limpando e, claro, renovando os brinquedos, que são em sua maioria educativos“, explica.

Criado para elas

Diferente da Dom Pauligi, que se adequou ao mercado, o Green Pepper já nasceu e abriu as portas com o objetivo de agradar as crianças. Inaugurado em maio pelo casal Cláudio Sakamoto e Evelini Moura, o negócio nasceu para sanar uma dificuldade que eles também tinham: pais de um menino e com vários sobrinhos no currículo, eles sempre ficavam na dúvida do que fazer com os pequenos.

Dos quase 800 m² que o espaço ocupa no bairro Chácara Cachoeira, o parque é a maior e principal atração. Direcionado a crianças de 4 a 12 anos, possui duas entradas, para separar a turminha por faixa etária e impedir que os maiores machuquem os menores.

A própria realidade também foi o que inspirou o publicitário Rafael Santana a abrir o Hook Beers Park, um bar “com cara de balada”, mas que possui um espaço kids de mais de 700 m2, com três camas elásticas, brinquedos variados e tobogãs.

“Os perfis de pais e avós – que agora saem para se divertir em vez de ficar em casa cuidando dos netos – nos fez pensar numa opção para a família toda”, explica o publicitário. Apesar das monitoras, a idade mínima para a criança ficar sozinha é de três anos e não há idade máxima para brincar nos brinquedos maiores, até os adultos podem entrar.

Kids friendly é tendência

Em uma geração de pais e a avós que valoriza muito a opinião das crianças na hora de decidir o que comprar e onde ir, estabelecimentos kids friendly, ou seja, que estão preparados para receber e divertir também os pequenos são cada vez mais tendência.

Além de pensar em um espaço de diversão e entretenimento para eles, é preciso pensar neles como clientes, ou seja, um cardápio especial, que seja rico e variado, indo além de adaptar as porções para versões menores.

Essa e outras ideias de negócios ou de inovação você conhece, estuda a viabilidade e amadurece  com as parceria do Sebrae e as soluções que oferece para bares e restaurantes.

 

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário