Destaque

Volta ao Trabalho: Colocando as Ideias e Inspirações das Férias em Prática

Quem é responsável por um negócio, seja ele de grande ou pequeno porte, sabe como são raros os momentos em que é possível tirar férias. No entanto, períodos de descanso são importantes para recarregar as energias e buscar novas ideias, referências e oportunidades de negócios.

Volta ao Trabalho: Colocando as Ideias e Inspirações das Férias em Prática

Com tudo isso, é normal que no retorno das férias o desejo maior é o de chacoalhar a sua empresa e aplicar várias mudanças ao mesmo tempo. Mas, tome cuidado! Saiba como aproveitar bem as ideias que surgem nas férias sem dar um “cavalo de pau” na gestão do seu negócio. Se você voltou de férias inspirado a fazer várias mudanças em seu negócio, antes de colocá-las em prática, faça a si mesmo as cinco perguntas abaixo.


1. As ideias se aplicam a minha realidade?

Quando viajamos durante as férias, vivemos experiências muito diferentes da nossa rotina. Conhecer lugares e pessoas novas é uma ótima maneira de ter ideias para o seu trabalho. Porém, retornando dessas viagens, é preciso se perguntar se as ideias funcionam dentro do escopo do seu negócio ou se elas apenas fazem sentido em outra realidade que não a sua. É importante avaliar se a boa ideia continua sendo boa depois de a transpor e adaptar à sua empresa.


2. De volta ao trabalho: Onde quero chegar?

Existem muitos modelos de gestão que parecem interessantes e oportunidades novas de negócio que podem ser exploradas pela sua empresa, mas é essencial ter em mente o objetivo real dessas mudanças. Não vale a pena seguir tendências com sua empresa se elas não irão ajudar a atingir o seu objetivo. Quando estiver no retorno de férias, pensando em milhares de mudanças a serem aplicadas em sua empresa, repasse sempre quais são suas metas e seus objetivos e reflita se (e como) essas mudanças irão te ajudar com isso.


3. Os resultados virão a longo ou a curto prazo?

Às vezes a nova ideia é tão sedutora que existe a ansiedade de coloca-la logo em prática. Outro ponto importante a se pensar é no prazo dos resultados da mudança em questão. Se a mudança desejada será entregue a um longo prazo, talvez não seja tão urgente, e poderá ser aplicada sem pressa no tempo certo. Enquanto isso, podem existir outras ações (talvez menores) com resultados rápidos e eficazes.


4. Tenho todas as ferramentas ao meu alcance para tal mudança?

Com uma nova ideia na cabeça, é preciso pensar sobre o que será necessário para executar essa ideia: é uma mudança que exige investimento? Contratações? Maior espaço físico? Ou você já possui todas as ferramentas para executar a ideia? Se os meios para tornar a ideia uma realidade já estão em suas mãos, é um bom indício de que ela poderá ser implantada logo. Mas se você concluir que ainda não possui todos esses meios, um planejamento se faz necessário.


5. A ideia é realmente boa?

Por fim, depois do retorno das férias, pense novamente nas ideias com um maior senso crítico. Quando estamos de férias, costumamos ser mais otimistas e menos pragmáticos. Voltando à rotina de trabalho, é possível tomar uma nova perspectiva sobre algo que foi pensado em um momento de lazer. Tente também pedir a opinião de um sócio ou colega de confiança. E se a ideia for realmente boa, desenvolva um cronograma para a sua implantação.

Responder essas cinco perguntas fará você refletir mais sobre as mudanças a serem feitas. Novidades são fundamentais, porém mudar muito de uma hora para a outra pode não ser a melhor decisão para a saúde do seu negócio.

Quem é responsável por um negócio, seja ele de grande ou pequeno porte, sabe como são raros os momentos em que é possível tirar férias. No entanto, períodos de descanso são importantes para recarregar as energias e buscar novas ideias, referências e oportunidades de negócios.

Volta ao Trabalho: Colocando as Ideias e Inspirações das Férias em Prática

Com tudo isso, é normal que no retorno das férias o desejo maior é o de chacoalhar a sua empresa e aplicar várias mudanças ao mesmo tempo. Mas, tome cuidado! Saiba como aproveitar bem as ideias que surgem nas férias sem dar um “cavalo de pau” na gestão do seu negócio. Se você voltou de férias inspirado a fazer várias mudanças em seu negócio, antes de colocá-las em prática, faça a si mesmo as cinco perguntas abaixo.


1. As ideias se aplicam a minha realidade?

Quando viajamos durante as férias, vivemos experiências muito diferentes da nossa rotina. Conhecer lugares e pessoas novas é uma ótima maneira de ter ideias para o seu trabalho. Porém, retornando dessas viagens, é preciso se perguntar se as ideias funcionam dentro do escopo do seu negócio ou se elas apenas fazem sentido em outra realidade que não a sua. É importante avaliar se a boa ideia continua sendo boa depois de a transpor e adaptar à sua empresa.


2. De volta ao trabalho: Onde quero chegar?

Existem muitos modelos de gestão que parecem interessantes e oportunidades novas de negócio que podem ser exploradas pela sua empresa, mas é essencial ter em mente o objetivo real dessas mudanças. Não vale a pena seguir tendências com sua empresa se elas não irão ajudar a atingir o seu objetivo. Quando estiver no retorno de férias, pensando em milhares de mudanças a serem aplicadas em sua empresa, repasse sempre quais são suas metas e seus objetivos e reflita se (e como) essas mudanças irão te ajudar com isso.


3. Os resultados virão a longo ou a curto prazo?

Às vezes a nova ideia é tão sedutora que existe a ansiedade de coloca-la logo em prática. Outro ponto importante a se pensar é no prazo dos resultados da mudança em questão. Se a mudança desejada será entregue a um longo prazo, talvez não seja tão urgente, e poderá ser aplicada sem pressa no tempo certo. Enquanto isso, podem existir outras ações (talvez menores) com resultados rápidos e eficazes.


4. Tenho todas as ferramentas ao meu alcance para tal mudança?

Com uma nova ideia na cabeça, é preciso pensar sobre o que será necessário para executar essa ideia: é uma mudança que exige investimento? Contratações? Maior espaço físico? Ou você já possui todas as ferramentas para executar a ideia? Se os meios para tornar a ideia uma realidade já estão em suas mãos, é um bom indício de que ela poderá ser implantada logo. Mas se você concluir que ainda não possui todos esses meios, um planejamento se faz necessário.


5. A ideia é realmente boa?

Por fim, depois do retorno das férias, pense novamente nas ideias com um maior senso crítico. Quando estamos de férias, costumamos ser mais otimistas e menos pragmáticos. Voltando à rotina de trabalho, é possível tomar uma nova perspectiva sobre algo que foi pensado em um momento de lazer. Tente também pedir a opinião de um sócio ou colega de confiança. E se a ideia for realmente boa, desenvolva um cronograma para a sua implantação.

Responder essas cinco perguntas fará você refletir mais sobre as mudanças a serem feitas. Novidades são fundamentais, porém mudar muito de uma hora para a outra pode não ser a melhor decisão para a saúde do seu negócio.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.







Um Comentário

  1. […] Como estar de férias sem pensar no trabalho Empreendedorismo: Como planejar as próprias férias? RH: 10 dicas para lidar com as férias dos funcionários Volta ao Trabalho: Colocando as Ideias e Inspirações das Férias em Prática […]




Deixe seu Comentário