Empreendedorismo

21 fevereiro, 2020 • Empreendedorismo

Mães e empreendedoras: os desafios da dupla jornada

A chegada dos filhos é um acontecimento transformador na vida de qualquer mulher, e também pode ser um fator decisivo para o começo da carreira empreendedora. Uma pesquisa feita pela Rede Mulher Empreendedora, em 2016, com cerca de 1376 mulheres, mostra exatamente como é o perfil das mães empreendedoras. 

Setenta e cinco por cento das empreendedoras brasileiras decidiram abrir um negócio após a maternidade. Quando se observa a classe C, a porcentagem aumenta para 83%. Os números são expressivos, mas ainda pouco se fala – e muito se romantiza – a respeito do caminho percorrido pelas mães empreendedoras, desde a decisão até o sucesso pessoal e profissional. 

Escolha ou necessidade?

Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que 50% das mulheres são demitidas até dois anos após a licença-maternidade. Dado que demonstra que o empreendedorismo feminino está totalmente atrelado a um mercado de trabalho hostil quando o assunto é maternidade, no qual reina a insegurança e o medo do desemprego.

Para falar sobre o tema, o Sebrae Inspira Mulher de Negócios traz para Campo Grande, no próximo dia 04 de março, a comunicadora, especialista em e-commerce, negócios e estratégias digitais Beatriz Blaqui. A palestra comandada por Beatriz será “Empreendedorismo Materno – Desafios e Oportunidades”

A publicitária acredita que “a mãe por muitas vezes não se sente acolhida, não se sente pertencente àquele grupo, já que a maioria das empresas não possuem essa cultura. Daí vem aquela necessidade de repensar os valores, o que culmina, muitas vezes, na carreira empreendedora”. 

Desafios das mães empreendedoras 

Trabalhar e ser mãe parecem ser duas coisas que estão em constante atrito, o que contribui para o aumento do desejo de uma maior autonomia e tempo com os filhos. Mas, embora a carreira de dona de empresa e mãe soe como o melhor dos dois mundos, ambas podem exigir, muitas vezes, dedicação em tempo integral. 

E este é apenas um dos desafios. Beatriz acredita que tudo começa pela desigualdade de gênero. “Geralmente, a responsabilidade do filho recai totalmente sobre a mãe e precisamos trazer um olhar sistêmico para esta situação”, aponta.

Já quando o assunto é o dia a dia, a publicitária elenca alguns pontos como a falta de conhecimento para tração e expansão dos negócios, além da falta de planejamento financeiro. “Muitas vezes, as contas pessoais e da empresa se misturam, e isso é algo que não se sustenta a longo prazo. E após toda a etapa de validação da ideia e constituição da empresa, os problemas continuam, mas tracionar as vendas é um grande problema. Pois é uma transição onde precisamos depositar energia para colocar em um processo que algumas não gostam, que é a venda”, aponta.

Rede de apoio 

A ressignificação da carreira profissional após a maternidade é um processo extremamente importante e necessário, mesmo que a mulher opte por não empreender. Beatriz acredita que olhar para dentro de si e reconhecer os seus valores são ferramentas que ajudam na construção de um novo caminho. 

E é neste contexto que surge a rede de apoio. “Eu acredito ser de suma importância! Buscar grupos onde você possa se sentir acolhida é fundamental no processo. E poder contar com pessoas ao seu redor deixa o caminho mais leve”, afirma Beatriz. 

Quem é Beatriz Blaqui? 

Formada em Publicidade e Propaganda, Beatriz tem especialização em E-Commerce e Negócios Digitais pela ESPM. A publicitária também fundou a Mãezíssima, que atua na capacitação empreendedora para mães por meio da promoção de eventos que geram oportunidade de renda, networking e negócios.

Hoje, Beatriz é representante da B2Mamy, empresa criada em 2016 e que tem como foco a educação, preparação e conexão de mães ao ecossistema de inovação e tecnologia, oferecendo capacitações que as transformem em líderes economicamente livres. Clicando aqui você tem mais informações sobre a palestra de Beatriz no Inspira Mulher de Negócios e pode fazer a sua inscrição para o evento.

A chegada dos filhos é um acontecimento transformador na vida de qualquer mulher, e também pode ser um fator decisivo para o começo da carreira empreendedora. Uma pesquisa feita pela Rede Mulher Empreendedora, em 2016, com cerca de 1376 mulheres, mostra exatamente como é o perfil das mães empreendedoras. 

Setenta e cinco por cento das empreendedoras brasileiras decidiram abrir um negócio após a maternidade. Quando se observa a classe C, a porcentagem aumenta para 83%. Os números são expressivos, mas ainda pouco se fala – e muito se romantiza – a respeito do caminho percorrido pelas mães empreendedoras, desde a decisão até o sucesso pessoal e profissional. 

Escolha ou necessidade?

Uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que 50% das mulheres são demitidas até dois anos após a licença-maternidade. Dado que demonstra que o empreendedorismo feminino está totalmente atrelado a um mercado de trabalho hostil quando o assunto é maternidade, no qual reina a insegurança e o medo do desemprego.

Para falar sobre o tema, o Sebrae Inspira Mulher de Negócios traz para Campo Grande, no próximo dia 04 de março, a comunicadora, especialista em e-commerce, negócios e estratégias digitais Beatriz Blaqui. A palestra comandada por Beatriz será “Empreendedorismo Materno – Desafios e Oportunidades”

A publicitária acredita que “a mãe por muitas vezes não se sente acolhida, não se sente pertencente àquele grupo, já que a maioria das empresas não possuem essa cultura. Daí vem aquela necessidade de repensar os valores, o que culmina, muitas vezes, na carreira empreendedora”. 

Desafios das mães empreendedoras 

Trabalhar e ser mãe parecem ser duas coisas que estão em constante atrito, o que contribui para o aumento do desejo de uma maior autonomia e tempo com os filhos. Mas, embora a carreira de dona de empresa e mãe soe como o melhor dos dois mundos, ambas podem exigir, muitas vezes, dedicação em tempo integral. 

E este é apenas um dos desafios. Beatriz acredita que tudo começa pela desigualdade de gênero. “Geralmente, a responsabilidade do filho recai totalmente sobre a mãe e precisamos trazer um olhar sistêmico para esta situação”, aponta.

Já quando o assunto é o dia a dia, a publicitária elenca alguns pontos como a falta de conhecimento para tração e expansão dos negócios, além da falta de planejamento financeiro. “Muitas vezes, as contas pessoais e da empresa se misturam, e isso é algo que não se sustenta a longo prazo. E após toda a etapa de validação da ideia e constituição da empresa, os problemas continuam, mas tracionar as vendas é um grande problema. Pois é uma transição onde precisamos depositar energia para colocar em um processo que algumas não gostam, que é a venda”, aponta.

Rede de apoio 

A ressignificação da carreira profissional após a maternidade é um processo extremamente importante e necessário, mesmo que a mulher opte por não empreender. Beatriz acredita que olhar para dentro de si e reconhecer os seus valores são ferramentas que ajudam na construção de um novo caminho. 

E é neste contexto que surge a rede de apoio. “Eu acredito ser de suma importância! Buscar grupos onde você possa se sentir acolhida é fundamental no processo. E poder contar com pessoas ao seu redor deixa o caminho mais leve”, afirma Beatriz. 

Quem é Beatriz Blaqui? 

Formada em Publicidade e Propaganda, Beatriz tem especialização em E-Commerce e Negócios Digitais pela ESPM. A publicitária também fundou a Mãezíssima, que atua na capacitação empreendedora para mães por meio da promoção de eventos que geram oportunidade de renda, networking e negócios.

Hoje, Beatriz é representante da B2Mamy, empresa criada em 2016 e que tem como foco a educação, preparação e conexão de mães ao ecossistema de inovação e tecnologia, oferecendo capacitações que as transformem em líderes economicamente livres. Clicando aqui você tem mais informações sobre a palestra de Beatriz no Inspira Mulher de Negócios e pode fazer a sua inscrição para o evento.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário