Casos de Sucesso

30 março, 2020 • Casos de Sucesso

Especial Mulheres: a granola artesanal de Mônica e a trajetória do Empório Grãos com M.

O consumo de produtos naturais e saudáveis tem crescido ano após ano, fazendo com que esse mercado movimente cerca de US$ 35 bilhões anualmente no Brasil, de acordo com dados da pesquisa Euromonitor. Ainda segundo o estudo, quase 1/3 da população se diz preocupada em ter uma alimentação saudável, e dentro deste universo podemos incluir o consumo de granola. 

Estamos falando dela, pois é o produto chave do negócio da empreendedora Mônica Shuto, formada em Serviço Social, mas que hoje se dedica 100% ao Empório Grãos com M. No post de hoje vamos conhecer um pouco mais da trajetória da Mônica, mais uma empresária que teve sua vida transformada ao apostar no seu sonho.

Produção de granola como missão 

Mônica Sakico Oikawa Shuto, de 53 anos, nunca havia pensado em começar a vender granola até março de 2018. “Ganhei a receita de uma granola tradicional de uma missionária e achei muito gostosa. Conversei com ela e decidi que iria comercializá-la, não só como uma missão pessoal de ajudar a missionária, mas também ter uma renda extra para mim”, relembra. 

E vem deste momento tão pessoal e significativo o nome do empreendimento, Grãos com M. – M. de missões. “Talvez para muitos não tenha muito significado, mas para mim fica um lembrete de como tudo começou”, comenta Mônica. 

Programa Mulher de Negócios 

Assim como as demais empreendedoras com quem conversamos para este Especial Mulheres, Mônica também participou do Programa Mulher de Negócios  do Sebrae. “Fui a convite de uma amiga, e como estava começando um novo negócio senti que seria uma boa oportunidade para obter mais conhecimento na área do empreendedorismo”, conta. 

A empreendedora acredita que a experiência foi enriquecedora para que pudesse desenvolver algumas competências que ainda não tinha e, consequentemente, fazer com que a sua empresa crescesse. “Participar do programa ampliou a minha visão sobre o empreendedorismo, pois tínhamos mentorias de finanças, redes sociais e marketing. Sem contar a  troca de experiências com outras mulheres empreendedoras, que foi incrível”, relembra.

Um dos conhecimentos passados pelo Programa mais útil para Mônica e o empório foi sobre vendas. Aprofundando o tema, a empreendedora pôde entender melhor sobre estratégias e formas de venda não convencionais, que a ajudou a alavancar os negócios. 

Acredite que pode dar certo!

A busca por conhecimento sustentada pela vontade de que a empresa dê certo fez com que Mônica não só participasse do Programa Mulher de Negócios, mas que pesquisasse o que poderia dar certo na sua empresa. 

“Começar algo novo foi um desafio, já que é algo totalmente fora da minha formação. E por isso tenho pesquisado e formulado novos produtos como um tipo de granola menos doce, usando apenas melado de cana, e uma outra que é salgada”, conta. 

Produzir a granola fez com que Mônica encontrasse o seu propósito e investisse em uma atividade que lhe desse a possibilidade de uma renda extra, além de satisfação pessoal. “E se alguém está pensando em abrir o seu próprio negócio, é muito importante você sonhar com algo que acredite e sempre aprimorar seus conhecimentos”, aconselha.

O consumo de produtos naturais e saudáveis tem crescido ano após ano, fazendo com que esse mercado movimente cerca de US$ 35 bilhões anualmente no Brasil, de acordo com dados da pesquisa Euromonitor. Ainda segundo o estudo, quase 1/3 da população se diz preocupada em ter uma alimentação saudável, e dentro deste universo podemos incluir o consumo de granola. 

Estamos falando dela, pois é o produto chave do negócio da empreendedora Mônica Shuto, formada em Serviço Social, mas que hoje se dedica 100% ao Empório Grãos com M. No post de hoje vamos conhecer um pouco mais da trajetória da Mônica, mais uma empresária que teve sua vida transformada ao apostar no seu sonho.

Produção de granola como missão 

Mônica Sakico Oikawa Shuto, de 53 anos, nunca havia pensado em começar a vender granola até março de 2018. “Ganhei a receita de uma granola tradicional de uma missionária e achei muito gostosa. Conversei com ela e decidi que iria comercializá-la, não só como uma missão pessoal de ajudar a missionária, mas também ter uma renda extra para mim”, relembra. 

E vem deste momento tão pessoal e significativo o nome do empreendimento, Grãos com M. – M. de missões. “Talvez para muitos não tenha muito significado, mas para mim fica um lembrete de como tudo começou”, comenta Mônica. 

Programa Mulher de Negócios 

Assim como as demais empreendedoras com quem conversamos para este Especial Mulheres, Mônica também participou do Programa Mulher de Negócios  do Sebrae. “Fui a convite de uma amiga, e como estava começando um novo negócio senti que seria uma boa oportunidade para obter mais conhecimento na área do empreendedorismo”, conta. 

A empreendedora acredita que a experiência foi enriquecedora para que pudesse desenvolver algumas competências que ainda não tinha e, consequentemente, fazer com que a sua empresa crescesse. “Participar do programa ampliou a minha visão sobre o empreendedorismo, pois tínhamos mentorias de finanças, redes sociais e marketing. Sem contar a  troca de experiências com outras mulheres empreendedoras, que foi incrível”, relembra.

Um dos conhecimentos passados pelo Programa mais útil para Mônica e o empório foi sobre vendas. Aprofundando o tema, a empreendedora pôde entender melhor sobre estratégias e formas de venda não convencionais, que a ajudou a alavancar os negócios. 

Acredite que pode dar certo!

A busca por conhecimento sustentada pela vontade de que a empresa dê certo fez com que Mônica não só participasse do Programa Mulher de Negócios, mas que pesquisasse o que poderia dar certo na sua empresa. 

“Começar algo novo foi um desafio, já que é algo totalmente fora da minha formação. E por isso tenho pesquisado e formulado novos produtos como um tipo de granola menos doce, usando apenas melado de cana, e uma outra que é salgada”, conta. 

Produzir a granola fez com que Mônica encontrasse o seu propósito e investisse em uma atividade que lhe desse a possibilidade de uma renda extra, além de satisfação pessoal. “E se alguém está pensando em abrir o seu próprio negócio, é muito importante você sonhar com algo que acredite e sempre aprimorar seus conhecimentos”, aconselha.


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário