Dicas de Empreendedorismo

04 novembro, 2019 • Dicas de Empreendedorismo

Como usar o LinkedIn para sua empresa: dicas e estratégias para utilizar a rede social como ferramenta de negócios

Um tempo atrás, o principal atrativo do LinkedIn estava relacionado à busca de emprego por pessoas físicas, mas – com o tempo e crescimento da plataforma – ele emergiu para os empresários como uma rede social diferenciada, capaz de fomentar conexões profissionais e compartilhamento de conteúdo de altíssima qualidade. 

Algumas pessoas estão lá realmente em busca de trabalho, outros desejam estabelecer conexões para conhecer pessoas e serem notados. Há o grupo dos consumidores de conteúdo e os profissionais que utilizam a rede para vender seus produtos e projetos. E você, microempreendedor, se encaixa onde?

O papo sobre esta rede social hoje é com vocês, micro e pequenos empreendedores. Neste artigo vamos mostrar como usar o LinkedIn de maneira profissional para o seu negócio, além de dar dicas, estratégias e falar sobre as melhores práticas.

Como usar o LinkedIn para vender 

Mateus Delamare é chefe de vendas da QRrabbit e fundador da Numarketing. Noventa por cento de todas as vendas que ele já fez passaram pela rede social de alguma forma e é por meio da experiência dele que vamos te mostrar como usar o LinkedIn além do universo do recrutamento.

De acordo com o consultor, a rede social foi feita para os negócios, pois reúne usuários extremamente qualificados e com objetivos claros. “Quem navega por lá está em outro modo operante… muito diferente do Facebook e Instagram, por exemplo. São pessoas que estão buscando informações e conexões de trabalho que agreguem à carreira. Por isso o LinkedIn é a melhor rede social para abordar e interagir com potenciais clientes”, conta. 

Mateus explica que tanto a versão paga para vendas (sales navigator), a premium e a gratuita são ótimas alternativas para o empreendedor que não tem muita grana para investir em ferramentas ou softwares. “No início de uma negócio, todo empresário enfrenta períodos de pouco caixa e pouco tempo. Usando o LinkedIn para prospectar clientes, por exemplo, dá pra poupar os dois”, afirma.

Usando as LinkedIn Pages

Empreendedores de todos os segmentos podem usar a plataforma, o que muda é como usar o LinkedIn de maneira assertiva por meio das ferramentas que ela oferece. Calma, nós iremos explicar com a ajuda da Tatti Maeda

Expert na plataforma, a publicitária e empreendedora na Consultoria Digital&Motion já deu muitas palestras e workshops sobre o LinkedIn e explica que dentro da rede social existem as “LinkedIn Pages”, que são muito importantes para os empreendedores. 

“A LinkedIn Page eu indico para micro e pequeno negócio (B2B principalmente), onde é clara a necessidade de algo institucional sobre marca. Nela, é possível trabalhar com anúncios, você pode colocar capa e uma imagem do logotipo com destaque, permitindo a inserção de call to action para o site da sua empresa ou e-commerce”, explica. 

Tatti observa que essa ferramenta permite que o usuário acompanhe as métricas, para entender o que está performando melhor entre os conteúdos que estão sendo acessados. “Há uma aba que faz curadoria com base no seu negócio, do que mais relacionado vem sendo acessado, pode-se ter insight’s para criar conteúdos e ações que se conectam com esses temas em alta”, ressalta. 

Como usar o LinkedIn: dicas para aumentar a relevância do seu perfil 

Tatti Maeda elencou as principais práticas de devem ser adotadas para que o seu perfil na plataforma tenha visibilidade e você alcance os seu objetivos. Confira:

1. Uma boa foto: “O foco deve estar em VOCÊ (isso significa escolher um fundo que coloque você em destaque, evitar cores opacas e muito brilho) neutralidade no ambiente! Os perfis com fotos são 50% mais acessados do que os sem fotos”

2. Preencha seus dados de contato: “Se você tiver um site, coloque lá, além do telefone e e-mail. Se queremos ser acessados, precisamos deixar acesso fácil a nós!”

3. Preste atenção ao resumo: “É onde o empreendedor deve basicamente estruturar um texto onde diz “o quê | por que | como | quando | onde” empreende. Ainda vale contar sobre algum hobby seu e convidar para acessarem seu perfil e outras redes (coloque as que achar mais relevantes e estão mais alinhadas com o negócio)”

4. Movimente a plataforma: “Seja lendo e comentando o que acha interessante, participando dos debates, compartilhando algo ou escrevendo sobre a história do seu negócio. É importantíssimo manter a cadência no uso do LinkedIn. Interagir favorece as trocas e aprendizados que podemos ter com outros empreendedores. Quanto mais nos relacionamos no feed do LinkedIn, mais estamos sendo vistos por NOVAS CONEXÕES. Isso acontece porque a cada interação que fazemos esse conteúdo “sobe” tanto na nossa timeline quanto na timeline do perfil que você interagiu”. 

De acordo com a publicitária, ter um perfil com todas as suas informações facilita para o cliente encontrá-lo não apenas dentro da plataforma, mas em uma pesquisa no Google, por exemplo. 

“Olhamos para a jornada do cliente, provavelmente ele irá em algum momento cair no Google ou algum buscador e digitar a palavra-chave ligada a aquilo que busca: vamos ilustrar com “fotógrafo para casamento” -> se no título do seu perfil no LinkedIn você se descreveu como “Fotógrafo | Especialista em Festas, Casamentos e outras ocasiões especiais”, possivelmente você estará na busca dessa pessoa por força da indexação no Google”, explica. 

Já Mateus aconselha: “Pense bem em quem você quer atingir na rede e monte seu perfil pensando nesse público. Construa sua rede estrategicamente conforme o nicho escolhido e engaje com suas conexões postando, comentando e interagindo com conteúdos. Assim, você vai construir relacionamentos profissionais no LinkedIn e pode transformá-los em clientes, parceiros de negócios ou até em colaboradores”, finaliza. 

Um tempo atrás, o principal atrativo do LinkedIn estava relacionado à busca de emprego por pessoas físicas, mas – com o tempo e crescimento da plataforma – ele emergiu para os empresários como uma rede social diferenciada, capaz de fomentar conexões profissionais e compartilhamento de conteúdo de altíssima qualidade. 

Algumas pessoas estão lá realmente em busca de trabalho, outros desejam estabelecer conexões para conhecer pessoas e serem notados. Há o grupo dos consumidores de conteúdo e os profissionais que utilizam a rede para vender seus produtos e projetos. E você, microempreendedor, se encaixa onde?

O papo sobre esta rede social hoje é com vocês, micro e pequenos empreendedores. Neste artigo vamos mostrar como usar o LinkedIn de maneira profissional para o seu negócio, além de dar dicas, estratégias e falar sobre as melhores práticas.

Como usar o LinkedIn para vender 

Mateus Delamare é chefe de vendas da QRrabbit e fundador da Numarketing. Noventa por cento de todas as vendas que ele já fez passaram pela rede social de alguma forma e é por meio da experiência dele que vamos te mostrar como usar o LinkedIn além do universo do recrutamento.

De acordo com o consultor, a rede social foi feita para os negócios, pois reúne usuários extremamente qualificados e com objetivos claros. “Quem navega por lá está em outro modo operante… muito diferente do Facebook e Instagram, por exemplo. São pessoas que estão buscando informações e conexões de trabalho que agreguem à carreira. Por isso o LinkedIn é a melhor rede social para abordar e interagir com potenciais clientes”, conta. 

Mateus explica que tanto a versão paga para vendas (sales navigator), a premium e a gratuita são ótimas alternativas para o empreendedor que não tem muita grana para investir em ferramentas ou softwares. “No início de uma negócio, todo empresário enfrenta períodos de pouco caixa e pouco tempo. Usando o LinkedIn para prospectar clientes, por exemplo, dá pra poupar os dois”, afirma.

Usando as LinkedIn Pages

Empreendedores de todos os segmentos podem usar a plataforma, o que muda é como usar o LinkedIn de maneira assertiva por meio das ferramentas que ela oferece. Calma, nós iremos explicar com a ajuda da Tatti Maeda

Expert na plataforma, a publicitária e empreendedora na Consultoria Digital&Motion já deu muitas palestras e workshops sobre o LinkedIn e explica que dentro da rede social existem as “LinkedIn Pages”, que são muito importantes para os empreendedores. 

“A LinkedIn Page eu indico para micro e pequeno negócio (B2B principalmente), onde é clara a necessidade de algo institucional sobre marca. Nela, é possível trabalhar com anúncios, você pode colocar capa e uma imagem do logotipo com destaque, permitindo a inserção de call to action para o site da sua empresa ou e-commerce”, explica. 

Tatti observa que essa ferramenta permite que o usuário acompanhe as métricas, para entender o que está performando melhor entre os conteúdos que estão sendo acessados. “Há uma aba que faz curadoria com base no seu negócio, do que mais relacionado vem sendo acessado, pode-se ter insight’s para criar conteúdos e ações que se conectam com esses temas em alta”, ressalta. 

Como usar o LinkedIn: dicas para aumentar a relevância do seu perfil 

Tatti Maeda elencou as principais práticas de devem ser adotadas para que o seu perfil na plataforma tenha visibilidade e você alcance os seu objetivos. Confira:

1. Uma boa foto: “O foco deve estar em VOCÊ (isso significa escolher um fundo que coloque você em destaque, evitar cores opacas e muito brilho) neutralidade no ambiente! Os perfis com fotos são 50% mais acessados do que os sem fotos”

2. Preencha seus dados de contato: “Se você tiver um site, coloque lá, além do telefone e e-mail. Se queremos ser acessados, precisamos deixar acesso fácil a nós!”

3. Preste atenção ao resumo: “É onde o empreendedor deve basicamente estruturar um texto onde diz “o quê | por que | como | quando | onde” empreende. Ainda vale contar sobre algum hobby seu e convidar para acessarem seu perfil e outras redes (coloque as que achar mais relevantes e estão mais alinhadas com o negócio)”

4. Movimente a plataforma: “Seja lendo e comentando o que acha interessante, participando dos debates, compartilhando algo ou escrevendo sobre a história do seu negócio. É importantíssimo manter a cadência no uso do LinkedIn. Interagir favorece as trocas e aprendizados que podemos ter com outros empreendedores. Quanto mais nos relacionamos no feed do LinkedIn, mais estamos sendo vistos por NOVAS CONEXÕES. Isso acontece porque a cada interação que fazemos esse conteúdo “sobe” tanto na nossa timeline quanto na timeline do perfil que você interagiu”. 

De acordo com a publicitária, ter um perfil com todas as suas informações facilita para o cliente encontrá-lo não apenas dentro da plataforma, mas em uma pesquisa no Google, por exemplo. 

“Olhamos para a jornada do cliente, provavelmente ele irá em algum momento cair no Google ou algum buscador e digitar a palavra-chave ligada a aquilo que busca: vamos ilustrar com “fotógrafo para casamento” -> se no título do seu perfil no LinkedIn você se descreveu como “Fotógrafo | Especialista em Festas, Casamentos e outras ocasiões especiais”, possivelmente você estará na busca dessa pessoa por força da indexação no Google”, explica. 

Já Mateus aconselha: “Pense bem em quem você quer atingir na rede e monte seu perfil pensando nesse público. Construa sua rede estrategicamente conforme o nicho escolhido e engaje com suas conexões postando, comentando e interagindo com conteúdos. Assim, você vai construir relacionamentos profissionais no LinkedIn e pode transformá-los em clientes, parceiros de negócios ou até em colaboradores”, finaliza. 


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.









Deixe seu Comentário