Empreendedorismo

20 janeiro, 2020 • Empreendedorismo

Tirar férias sendo empreendedor, é possível?

Uma das primeiras coisas que o empreendedor pensa quando abre seu próprio negócio é que nunca mais vai tirar férias. Mas o cansaço físico e mental, principalmente depois da correria do final do ano, não são positivos para o empresário muito menos para a empresa. Como basicamente tudo na vida de um empreendedor gira em torno do planejamento, ausentar-se por alguns dias também requer alguns cuidados.

Afinal de contas, mesmo que por um curto período de tempo, quem vai cuidar da sua empresa? Em quanto tempo você precisa se planejar para tirar férias? Essas e outras perguntas podem te assombrar quando o assunto vem à tona, mas tais dúvidas foram respondidas pela consultora do Sebrae, Adriana Gregório e vamos abordá-las ao longo do texto para que você comece o seu planejamento para 2020.

Também entrevistamos alguns empreendedores para que você veja, na prática, que é possível sim tirar suas tão sonhadas férias. Vamos lá?

Em que devo pensar antes de tirar férias?

Primeiro, você precisa entender que seu negócio consegue sobreviver sem sua presença. Isso porque, se você optar por deixar a sua empresa funcionando enquanto estiver fora, você precisa pensar em alguém que tenha desempenho próximo ao seu, além de entender todo o funcionamento da empresa.

É uma ótima oportunidade para destacar os talentos da sua equipe, afinal, a sua escolha deve ser pautada em quem você confia e que saiba estabelecer prioridades, tenha habilidade para liderar sua equipe, que goste de superar desafios e que esteja disposto a correr riscos. 

“Uma vez escolhido o seu substituto, você deve treiná-lo e delegar funções de forma gradativa para que o mesmo tenha tempo e oportunidade para desenvolver as competências necessárias antes de assumir a gestão temporária do negócio”, explica Adriana.

Para tirar férias, em quanto tempo devo me planejar? 

A antecedência com que se deve planejar, varia de negócio para negócio, além da disponibilidade financeira de cada empreendedor. “Mas se possível, o planejamento deve ser feito de 12 a oito meses antes, para que a empresa possa se organizar e ter o tempo para desenvolver as competências dos substitutos. Se o período das férias for pequeno, e já tiver alguém treinado, o empreendedor pode aproveitar uma boa promoção de viagem e dar uma folga no seu ritmo”, explica Adriana.

Qual o período ideal para tirar férias?

Você pode pensar em tirar suas férias nos períodos de baixo movimento do seu negócio ou pensar na possibilidade de férias coletivas em um determinado período, sempre pautando a escolha para quando a empresa não tiver muito movimento ou serviços nessa época. 

É primordial pensar no seu bem estar e no da sua equipe, porque todos precisam desestressar, espairecer e passar um tempo de tranquilidade com a família ou os amigos para render melhor no trabalho. 

Empresas que já se planejaram para tirar férias coletivas

O empreendedor e publicitário Emanuel Candido Rosa e irmão Vinicius Candido Rosa abriam, em 2013, a Rcut Comunicação, que este ano ganhou mais um sócio: Luís Vicente Galiani.

Eles sempre se planejam com – no mínimo – seis meses de antecedência para tirarem férias de sete a 15 dias. E também já fecharam o empreendimento para férias coletivas em 2014 e 2016.

“Acho que fechar é melhor, mesmo porque, na minha área, não temos quase serviço nas duas últimas semanas do ano. E vale a pena, porque voltamos com energias renovadas. Com planejamento e muito cuidado é possível deixar algum responsável pelo negócio, ou até mesmo se organizar internamente para fechar em férias coletivas”, explica Emanuel.

Empreendedores recentes também conseguem tirar férias

Para quem abriu a própria empresa recentemente, também é possível se planejar para tirar férias. Como é o caso do administrador de empresas Marcelo Danzer, dono do Atacado das Carnes em Corumbá, aberto há pouco mais de um ano. 

“Formei uma gerente que estava comigo desde o começo, adiantei toda a parte financeira, RH, compras, etc. Escolhi uma data que não fosse de muito movimento e fiquei nove dias fora. Nessa empresa, foi a primeira vez que saí de férias e faço o planejamento com no mínimo de dois meses de antecedência”, relata Marcelo. 

De acordo com o Marcelo, os resultados foram satisfatórios, mas que sempre estava disponível no telefone, caso algo desse errado e sua equipe precisasse dele. “Faria de novo e temos que fazer, porque temos vida e família. Minha dica para quem quer tirar férias é: se organize. Sei que é difícil, mas ache uma pessoa idônea e treine-a para ser seus olhos e ouvidos. Problemas sempre terão, mas vale a pena”, finaliza.

Agora que você já tem todas as dicas para fazer o planejamento das suas férias, além de histórias de empreendedores que conseguiram se ausentar por um momento dos seus afazeres, que tal colocar em prática no seu negócio também?

Uma das primeiras coisas que o empreendedor pensa quando abre seu próprio negócio é que nunca mais vai tirar férias. Mas o cansaço físico e mental, principalmente depois da correria do final do ano, não são positivos para o empresário muito menos para a empresa. Como basicamente tudo na vida de um empreendedor gira em torno do planejamento, ausentar-se por alguns dias também requer alguns cuidados.

Afinal de contas, mesmo que por um curto período de tempo, quem vai cuidar da sua empresa? Em quanto tempo você precisa se planejar para tirar férias? Essas e outras perguntas podem te assombrar quando o assunto vem à tona, mas tais dúvidas foram respondidas pela consultora do Sebrae, Adriana Gregório e vamos abordá-las ao longo do texto para que você comece o seu planejamento para 2020.

Também entrevistamos alguns empreendedores para que você veja, na prática, que é possível sim tirar suas tão sonhadas férias. Vamos lá?

Em que devo pensar antes de tirar férias?

Primeiro, você precisa entender que seu negócio consegue sobreviver sem sua presença. Isso porque, se você optar por deixar a sua empresa funcionando enquanto estiver fora, você precisa pensar em alguém que tenha desempenho próximo ao seu, além de entender todo o funcionamento da empresa.

É uma ótima oportunidade para destacar os talentos da sua equipe, afinal, a sua escolha deve ser pautada em quem você confia e que saiba estabelecer prioridades, tenha habilidade para liderar sua equipe, que goste de superar desafios e que esteja disposto a correr riscos. 

“Uma vez escolhido o seu substituto, você deve treiná-lo e delegar funções de forma gradativa para que o mesmo tenha tempo e oportunidade para desenvolver as competências necessárias antes de assumir a gestão temporária do negócio”, explica Adriana.

Para tirar férias, em quanto tempo devo me planejar? 

A antecedência com que se deve planejar, varia de negócio para negócio, além da disponibilidade financeira de cada empreendedor. “Mas se possível, o planejamento deve ser feito de 12 a oito meses antes, para que a empresa possa se organizar e ter o tempo para desenvolver as competências dos substitutos. Se o período das férias for pequeno, e já tiver alguém treinado, o empreendedor pode aproveitar uma boa promoção de viagem e dar uma folga no seu ritmo”, explica Adriana.

Qual o período ideal para tirar férias?

Você pode pensar em tirar suas férias nos períodos de baixo movimento do seu negócio ou pensar na possibilidade de férias coletivas em um determinado período, sempre pautando a escolha para quando a empresa não tiver muito movimento ou serviços nessa época. 

É primordial pensar no seu bem estar e no da sua equipe, porque todos precisam desestressar, espairecer e passar um tempo de tranquilidade com a família ou os amigos para render melhor no trabalho. 

Empresas que já se planejaram para tirar férias coletivas

O empreendedor e publicitário Emanuel Candido Rosa e irmão Vinicius Candido Rosa abriam, em 2013, a Rcut Comunicação, que este ano ganhou mais um sócio: Luís Vicente Galiani.

Eles sempre se planejam com – no mínimo – seis meses de antecedência para tirarem férias de sete a 15 dias. E também já fecharam o empreendimento para férias coletivas em 2014 e 2016.

“Acho que fechar é melhor, mesmo porque, na minha área, não temos quase serviço nas duas últimas semanas do ano. E vale a pena, porque voltamos com energias renovadas. Com planejamento e muito cuidado é possível deixar algum responsável pelo negócio, ou até mesmo se organizar internamente para fechar em férias coletivas”, explica Emanuel.

Empreendedores recentes também conseguem tirar férias

Para quem abriu a própria empresa recentemente, também é possível se planejar para tirar férias. Como é o caso do administrador de empresas Marcelo Danzer, dono do Atacado das Carnes em Corumbá, aberto há pouco mais de um ano. 

“Formei uma gerente que estava comigo desde o começo, adiantei toda a parte financeira, RH, compras, etc. Escolhi uma data que não fosse de muito movimento e fiquei nove dias fora. Nessa empresa, foi a primeira vez que saí de férias e faço o planejamento com no mínimo de dois meses de antecedência”, relata Marcelo. 

De acordo com o Marcelo, os resultados foram satisfatórios, mas que sempre estava disponível no telefone, caso algo desse errado e sua equipe precisasse dele. “Faria de novo e temos que fazer, porque temos vida e família. Minha dica para quem quer tirar férias é: se organize. Sei que é difícil, mas ache uma pessoa idônea e treine-a para ser seus olhos e ouvidos. Problemas sempre terão, mas vale a pena”, finaliza.

Agora que você já tem todas as dicas para fazer o planejamento das suas férias, além de histórias de empreendedores que conseguiram se ausentar por um momento dos seus afazeres, que tal colocar em prática no seu negócio também?


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário