Finanças

20 dezembro, 2021 • Finanças

Como priorizar reinvestimentos dentro da minha empresa com o lucro obtido?

Ver o saldo positivo da sua empresa é algo com o qual todo empreendedor sonha, não é mesmo? Estar com o faturamento alavancando é sinal de que há uma boa gestão e que os frutos, finalmente, serão colhidos. Mas, uma dúvida que surge na mente de quem está à frente do negócio é: como fazer reinvestimentos na minha empresa?

Se você também tem essa dúvida e precisa de orientação, separamos um artigo que explica como aproveitar melhor o lucro do seu negócio e continuar a obter mais resultados.

Boa Leitura!

Lucro X Saldo Positivo: entenda a diferença

Antes mesmo de darmos as dicas certeiras para você priorizar os reinvestimentos da sua empresa, é preciso saber diferenciar lucro do saldo positivo.

Mesmo com conceitos parecidos, na prática eles são bem diferentes e o empreendedor deve saber separá-los. O lucro nada mais é do que a rentabilidade do seu empreendimento, ou seja, ele apresenta a margem que indica a eficiência de uma operação. 

Já o saldo de caixa diz muito sobre o dinheiro existente na conta do empreendimento. Muitas vezes ele é analisado pelo fluxo de caixa da empresa.

Como investir o lucro do meu negócio?

Agora que você já entendeu a diferença entre saldo de caixa e lucro, conheça as diversas possibilidades de investir o dinheiro da sua empresa:

1 – Invista na infraestrutura

Uma forma de reinvestimento na empresa é melhorar a sua infraestrutura. Um local mais moderno, aconchegante é, sem dúvida, um passo que reflete na rentabilidade do negócio.

Melhorar o ambiente da empresa também ajuda a obter melhores resultados. Além disso, ter um espaço mais atrativo é uma forma adicional de conquistar a satisfação do seu público-alvo.

2 – Aumentar o capital de giro

Aumentar o capital de giro também é uma outra vantagem de priorizar os reinvestimentos da sua empresa, pois reflete diretamente na permanência do empreendimento e age não só nas vendas como também no relacionamento da empresa.

A regra é clara: com um capital de giro maior, cresce também a capacidade produtiva do negócio, fazendo com que ele consiga se expandir ainda mais no mercado.

3 – Aplicações

As aplicações tanto bancárias quanto em imóveis entram na lista de reinvestimentos que a empresa pode fazer. Para que o negócio não fique refém do cenário financeiro, é ideal que a gestão pense em aplicações a curto prazo, ou seja, que não comprometam a rentabilidade do dinheiro investido.

Já sobre o investimento em imóveis, vale muito a pena observar como está o mercado imobiliário e quais as projeções que ele apresenta. Neste caso, o investimento será a longo prazo.

4 – Aposte na sua equipe

Investir na equipe é um ponto a se considerar quando o assunto é pensar no futuro. Isso também está associado à lista de reinvestimentos a serem feitas, uma vez que, gestão de pessoas é um tópico importante dentro do planejamento empresarial.

Para sanar a rotatividade de colaboradores e funcionários, recomendamos investir nos talentos que ajudam no sucesso do seu empreendimento. Afinal, quando a empresa investe nos funcionários, a chance deles saírem do emprego diminui; afinal, colaborador valorizado é colaborador que traz bons resultados.

5 – Calcule o ROI 

O ROI (Retorno sobre o investimento) é uma métrica financeira que valida os investimentos realizados pela empresa. A partir dele, o gestor conseguirá estimar os resultados mais efetivos destes investimentos, além de conseguir avaliar os custos gerais do negócio, obtendo assim, uma base sobre se vale a pena reinvestir o lucro obtido.

Basicamente, o cálculo é feito a partir da soma do faturamento com os custos gerados. Feito isso, o gestor deve subtrair a receita total com a ação do custo e depois subtrair novamente com o valor gerado. Depois, é só multiplicar por 100 para obter um valor percentual.

ROI = [(Receita-custo)/ custo] x 100

Para avaliar o valor do ROI, a empresa deve contar com um time financeiro que se comprometa a oferecer os melhores resultados para investimentos futuros. 

Conclusão

Para fazer os reinvestimentos certos para sua empresa, é muito importante avaliar todo o cenário dela. Os lucros obtidos nos últimos seis meses também fazem parte das métricas que vão avaliar esse grande passo que seu empreendimento dará.

Pensando em oferecer uma solução ao empreendedor, separamos um material exclusivo que orienta a gestão a fazer o dinheiro da empresa girar e render ainda mais. Confira!

O importante é sempre casar os lucros obtidos com resultados benéficos para o empreendimento. 

Ver o saldo positivo da sua empresa é algo com o qual todo empreendedor sonha, não é mesmo? Estar com o faturamento alavancando é sinal de que há uma boa gestão e que os frutos, finalmente, serão colhidos. Mas, uma dúvida que surge na mente de quem está à frente do negócio é: como fazer reinvestimentos na minha empresa?

Se você também tem essa dúvida e precisa de orientação, separamos um artigo que explica como aproveitar melhor o lucro do seu negócio e continuar a obter mais resultados.

Boa Leitura!

Lucro X Saldo Positivo: entenda a diferença

Antes mesmo de darmos as dicas certeiras para você priorizar os reinvestimentos da sua empresa, é preciso saber diferenciar lucro do saldo positivo.

Mesmo com conceitos parecidos, na prática eles são bem diferentes e o empreendedor deve saber separá-los. O lucro nada mais é do que a rentabilidade do seu empreendimento, ou seja, ele apresenta a margem que indica a eficiência de uma operação. 

Já o saldo de caixa diz muito sobre o dinheiro existente na conta do empreendimento. Muitas vezes ele é analisado pelo fluxo de caixa da empresa.

Como investir o lucro do meu negócio?

Agora que você já entendeu a diferença entre saldo de caixa e lucro, conheça as diversas possibilidades de investir o dinheiro da sua empresa:

1 – Invista na infraestrutura

Uma forma de reinvestimento na empresa é melhorar a sua infraestrutura. Um local mais moderno, aconchegante é, sem dúvida, um passo que reflete na rentabilidade do negócio.

Melhorar o ambiente da empresa também ajuda a obter melhores resultados. Além disso, ter um espaço mais atrativo é uma forma adicional de conquistar a satisfação do seu público-alvo.

2 – Aumentar o capital de giro

Aumentar o capital de giro também é uma outra vantagem de priorizar os reinvestimentos da sua empresa, pois reflete diretamente na permanência do empreendimento e age não só nas vendas como também no relacionamento da empresa.

A regra é clara: com um capital de giro maior, cresce também a capacidade produtiva do negócio, fazendo com que ele consiga se expandir ainda mais no mercado.

3 – Aplicações

As aplicações tanto bancárias quanto em imóveis entram na lista de reinvestimentos que a empresa pode fazer. Para que o negócio não fique refém do cenário financeiro, é ideal que a gestão pense em aplicações a curto prazo, ou seja, que não comprometam a rentabilidade do dinheiro investido.

Já sobre o investimento em imóveis, vale muito a pena observar como está o mercado imobiliário e quais as projeções que ele apresenta. Neste caso, o investimento será a longo prazo.

4 – Aposte na sua equipe

Investir na equipe é um ponto a se considerar quando o assunto é pensar no futuro. Isso também está associado à lista de reinvestimentos a serem feitas, uma vez que, gestão de pessoas é um tópico importante dentro do planejamento empresarial.

Para sanar a rotatividade de colaboradores e funcionários, recomendamos investir nos talentos que ajudam no sucesso do seu empreendimento. Afinal, quando a empresa investe nos funcionários, a chance deles saírem do emprego diminui; afinal, colaborador valorizado é colaborador que traz bons resultados.

5 – Calcule o ROI 

O ROI (Retorno sobre o investimento) é uma métrica financeira que valida os investimentos realizados pela empresa. A partir dele, o gestor conseguirá estimar os resultados mais efetivos destes investimentos, além de conseguir avaliar os custos gerais do negócio, obtendo assim, uma base sobre se vale a pena reinvestir o lucro obtido.

Basicamente, o cálculo é feito a partir da soma do faturamento com os custos gerados. Feito isso, o gestor deve subtrair a receita total com a ação do custo e depois subtrair novamente com o valor gerado. Depois, é só multiplicar por 100 para obter um valor percentual.

ROI = [(Receita-custo)/ custo] x 100

Para avaliar o valor do ROI, a empresa deve contar com um time financeiro que se comprometa a oferecer os melhores resultados para investimentos futuros. 

Conclusão

Para fazer os reinvestimentos certos para sua empresa, é muito importante avaliar todo o cenário dela. Os lucros obtidos nos últimos seis meses também fazem parte das métricas que vão avaliar esse grande passo que seu empreendimento dará.

Pensando em oferecer uma solução ao empreendedor, separamos um material exclusivo que orienta a gestão a fazer o dinheiro da empresa girar e render ainda mais. Confira!

O importante é sempre casar os lucros obtidos com resultados benéficos para o empreendimento. 


Continuar Lendo

Confira todos os conteúdos que o Sebrae MS disponibiliza para você!
Clique aqui e acesse diversos temas de empreendedorismo para guiar a sua jornada.






Deixe um comentário


ankara escort çankaya escort ankara escort çankaya escort escort ankara çankaya escort escort bayan çankaya istanbul rus escort eryaman escort escort bayan ankara ankara escort kızılay escort istanbul escort ankara escort ankara rus escort escort çankaya ankara escort bayan istanbul rus Escort atasehir Escort beylikduzu Escort Ankara Escort malatya Escort kuşadası Escort gaziantep Escort izmir Escort